Concurso TRF3: 35 vagas autorizadas para preenchimento em 2020!

icone calendario 30 nov 2020

As oportunidades aprovadas para o concurso TRF3 são para preenchimento ainda em 2020. A seleção TRF3 ofertou em 2019 vagas para técnicos e analistas judiciários.

Novidades sobre o certame TRF3

Foram autorizadas na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020 mais 35 vagas para preenchimento no Tribunal Regional Federal da 3ª região. O órgão, que abrange os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, realizou a seleção do TRF3 em 2019, para técnicos e analistas judiciários

A Lei Orçamentária Anual,  se trata de uma lei elaborada pelo Poder Executivo para estabelecer as despesas e as receitas que serão realizadas no ano de referência. 

Até então, não foi informado como será feita a divisão interna para estas oportunidades, entretanto, de acordo com a comissão de aprovados, cinco dessas chances seriam destinadas à área de Tecnologia da Informação (TI).

Cerca de 300 vagas já foram aprovadas para órgãos do Judiciário Federal no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), para o ano de 2021. O documento faz uma previsão das receitas e despesas anuais da União e, para a área de concursos públicos.  

As oportunidades serão distribuídas entre os certames válidos para os TRFs 1, 2, 3 4 e 5, sejam da área de apoio ou de magistrados, no ano que vem. Entretanto, as novas 35 vagas autorizadas são para esse ano ainda. 

Nova-TRF3

Sobre as provas da última seleção

A avaliação de todos os candidatos foi por meio de provas objetivas, realizadas no dia 1º de dezembro de 2019. As avaliações foram aplicadas na cidade de São Paulo, para os candidatos inscritos na seção judiciária do estado e em Campo Grande-MS, para inscritos na unidade de Mato Grosso do Sul.

As avaliações foram compostas por 60 questões de múltipla escolha, com conteúdo sobre as seguintes disciplinas:

Conhecimentos Gerais (20 questões) : Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Noções de Sustentabilidade, Noções de Governança Corporativa, Noções de Gestão Estratégica, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional); e

Conhecimentos Específicos (40 questões).

Foi também realizada uma prova discursiva, formada por um estudo de caso, para todos os candidatos, em exceção para aqueles que disputavam a função de técnico judiciário da área Administrativa, estes tiveram uma redação de 20 a 30 linhas.

Todas as provas foram no total de 10 pontos e foi considerado habilitado o candidato que conseguiu, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Gerais e, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos.

Saiba mais sobre o Concurso TRF 3

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais