Concurso IBGE: Devolução da taxa de inscrição termina no dia 10 de agosto!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 10 ago 2020

Os candidatos inscritos no concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) podem resgatar o valor da taxa de inscrição até o dia 10 de agosto. Nova forma de reembolso será publicado no dia 17 de agosto de 2020.

Devolução da taxa de inscrição do concurso IBGE

O candidato que se inscreveu no concurso IBGE e ainda não solicitou o reembolso da taxa de inscrição, poderá fazer isso até o dia 10 de agosto de 2020.

Para isso, é preciso acessar o aplicativo Carteira Digital BB, do Banco do Brasil, e preencher os dados necessários. Na sequência, basta seguir os próximos passos indicados.

O certame foi suspenso no mês de março de 2020, devido à pandemia da Covid-19. Já a restituição da taxa de inscrição, começou no dia 12 de maio de 2020.

De acordo com o IBGE, desde então, dos 100.735 candidatos que pagaram a taxa de inscrição do certame , cerca de 60.000 concorrentes já resgataram os valores pagos.

Para os participantes que não conseguirem o reembolso até a data limite, o IBGE irá disponibilizar a partir do dia 17 de agosto de 2020, a nova forma de devolução.

Dessa maneira, os 40.000 candidatos que ainda não tiveram o valor devolvido, terão uma nova oportunidade. No total, o IBGE irá restituir R$ 2.823.775,95 entre os mais de 100.000 inscritos até o cancelamento da seleção .

Na época, a inscrição foi confirmada com o pagamento dos valores de R$ 35,80 para o cargo de Agente Censitário (nível médio) e de R$ 23,61 para a carreira de Recenseador (nível fundamental).

Já os candidatos que se inscreveram para mais de um cargo, terão a restituição por meio de uma única parcela.

Editais do concurso IBGE em 2021

No mês de março de 2020, foi anunciado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística a suspensão do concurso IBGE devido à pandemia da Covid-19. Além deste certame , mais dois editais que estavam previstos para este ano também foram adiados e só serão publicados no ano de 2021.

Todas as seleções fazem parte do Censo Demográfico, que irá ocorrer em 2021. De acordo com o IBGE, apesar do adiamento do concurso, o quantitativo de vagas não deverá mudar, permanecendo o mesmo para o ano que vem.

“O que mudou foi a data de realização do Censo. O quantitativo de vagas deve permanecer o mesmo. Todos os processos seletivos previstos para a operação serão realizados no ano do Censo”, relatou o IBGE.

Com o Censo Demográfico realizado em 2021, os processos serão abertos novamente no ano que vem. Sendo assim, serão ofertadas 208.695 vagas temporárias, com a seguinte distribuição:

Nível Fundamental

  • Recenseador: 180.557 vagas.

Nível Médio

  • Agente Censitário Municipal: 5.462 vagas;
  • Agente Censitário Supervisor: 22.676 vagas.

Além deste, o IBGE tem mais dois editais previstos. O primeiro deles já está autorizado pelo Ministério da Economia, e ofertará 192 vagas para as seguintes carreiras: Agente Censitário de Pesquisa por Telefone (180 vagas) e Supervisor Censitário de Pesquisa e Codificação (12 vagas).

Conforme o aval, divulgado no mês de fevereiro, o IBGE deverá definir o salário dos profissionais a serem contratados, os requisitos também não foram revelados. Os candidatos aprovados atuarão com pesquisas para o Censo Demográfico, por telefone. A unidade de atuação será no Rio de Janeiro/RJ.

Ainda em fevereiro, foi confirmado pelo Instituto que o edital com 192 vagas, seria divulgado no mês de abril. Já o certame para Codificador ficaria para o final do ano, após a conclusão do Censo Demográfico em outubro.

“Os codificadores nos ajudam na consolidação dos dados que foram coletados na pesquisa. Esse (edital) a expectativa de entrada é lá para novembro, depois que o Censo já estiver concluído”, salientou o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros.

Mediante as mudanças, o IBGE deve seguir os trâmites de 2020. Dessa maneira, o concurso com mais de 208 mil vagas deverá ser reaberto no mês de março de 2021, seguido pelo edital com 192 vagas em abril de 2021. Já o certame para Codificadores, ficará para o final de 2021.

De modo a contemplar a data de referência dos últimos Censos Demográficos realizados no Brasil, o próximo Censo terá como marco o dia 31 de julho de 2021, com coleta de dados prevista entre 01 de agosto e 31 de outubro de 2021.

“A decisão leva em consideração a natureza de coleta da pesquisa, domiciliar e predominantemente presencial, com estimativa de visitas de mais de 180 mil recenseadores a cerca de 71 milhões de domicílios em todo o território nacional”, informou o IBGE.

Saiba mais sobre o Concurso IBGE: EDITAL com oferta mais de 208 mil vagas sairá em 2021!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais