Compartilhar:

Concurso SEE MG: Governo anuncia mais de 7 mil nomeações até 2020!

icone calendario 26 ago 2019

Na última quinta-feira (22), foi confirmado através do governo de Minas Gerais, que 8.000 candidatos aprovados no Concurso SEE MG (Secretaria de Educação de Minas Gerais) serão convocados até o primeiro semestre de 2020. A divulgação foi realizada pelos secretários de Planejamento e Gestão (Seplag), Otto Levy, e de Educação, Julia Sant’anna.

⇒ Confira todas as informações na página do concurso!

Segundo informações de Levy, as 1.000 convocações serão divulgadas pelo Diário Oficial do Estado em até dez dias. Já outras, 2.000 nomeações serão realizadas ainda este ano. Agora as 5.000 restantes, serão feitas até junho de 2020.

As nomeações para a posse, segundo informações da titular da pasta de Educação, revelou que a prioridade será para os candidatos que foram aprovados e que estão aguardando há muito tempo pela convocação do governo. Sendo chamados, aqueles candidatos que estão próximos do término de validade do concurso.

Os prazos foram divulgados na última quinta-feira (22), durante a visita técnica da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa do Estado (AL-MG) à Secretaria de Planejamento. Os cargos não foram divulgados, assim como as lotações dos novos servidores.

Concurso SEE MG

O último concurso, que ocorreu em 2017, a Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais, publicou um edital com oferta de 16.700 vagas, sendo distribuídas entre professores da Educação Básica e especialista em Educação Básica (orientação/supervisão pedagógica).

O concurso obteve, cerca de 130 mil inscritos. Sendo 47 mil candidatos inscritos no setor de especialista e o restante em Educação Básica. O salário é de R$ 2.135,64, com jornada de trabalha de 24h semanais.

Formas de avaliação do concurso SEE MG

Os candidatos realizaram uma prova objetiva com 60 questões, sendo 10 de Português,10 de Matemática, 10 de Conhecimentos Didático-pedagógico e 30 de Conhecimentos Específicos.

Para o candidato ser aprovado, ele deveria obter 50% de acertos na categoria de Conhecimentos Gerais e Específicos. O concurso ainda obteve a etapa de prova de títulos, com caráter classificatório.

O concurso foi marcado por grandes reclamações realizadas ao Ministério Público, referentes as provas objetivas, sendo que vários candidatos relataram que as provas começaram com uma hora de atraso e conteve fotos e vídeos dos cadernos de provas circulando nas redes sociais.

Porém, a organização do concurso só encontrou irregularidades nas regiões de Varginha, Montes Claros, Pirapora e Governador Valadares. Somente nessas regiões, que as provas foram aplicadas novamente.

Saiba mais sobre o Concurso Educação MG (SEE-MG)

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais