TJ SP – Escrevente: Inscrições Abertas! Nível médio e ganhos de R$ 5,6 mil!

icone calendario 18 set 2017

tj-sp-250X250 Excelente notícia aos concurseiros que aguardavam o concurso do Tribunal de Justiça de São Paulo.

>> Compre a Apostila Impressa TJ SP ou estude com o curso online e parcele sem juros

Já estão abertas as inscrições para a carreira de Escrevente Técnico Judiciário. São 590 vagas com exigência de nível médio e salário de R$ 5,6 mil!

Inscrições

Os interessados devem se inscrever até o dia 17 de maio de 2017, por meio do site da organizadora Vunesp. A taxa de participação custa R$ 68,00.

>> Compre aqui a Apostila TJ SP – Escrevente Técnico Judiciário e parcele o pagamento sem juros!

Vagas

São oferecidas 590 oportunidades, contudo a expectativa é de que este número seja muito maior durante a validade do concurso (de um ano), podendo se estender pelo mesmo período.

Atualmente o órgão conta com um deficit de 2.969 Escreventes em todo o estado. Conheça mais 10 motivos para prestar o concurso TJ SP – Escrevente!

Salários

A remuneração é de R$ 5.697,18 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Lembrando que os aprovados contarão ainda com adicional de salário e progressão na carreira.

Provas

A prova está prevista para o dia 2 de julho de 2017, portanto é preciso começar a estudar agora, saiba como aqui! Se estiver em dúvida sobre o que é preciso estudar, veja o que cai na prova aqui!

Para mais informações e acesso ao edital, veja a página do Concurso TJ SP – Escrevente

A editora Nova tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

BANNER GENÉRICO

Saiba mais sobre o Concurso TJ SP: NOVO EDITAL pode ser divulgado no segundo semestre de 2020!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais