Concurso ICMBio: Veja como foi a última prova!

icone calendario 09 nov 2020

Confira como foram as últimas provas do concurso Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para técnicos e analistas.

ICMBio 2014

A espera pela realização do certame ICMBio é cada vez maior, pois se trata de um dos órgãos ambientais onde a contratação de pessoal efetivo está em estudo pelo Governo Federal. O edital anterior é um dos mais recomendados para referência de estudo.

Efetuado em 2014 sob organização do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), o concurso do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade ofereceu 271 vagas.

Foram escolhidas as carreiras de níveis médio e superior, sendo distribuídas da seguinte maneira: 20 vagas para analista administrativo (nível superior), 30 vagas de analista ambiental (nível superior), 168 vagas de técnico administrativo (nível médio) e 53 vagas de técnico ambiental (nível médio). 

As oportunidades na área de analista administrativo eram para Brasília, enquanto as de analista ambiental incluíram Mato Grosso e Pará.

Por outro lado, as carreiras de nível médio contemplaram diversos estados, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Maranhão, Amazonas e outros.

Últimas provas

As etapas de avaliação foram divididas em três partes, sendo aplicadas para os candidatos de todos os cargos, além disso, tiveram caráter eliminatório e classificatório. Os concorrentes tiveram um total de quatro hora e 30 minutos em um mesmo dia para realizar todos os exames. 

As divisões ficaram da seguinte maneira:

  •  Prova objetiva de Conhecimentos Básicos (P1);
  • Prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2);
  • Prova discursiva (P3).

Prova objetiva

Com um total de 120 pontos, a P1 e a P2 somavam 120 questões, sendo 50 na primeira e 70 na segunda. As perguntas eram de acordo com o modelo tradicional do Cebraspe, no qual o candidato deveria julgar itens em ‘certo’ ou ‘errado’. 

As disciplinas foram as mesmas para todos os candidatos. A P1 (Conhecimentos Básicos), era formada pelas seguintes vertentes: português, noções de Informática, atualidades e ética no Serviço Público. 

Já a P2 (Conhecimentos Específicos) discorria sobre disciplinas diferentes de acordo com a carreira concorrida. 

Para não ser eliminado do concurso era necessário alcançar, ao menos: 10 pontos na P1; 21 pontos na P2; e 36 pontos na soma das duas.

Prova discursiva

A P3, que somava um total de 20 pontos, compreendia uma redação dissertativa de até 30 linhas. O tema era relacionado aos conhecimentos da área de cada cargo e os candidatos precisavam desenvolver o texto de acordo com um cenário apresentado pela banca. 

Foram corrigidas somente as provas discursivas dos candidatos aprovados nas provas objetivas e classificados conforme o edital, onde era observado a reserva de vagas para os candidatos com deficiência e respeitando os empates na última colocação.

O somatório da nota final nas provas objetivas e discursiva resultou na nota final do certame . Os concorrentes foram classificados de acordo com o número máximo de aprovados para cada cargo e região.

Saiba mais sobre o Concurso ICMBio: Novo edital está no radar do Governo; vagas poderão ser para os níveis médio e superior!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais