Extinção de mais de 60 mil cargos públicos, como ficam os concursos?

icone calendario 15 jan 2018

Se você é concurseiro já deve saber que na última semana, o Presidente Michel Temer assinou o decreto que autoriza a extinção de 60.923 cargos públicos da estrutura dos órgãos e entidades do Executivo Federal.

O Decreto de nº 9.262 foi publicado no Diário Oficial da União do último dia 10 de janeiro de 2018.

A notícia trouxe agitação no mundo dos concurseiros, contudo não há com que se preocupar!

A iniciativa contribui para tornar a arquitetura de cargos e carreiras mais adequada às necessidades atuais e futuras da administração pública.

De acordo com o Ministério de Planejamento, os cargos extintos não são de concurso, são obsoletos ou que passaram a ser realizados de maneira terceirizada.

“A identificação dos cargos descritos no decreto levou em conta sua falta de correspondência com a realidade do trabalho contemporâneo, como nos casos dos cargos de datilógrafos e digitadores”, informou o Planejamento.

Do total de cargos eliminados pelo decreto, 37,8 mil estão vagos. Os demais 6% dos 635 mil servidores públicos da administração federal – ainda estão ocupados – e serão extintos conforme forem vagando.

Portanto, concurseiro, não precisa se preocupar quanto à sua vaga de servidor público, ela ainda continua lá!

Quais os cargos extintos?

A maioria dos cargos extintos é obsoleta, tais como, seleiro, barqueiro, operador de máquina copiadora, digitador, telefonista, editor de vídeo tape, assistente de som, datilógrafo entre outros.

Para Augusto Chiba, secretário de Gestão de Pessoas do MP, “o decreto é um passo importante para uma melhor organização dos quadros de pessoal hoje existentes e contribui para a modernidade do serviço público”.

Vagas excluídas que geraram polêmica

Algumas exclusões geraram certa polêmica, entre elas a extinção de 581 cargos de Médicos Veterinários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), com concurso em andamento. Porém o Planejamento informou que esses cargos não são os mesmos do concurso.

Outra exclusão que gerou surpresa faz parte da estrutura do Poder Executivo. Foram extintos 1.624 caros de Analistas do Seguro Social, em áreas como Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Odontologia e Administração, entre outras.

Critérios utilizados

A identificação dos cargos descritos no decreto levou em conta sua falta de correspondência com a realidade do trabalho contemporâneo, como nos casos dos cargos de datilógrafos e digitadores. Constam também cargos cujas atividades passaram a ser realizadas pela contratação indireta de serviços, o que se aplica, por exemplo, a motoristas e telefonistas.

A Nova Concursos  tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar suas chances de passar, conheça nossos materiais acessando nosso site!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais