Concurso DPE RS: Banca examinadora é formada; edital com vagas para Defensor!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 23 out 2020

Foi formada a banca examinadora do concurso DPE RS (Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul), que irá ofertar 33 vagas no cargo de Defensor Público.

Quer Receber Todas Oportunidades para o Estado do Rio Grande do Sul?

Receba em seu e-mail todas oportunidades de Concursos para o Estado do Rio Grande do Sul

Banca examinadora do concurso DPE RS

O novo concurso DPE RS segue com os trâmites em andamento. Após formar a comissão organizadora no mês agosto, no dia 23 de outubro, foi publicada a banca examinadora do próximo edital para o cargo de Defensor Público.

De acordo com a publicação, foi definida a nominata da banca examinadora de Direito. O documento foi divulgado no Diário Oficial Eletrônico da Defensoria Pública do Rio Grande do Sul.

Com a comissão formada em agosto e a banca examinadora definida, os próximos passos incluem a escolha da banca organizadora, contratação e divulgação do edital.

Ao todo, o certame da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul deverá ofertar 33 vagas. A previsão consta no documento divulgado no mês de agosto, sendo este o número de cargos vagos de defensor atualmente.

Os requisitos exigidos para se pleitear uma oportunidade no cargo de Defensor Público, são bacharel em Direito e experiência de três anos na atividade jurídica, contados até a data da posse.

Segundo os dados da última seleção, o salário para Defensor no Rio Grande do Sul ultrapassa os R$ 22.000,00.

O último concurso DPE RS teve seu edital publicado no ano de 2018. Na ocasião, foram ofertadas 50 vagas para o cargo de Defensor Público Substituto, sendo 05 vagas reservadas a pessoas com deficiência, 10 vagas para candidatos negros e 02 vagas reservadas para candidatos indígenas.

Etapas avaliativas do concurso DPE RS

De acordo com o regulamento publicado, o novo concurso DPE RS contará com até cinco etapas avaliativas, sendo elas: prova objetiva, prova discursiva, sindicância sobre a vida pregressa, entrevista, prova oral, prova de tribuna e prova de títulos.

A prova objetiva será composta por 100 questões de múltipla escolha, compreendendo as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Civil;
  • Direto das Famílias;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito do Consumidor;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Criminologia;
  • Direito das Execuções Penais;
  • Direito da Criança e do Adolescente;
  • Direito Tributário;
  • Direito Administrativo;
  • Direitos Humanos;
  • Direito Institucional.

As disciplinas mencionadas poderão ser agrupadas por blocos, conforme a área de conhecimento. Para ser considerado aprovado nesta etapa, será preciso obter, no mínimo, 50% de acertos em Língua Portuguesa e 50% em cada uma das disciplinas ou blocos de conhecimento.

Somente os 200 primeiros candidatos aprovados realizarão ou terão as provas discursivas corrigidas. Nesta etapa, será aprovado o candidato que obtiver, pelo menos, média final igual ou superior a 06 pontos e nenhum grau inferior a 05 pontos em cada prova.

Os participantes aprovados irão realizar as demais etapas, conforme a posição de classificação a ser definida pela comissão organizadora do concurso DPE RS.

Saiba mais sobre o Concurso DPE RS: Comissão organizadora definida; edital ofertará 33 vagas para Defensor Público!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais