Compartilhar:

Concurso INSS: Saiba tudo sobre os editais dos últimos anos!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 06 maio 2019

Atenção concurseiros! O concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está perto da sua realização. Pensando nisso, a Nova Concursos preparou uma análise de como foram os editais dos últimos anos.

O objetivo é fornecer informações detalhadas de como têm sido os editais, bancas examinadoras, as matérias cobras, e a evolução do concurso até o presente momento.

Bancas organizadoras responsáveis pelo concurso INSS

Nos últimos 20 anos, a banca organizadora CESPE foi a principal responsável pela execução dos concursos do INSS. Somente em 03 ocasiões a banca foi alterada, veja no quadro abaixo:

Nova-banca-inss

Através dessa informação, o candidato pode investir na prática de exercícios da banca CESPE para se adaptar ao perfil da prova que é cobrado pela organizadora.

As questões da banca organizadora CESPE são no estilo “Certo e Errado”, mudando de forma considerável o modo de resposta de cada questão.

Publicação dos editais

Podemos verificar que os editais do concurso INSS foram divulgados em um intervalo máximo de 03 anos. Ocorreu inclusive, casos de concursos que tiveram o intervalo de apenas 01 ano.

Um dado interessante, é a época em que normalmente ocorreram as publicações dos editais, onde na maioria das vezes, acontece entre os períodos de final e início do ano, confira:

Nova-edital-inss

Como pode observar, em apenas duas ocasiões os editais foram publicados nos meses de Agosto e Setembro, nas demais ocasiões as publicações seguiram o padrão entre os meses de Novembro e Janeiro.

O intervalo entre o edital e a prova nos primeiros concursos foi muito curto, com exceção apenas do edital de 2015/2016, que teve um intervalo de 145 dias.

De acordo com o artigo 41 inciso l do Decreto n° 9.739/2019, os editais de concursos públicos deverão ter uma antecedência mínima de 04 meses da realização da primeira prova.

Nova-inss

Cargos do concurso INSS

Os cargos que mais possuem vagas nos editais analisados foram para Técnico com exigência de nível médio e para Analista, cujo é preciso ter o nível superior de formação.

Essa informação é importante, pois mesmo aqueles candidatos que possuem escolaridade de nível superior em área não contemplada no edital, eles poderão concorrer a uma vaga no cargo de Técnico.

Confira a disposição dos cargos:

  • CESPE (1999): Procurador Autárquico (230 vagas);
  • CESPE (2000): Auditor Fiscal (150 vagas);
  • CESPE (2003): Analista (1.522 vagas) e Técnico (2.276 vagas);
  • CESGRANRIO (2004): Analista Ciências Contábeis (200 vagas), Analista Previdenciário (100 vagas), Perito Médico (1.500 vagas) e Técnico Previdenciário (600 vagas);
  • CESPE (2007): Arquitetura (6 vagas), Arquivologia (7 vagas), Biblioteconomia (2 vagas), Computação (15 vagas), Ciências Atuariais (6 vagas), Comunicação Social (12 vagas), Direito (136 vagas), Engenharia Civil (73 vagas), Engenharia Civil, Mecânica ou Elétrica (7 vagas), Engenharia de Telecomunicações (7 vagas), Engenharia Elétrica (7 vagas), Engenharia Mecânica (7 vagas), Estatística (5 vagas), Pedagogia (34 vagas), Psicologia (35 vagas), Terapia Ocupacional (101 vagas), Analista (140 vagas) e Técnico (1.400 vagas);
  • CESPE (2009): Engenharia Civil (173 vagas) e Engenharia Elétrica (16 vagas);
  • CESPE (2010): Perito Médico (136 vagas);
  • FCC (2011): Perito Médico (375 vagas) e Técnico do Seguro Social (1.500 vagas);
  • FUNRIO (2013): Estatística (6 vagas), Ciências Contábeis (26 vagas), Direito (31 vagas), Administração (57 vagas), Engenharia Civil (31 vagas), Engenharia Mecânica (15 vagas), Engenharia Elétrica (13 vagas), Engenharia de Telecomunicações (7 vagas), Engenharia Segurança do Trabalho (7 vagas), Arquitetura (9 vagas), Técnico da Informação (26 vagas), Terapia Ocupacional (13 vagas), Pedagogia (7 vagas), Psicologia (24 vagas), Jornalismo (2 vagas), Publicidade e Propaganda (1 vaga), Fisioterapia (24 vagas) e Letras (1 vaga);
  • CESPE (2015): Analista do Seguro Social (149 vagas) e Técnico do Seguro Social (800 vagas).
Nova-inss

Principais matérias cobradas

Cada cargo possui algumas matérias diferenciadas entre si, de acordo com cada especialidade. Geralmente as disciplinas cobradas nas provas são de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos.

Nos conhecimentos específicos cada especialidade possui matérias específicas de avaliação. Listamos apenas as matérias mais comuns aos cargos de uma forma geral. Reforçando que cada cargo possui seus próprios conhecimentos específicos.

Confira as matérias comuns mais cobradas no decorrer desses anos:

Conhecimentos Gerais

Nova-matérias-inss

Conhecimentos Específicos

Nova-materias-inss

Os cargos de nível superior, na maioria dos editais englobam apenas provas objetivas, compostas de questões de conhecimentos gerais e específicos.

A exceção foi por conta do concurso de 1999 para o cargo de Procurador Autárquico, que na época constou com prova objetiva, prova de redação e prova de títulos.

Nova-inss

Para o cargo de Perito Médico, no ano de 2004 houve previsão de curso de formação, já no ano de 2011 ocorreu prova de títulos, além da prova objetiva.

» Prepare-se com a Apostila INSS + 6 BÔNUS (GRÁTIS) «

Para os demais cargos de nível superior, a exigência foi apenas de provas objetivas de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, mesma exigência para os cargos de nível médio.

Confira outras informações, acessando o Concurso INSS!

Saiba mais sobre o Concurso INSS: Déficit de 22 mil servidores reforça necessidade de certame!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais