Concurso Polícia Federal: Ministro da Justiça diz que trâmites estão avançados!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 28 out 2020

Foi informado pelo Ministro da Justiça, André Mendonça, que os trâmites para o novo concurso Polícia Federal estão avançados. Saiba mais!

Trâmites do concurso Polícia Federal

O discurso do ministro da Justiça e da Segurança Pública, durante a cerimônia de abertura do novo curso de formação de policiais, ainda repercute. Foi informado pelo chefe da pasta, que os trâmites do novo concurso Polícia Federal estão avançados. Dessa maneira, o edital fica mais próximo de ser publicado.

Vale ressaltar, que para que o edital possa ser divulgado é necessário o aval oficial do Ministério da Economia. Entretanto, as declarações do ministro reforçam a ideia de que a Economia já está apalavrada e deve liberar o aval oficial com 2.000 vagas o quanto antes.

Quer Receber Todas as Novidades da PF?

Receba em seu e-mail todas as movimentações do Concurso da PF

Em relação a oferta de 2.000 vagas no certame , o ministro André Mendonça, mais uma vez citou esse quantitativo para o concurso Polícia Federal. Sendo assim, é bem provável que o Ministério da Economia libere o aval com essa quantidade de oportunidades, já que todos os representantes usam o mesmo discurso.

Quem confirmou a fala do ministro foi o próprio Governo Federal, em nota publicada, que reafirma as declarações de André Mendonça, e ainda informa que:

“A Polícia Federal alcançará o maior efetivo da sua história com a realização de um novo concurso, em breve, para o preenchimento de 2 mil vagas. O ministro André Mendonça exaltou o empenho do presidente Jair Bolsonaro na realização do certame e afirmou que os trâmites para publicação do novo edital estão avançados”, salientou o Governo Federal.

O evento que o ministro da Justiça esteve participando foi a cerimônia de abertura dos Cursos de Formação Profissional (CFP) para os cargos de Delegado e Perito, que tiveram convocação recentemente de candidatos excedentes.

“Os senhores não chegaram na linha de chegada. Os senhores se credenciam a estar na largada, onde concorrerão, não entre si, mas com o crime, com a criminalidade organizada que nos faz viver em um estado de insegurança há mais de 30 anos”, informa o ministro André Mendonça.

Ainda foi pontuado pelo chefe da pasta, que com este certame a Polícia Federal irá contar com um efetivo histórico, destacando também que:

“Há uma preocupação efetiva com o combate ao crime. Há um reconhecimento efetivo da instituição Polícia Federal e há o reconhecimento de que, de fato, o maior valor da Polícia Federal são os senhores”, disse o ministro Mendonça.

Também foi relatado pelo ministro, que o presidente da República, Jair Bolsonaro, interveio junto ao ministro da Economia, Paulo Guedes, pelo aval das 2.000 vagas. A justificativa junto ao chefe da pasta foi que essa seria uma missão.

Nova-PF

Presidente da Fenapef que concurso Polícia Federal para repor vacâncias

Foi pontuado por Luís Boudens, que pretende apoiar o gatilho de 5%. Esse gatilho faz parte de um Projeto de Lei, do deputado delegado Pablo, do PSL Amazonas, tornando obrigatório a realização de concurso para suprir cargos vagos.

O presidente da Fenapef relatou que assim que acertada a questão da distribuição das vagas, pretende apoiar esse gatilho.

Em relação ao Projeto de Lei, é explicado pela Fenapef que o texto informa que se fará necessário a realização de novo concurso Polícia Federal sempre que o número de cargos vagos ultrapassar 5% do respectivo total de cargos existentes.

“Segundo a justificativa apresentada pelo parlamentar no PL, a proposta tem como objetivo possibilitar que sejam realizados concursos públicos para recompor as vagas do quadro de servidores da Polícia Federal decorrente de aposentadorias, falecimentos e outras modalidades de vacâncias. O projeto não cria vagas nem despesa para a Administração Pública, apenas autoriza que seja recomposta a força de trabalho perdida em face dos cargos vagos”, informou a categoria.

A última semana do mês de outubro pode ser decisiva e irá definir os rumos do concurso Polícia Federal. A corporação aguarda pelo aval do Ministério da Economia e espera que isso ocorra nos próximos dias, para que haja tempo hábil de cumprir o seu cronograma.

A corporação espera pode contar com aval em outubro para que a banca organizadora seja definida em seguida. O cronograma prévio da Polícia Federal, prevê assinatura de contrato com a banca organizadora no dia 23 de novembro e a publicação do edital no dia 8 de dezembro de 2020.

Saiba mais sobre o Concurso Polícia Federal 2020: Edital irá ofertar 2 mil vagas na área Policial!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais