Compartilhar:

Concurso CAIXA: Presidente revela a contratação de 800 aprovados!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 04 out 2019

O Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou a contratação de 800 aprovados no último concurso CAIXA, realizado no ano de 2014!

⇒ Confira todas as informações na página do concurso!

Novas contratações na CAIXA

Durante uma audiência realizada na Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos (CTASP) da Câmara dos Deputados, o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, anunciou a contratação de 800 candidato aprovados no concurso de 2014. Esses se somariam aos 2.000 PCDs contratados recentemente pelo banco.

“Nós do conselho diretor aprovamos mais 800 contratações”, relatou o presidente da Caixa Econômica Federal.

Porém, para que as chamadas possam de fato ocorrer, será necessária a aprovação do ministro da Economia, Paulo Guedes, e da aprovação do Conselho de Administração. O pedido será realizado na próxima reunião do conselho.

Apesar das contratações, a vacância nas agências continua preocupante, de acordo com o alerta do diretor executivo do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Dionísio Reis, em nota divulgada no site do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo.

“A contratação dos PCDs ainda não atende ao percentual exigido por lei e o anúncio da contratação de mais 800 empregados, ainda é muito pouco para suprir a demanda reprimida das agências e mesmo somado nem sequer repõe as três mil demissões ocorridas só neste ano”, relatou o diretor executivo.

A deputada Érica Kokay, durante uma audiência, apresentou alguns números da pesquisa da Fenae. É apontada na pesquisa, que 60% dos empregados se dizem sobrecarregados, em situação de assédio moral, temendo a reestruturação, mudanças bruscas na vida funcional.

Além disso, afirmam sofrer com planos e metas impostos sem discussão. O presidente afirmou não estar a par de casos de assédio dentro da empresa.

Nova-caixa

Convocações de PCDs no concurso CAIXA foram feitas por determinação judicial

Os PCDs aprovados no concurso CAIXA de 2014 e convocados este ano, tomaram posse no mês de julho. Na época, Pedro Guimarães relatou sobre o compromisso da CAIXA em fortalecer uma cultura de respeito e valorização da diversidade, além de promover a igualdade de oportunidades.

“Nós estamos fazendo essa contratação porque a CAIXA precisa e nós temos essa dívida com vocês. Os 5% são o mínimo, mas o mais importante é que essas pessoas sejam incluídas e façam parte naturalmente da sociedade”, falou Guimarães.

A primeira dama Michelle Bolsonaro, relatou sobre a importância de mudar a cultura nas organizações. “É preciso gerar mudanças a fim de trazer naturalidade na convivência entre seus trabalhadores, sejam eles deficientes ou não”.

As convocações acabaram gerando polêmica, Natalia Dias de Oliveira, integrante da comissão de aprovados disse que a medida fere a isonomia e pretere os candidatos da ampla concorrência.

“Candidatos que tiveram a colocação melhor do que a dos PCDs não foram convocados”, falou a aprovado no concurso CAIXA de 2014.

Entretanto, as chamadas são resultado de uma decisão da Justiça do Trabalho. A ordem proferida no mês de maio de 2019, determinava a convocação de 2.500 pessoas com deficiência. Isso para que a instituição conseguisse cumprir a Lei de cotas, mantendo um quadro com 5% das vagas determinadas a PCDs.

Durante uma audiência, Pedro Guimarães, manteve o discurso de que as convocações são administrativas. De acordo com Guimarães, as agências da Caixa Econômica Federal estavam com poucas e precisavam de novas contratações.

Sendo assim, optaram por chamar pessoas com deficiência, que possuem uma sensibilidade maior para lidar com os clientes.

» Prepare-se para o concurso CAIXA + BÔNUS (GRÁTIS) «

Saiba mais sobre o Concurso Caixa Econômica: CONTRATAÇÕES dos candidatos a partir de junho!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais