Concurso TJ RJ: Órgão pode ter déficit de 400 cargos até o final do ano!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 04 ago 2020

O órgão pode acumular um déficit de 400 cargos até o final de 2020, o que pode ser positivo para a chamada de candidatos aprovados no concurso TJ RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro).

Déficit de cargos no TJ RJ

Até o final de 2020, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pode apresentar um déficit de 400 cargos, que geram potenciais reposições por candidatos aprovados no concurso TJ RJ. Esse número é referente à possível adesão ao PIA (Programa de Incentivo à Aposentadoria) mais as saídas recorrentes a cada mês.

O órgão bloqueou 551 cargos vagos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário, como compensação financeira ao Conselho de Supervisão do Regime de Recuperação Fiscal. Dessa maneira, fica o questionamento de como ficam as nomeações dos candidatos aprovados na seleção .

Quer Receber Todas Oportunidades para Concursos de Tribunais?

Receba em seu e-mail todas as movimentações de Concursos para Tribunais

Para nomear novos servidores, o tribunal precisa de vacâncias. Porém, como o órgão tem o déficit bloqueado até 30 de julho, as convocações de candidatos aprovados só poderão ser feitas para preencher postos que vagaram a partir do dia 31 de julho de 2020.

Foi lançado pelo tribunal, um novo Programa de Incentivo à Aposentadoria (PIA), que pode aumentar o número de vacâncias nos próximos meses. Esse plano visa estimular o desligamento voluntário de servidores que já tenham condições necessárias para aposentadoria, de modo a diminuir os gastos com a folha de pessoal.

No mês de agosto de 2019, o presidente do TJ RJ , desembargador Claudio de Mello Tavares, mencionou que o último PIA gerou 333 aposentadorias no órgão. Caso essa frequência seja mantida no programa deste ano, o tribunal terá em torno de 300 vacâncias para preenchimento.

Nova-TJ-RJ

Paralelo a isso, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro apresenta cerca de 20 a 25 saídas por mês. Os dados foram passados pelo diretor de Gestão de Pessoas do órgão, Gabriel Albuquerque, logo após a abertura do novo certame .

“O tribunal tem saídas constantes mensais, em torno de 20 a 25 aposentadorias. O quadro de servidores vem diminuindo ao longo do tempo. E a administração do tribunal precisa ter um concurso válido para repor a mão de obra que se aposenta ou se exonera para que o serviço continue sendo prestado”, informou Albuquerque.

Vacâncias podem chegar a 1.000 servidores até 2022

Conforme informado, o déficit no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vem crescendo cada mês. De acordo com uma projeção de vacâncias, até o ano de 2022, o déficit no órgão poderá ser de:

  • Até o final de 2020: 300 aposentadorias do PIA + 25 saídas mensais = 425 vacâncias;
  • Ano 2021: 25 saídas por mês x 12 meses = 300 vacâncias;
  • Ano 2022: 25 saídas por mês x 12 meses = 300 vacâncias;
  • Total: 1.025 vacâncias em 03 (três) anos.

Como o edital do concurso TJ RJ oferta 160 vagas de caráter imediato, até a homologação da seleção, o órgão deverá ter esse quantitativo para nomear os servidores, no primeiro momento. Além da possibilidade de chamar candidatos aprovados do cadastro de reserva, como é costume do tribunal.

Ressaltando que não basta apenas ter vacância, o tribunal deve ter orçamento para conseguir nomear os candidatos aprovados no certame .

Foi identificado que com a queda de arrecadação por conta da pandemia da Covid-19, pode influenciar nas nomeações dos candidatos aprovados.

“Infelizmente agora temos uma queda na arrecadação decorrente do isolamento em face da Covid-19. Esses fatores são analisados, com autonomia, pelos chefes dos respectivos poderes/instituições”.

Saiba mais sobre o Concurso TJ RJ: EDITAL oferta 160 vagas para nível médio e superior!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais