Concurso SEFA PA: EDITAL pode ser publicado ainda em 2020!

Foi informado pelo secretário da Fazenda do Pará, René Sousa Júnior, que pretender realizar o novo concurso SEFA PA (Secretaria de Estado da Fazenda do Pará) no segundo semestre de 2020. O documento poderá ofertar vagas para os cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e para Fiscal de Receitas Estaduais, ambas as carreiras têm ex...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Foi informado pelo secretário da Fazenda do Pará, René Sousa Júnior, que pretender realizar o novo concurso SEFA PA (Secretaria de Estado da Fazenda do Pará) no segundo semestre de 2020.

O documento poderá ofertar vagas para os cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e para Fiscal de Receitas Estaduais, ambas as carreiras têm exigência do nível superior completo.

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará, irá realizar em breve um novo concurso SEFA PA. Inclusive, o edital está previsto para ser divulgado em 2020. Após a Seplad ter anunciado o certame, foi a vez do presidente da Fenafisco, Charles Alcantara, confirmar a possibilidade de edital este ano.

Em entrevista ao governo do Estado do Ceará, o presidente da Fenafisco informou: “Aqui no Pará terá concurso público este ano, provavelmente”.

Ainda foi destacado pelo presidente, a importância de realizar um novo concurso SEFA PA este ano, ou o quanto antes, para repor o quadro de servidores. Mais detalhes e como andam os preparativos não foram divulgados, mas declarou:

“A SEFA ganha muito com concurso. É necessário, é importante”.

Realização do novo concurso SEFA PA

Com seu último edital divulgado no ano de 2013, a Secretaria de Estado da Fazenda do Pará prevê um novo concurso público ainda em 2020. O novo processo deve contemplar os cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e Fiscal de Receitas Estaduais.

Isso porque, durante a primeira reunião da nova diretoria do Sindifisco Pará com secretários e diretores da Secretaria, a realização do concurso SEFA PA voltou a ser mencionada.

De acordo com o secretário da Fazenda, René Sousa Júnior, a previsão é que o certame aconteça ainda em 2020, a fim de sanar o déficit de cargos no órgão, principalmente pelos pedidos de aposentadoria.

Vale ressaltar, que no mês de fevereiro deste ano, ocorreu um outro encontro entre associados do Sindifisco e o secretário. Na época, a expectativa para uma nova seleção ao cargo de Auditor já havia sido pauta.

Entretanto, segundo René, seria preciso resolver questões como lotação e remoção, no intuito de chegar a um quantitativo de vagas para o concurso SEFA PA.

Mudanças prevista para novos concursos

O novo concurso SEFA PA virá com mudanças, em relação aos certames anteriores. A primeira mudança se dá na carga horária dos servidores, seguida da exigência de domicílio no Pará. Já a terceira mudança, é sobre a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Segundo o secretário da Fazenda, René Sousa Júnior, a alteração na jornada de trabalho está sendo aprimorada. No entanto, já foi descartada, no momento, a possibilidade de Home Office, que seria uma das principais reivindicações de parte representativa da categoria. “Não temos ainda maturidade para isso. É uma construção”, afirmou o secretário.

Outra mudança que já está certa para novo concurso SEFA PA, é a adoção do ponto eletrônico e normatização das escalas de trabalho, cabendo, ainda, formulação sobre o tratamento em algumas áreas.

Cargos no concurso SEFA PA

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará, abrange dois cargos: Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e Fiscal de Receitas Estaduais, que devem ser providos através do concurso SEFA PA. Ambas as carreiras exigem formação de nível superior e possuem 600 vagas criadas.

Para o cargo de Auditor Fiscal, o salário inicial tem o valor de R$ 7.494,86, os ganhos podem chegar com as progressões a R$ 9.687,93. Já para a carreira de Fiscal de Receitas, a remuneração inicial é de R$ 5.920,94, com as progressões os servidores podem ganhar R$ 7.653,02.

Em relação ao quantitativo de vagas, foi informado que o edital poderá ofertar 110 vagas para os seguintes cargos:

  • Auditor: 100 vagas;
  • Fiscal: 10 vagas.

Sobre a SEFA PA

Missão

Realizar a gestão fazendária com justiça fiscal, contribuindo para o equilíbrio das contas públicas, a promoção da cidadania e o desenvolvimento sustentável do Estado do Pará.

Visão

Ser instituição de excelência em gestão fazendária, reconhecida por sua atuação inovadora e ética.

Valores

– Transparência;

– Ética;

– Justiça fiscal;

– Valorização do servidor;

– Respeito ao cidadão;

– Comprometimento com resultados.

Sobre o Estado do Pará

Pará é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está situado na Região Norte, sendo o segundo maior estado do país em extensão territorial, com uma área de 1 247 954,666 km², constituindo-se na décima-terceira maior subdivisão mundial. É maior que a área da Região Sudeste brasileira, com seus quatro estados, e um pouco menor que o estado norte-americano do Alasca. É dividido em 144 municípios, que possuem área média de 8 664,50 km². O maior deles é Altamira com 159 696 km², o quinto município mais extenso do mundo, e o menor é Marituba, com 103,279 km². Sua capital é o município de Belém e seu atual governador é Helder Barbalho.

Com 8,5 milhões de habitantes, é o estado mais populoso da Região Norte e o nono mais populoso do Brasil. Dois de seus municípios possuem população acima de 500 mil habitantes: Belém, a capital e sua maior cidade com 1,4 milhão de habitantes em 2018 e Ananindeua, com 525,5 mil habitantes. O estado é ainda, subdividido em 7 regiões geográficas intermediárias e 21 regiões geográficas imediatas. Seus limites são com o estado do Amapá a norte, Roraima a noroeste, Amazonas a oeste, Mato Grosso a sul, Tocantins a sudeste, Maranhão a leste; além do Suriname e Guiana ao extremo norte. O Pará possui uma densidade demográfica considerada baixa, sendo superado apenas por Rondônia em sua macrorregião. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2018 a densidade demográfica equivalia a 6,70 habitantes por quilômetro quadrado. Existem três regiões metropolitanas no estado: a Região Metropolitana de Belém, com 2,5 milhões de habitantes, a Região Metropolitana de Marabá, com 350 mil habitantes, e a Região Metropolitana de Santarém, com 335 mil habitantes.

A região que hoje forma o estado do Pará foi explorada, inicialmente, pelo espanhol Francisco de Orellana. Orellana iniciou sua viagem partindo da foz do rio Amazonas, percorrendo todo o interior amazônico, enquanto descrevia em cartas as belezas e possíveis riquezas do local, com os fatos e atos mais prováveis de chamar a atenção da coroa espanhola. A partir do século XVII a região passou a integrar a capitania do Maranhão, e em 1616 foi criada a Capitania do Grão-Pará. Os portugueses decidiram expandir seus domínios para o oeste, criando o Estado do Grão-Pará e Rio Negro, que englobava tanto o atual estado do Pará como a Capitania de São José do Rio Negro, hoje o estado do Amazonas.

O território paraense é coberto pela maior floresta tropical do mundo, a Amazônia. O relevo é baixo e plano; 58% do território se encontram abaixo dos 200 metros. As altitudes superiores a 500 metros estão nas seguintes serras: Serra dos Carajás, Serra do Cachimbo e Serra do Acari. Nos últimos anos, o estado experimentou um notável crescimento econômico, registrando um Produto interno bruto (PIB) considerado alto e uma urbanização maciça em suas maiores cidades. No entanto, o Pará ainda registra vários problemas sociais e ambientais, especialmente em seu interior. Vem do Pará o maior índice de desmatamento no Brasil, mesmo em áreas de preservação ambiental, alinhado a outras anomalias sociais. Problemas como a pobreza e criminalidade são encontrados demasiadamente e o estado possui a segunda pior educação pública do Brasil, conforme o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD-Brasil), além do quarto menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da nação, com 0,698 (2017) e o município com a pior qualidade de vida em todo o país, Melgaço, situado na Ilha de Marajó.

Último concurso SEFA PA

O último concurso SEFA PA teve seu edital divulgado no ano de 2013. Na ocasião, foram ofertadas 200 vagas, sendo 100 vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e 100 vagas para Fiscal de Receitas Estaduais.

Ambos os cargos tinham como requisito o nível superior, e possuem carga horária de 30 horas semanais. Os salários eram nos valores de R$ 4.560,38 para Fiscal de Receitas, e de R$ 5.772,64 para Auditor Fiscal.

Além dos vencimentos base, as remunerações dos cargos ofertados são constituídas de gratificações legais e outras vantagens, previstas na Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de 2011.

A banca organizadora responsável pela execução do certame foi a UEPA (Universidade Estadual do Pará).

A avaliação dos candidatos foi por meio da aplicação de três provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, compreendendo:

– 1ª Prova de Conhecimentos Gerais: 80 questões;

– 2ª Prova de Conhecimentos Básicos: 60 questões;

– 3ª Prova de Conhecimentos Específicos: 60 questões.

A realização das provas objetivas do concurso SEFA PA ocorreu nas cidades de Altamira, Belém, Marabá, Redenção e Santarém, todas localizadas no Estado do Pará.

O certame teve prazo de validade de 01 (um) ano, podendo ser prorrogado por igual período. Foram registrados mais de 9.000 candidatos inscritos para disputar as vagas do concurso SEFA PA.

Histórico de Notícias

28/07/2020

Concurso SEFA PA: Fenafisco prevê publicação do edital ainda em 2020!

Confirmado pelo presidente da Fenafisco, que o edital do concurso SEFA PA (Secretaria de Estado da Fazenda do Pará) está previsto para sair ainda em 2020.

Continuar lendo
22/06/2020

Concurso SEFAZ PA: Edital pode ser publicado no segundo semestre de 2020!

Foi informado pelo secretário da Fazenda do Pará, René Sousa Júnior, que pretender realizar o novo concurso SEFAZ PA no segundo semestre de 2020.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais