Concurso Senado Federal: Com reajuste, salário inicial chega ao valor de R$ 34,4 mil!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 11 ago 2020

Mediante os reajustes aplicados em 2020, os candidatos aprovados no concurso Senado Federal poderão ganhar salários em início de carreira, até R$ 34,4 mil.

Reajuste salarial no concurso Senado Federal

As remunerações são uns dos grandes atrativos do concurso Senado Federal. Após reajuste salarial, os candidatos aprovados poderão ganhar até R$ 34,4 mil por mês, além de vantagens e benefícios concedidos para as carreiras. Os dados são do mês de abril de 2020.

Para a carreira de Policial Legislativo, função que exige apenas o nível médio completo, os salários iniciais são de R$ 20.410,07. O que representa cerca de 19 vezes o valor do salário mínimo atual, de R$ 1.045,00.

O concurso Senado Federal também ofertará vagas para diversas especialidades de Analista Legislativo, carreira que tem exigência do nível superior. Nesse caso, as remunerações atuais são de R$ 26.880,04, equivalente a mais de 25 salários mínimos.

Quer Receber Todas as Novidades do Senado?

Receba em seu e-mail todas as movimentações do Concurso do Senado

Por último, o cargo de Advogado também será ofertado no certame , que exige o nível superior em Direito e conta com salário inicial de R$ 34.443,96. Isso representa mais de 32 vezes o valor do salário mínimo.

Todos os valores das remunerações do Senado já contam com o auxílio-alimentação de R$ 982,28. Os candidatos aprovados na seleção , ainda têm direito a R$ 147,83 de auxílio-transporte, R$ 676,00 de assistência médica e odontológica, R$ 831,95 de assistência pré-escolar, exames periódicos e capacitações. Os servidores são contratados pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade empregatícia.

Bancas organizadoras do concurso Senado Federal

É realizado pelo Senado Federal, o processo de escolha da banca organizadora do seu novo concurso com 40 vagas. Foi confirmado pela Assessoria de Imprensa, que três empresas foram classificadas na primeira etapa, sendo elas:

  • Cebraspe;
  • FGV (Fundação Getúlio Vargas);
  • Instituto IDECAN.

A banca organizadora contratada será responsável por receber as inscrições do concurso e aplicar as etapas, como provas objetivas.

Foi concluído pela comissão examinadora, a análise das propostas técnicas recebidas de oito bancas organizadoras interessadas em organizar o concurso Senado Federal. Após o exame dos requisitos jurídicos, técnicos, econômico-financeiros e de regularidade fiscal e trabalhista, três instituições foram habilitadas.

“Para a assinatura do contrato, serão observadas as normas procedimentais estabelecidas pelo Ato da Diretoria-Geral nº 9/2015, que estabelece o Regulamento de Compras e Contratações do Senado Federal, e a assinatura do contrato somente ocorrerá após a deliberação das autoridades competentes”.

Em razão da Covid-19 e da atual crise econômica, o Senado Federal não informou um prazo para a publicação do edital do certame .

“Considerando a crise de saúde pública atual e o rito procedimental para formalização do contrato, não há previsão para publicação do Edital de Abertura”, informou Roberci Ribeiro, presidente da comissão examinadora.

Ainda conforme Ribeiro, o ideal seria concluir o concurso Senado Federal em 2020. Uma vez que a lei orçamentária prevê o provimento dos 40 candidatos aprovados. Para ele, não há como saber se essa reserva também constará no Orçamento de 2021.

Saiba mais sobre o Concurso Senado Federal: Autorizadas 40 vagas para médio e superior!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais