Questões provas anteriores Polícia Militar SP | Nova Concursos

Questões provas anteriores Polícia Militar SP

icone calendario 10 mar 2021

Atenção concurseiros inscritos no concurso PM SP (Polícia Militar do Estado de São Paulo)! As inscrições já estão encerradas para uma das 2.700 vagas.

As oportunidades são para Soldado PM 2ª Classe, com exigência de nível médio e salários de R$ 3,3 mil!

Como serão as provas do concurso PM SP 2021?

Durante o ato de inscrição o candidato deverá optar por uma das seguintes cidades de realização das provas:

Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

Os candidatos serão avaliados nas seguintes etapas:

  • Prova Objetiva – de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Dissertativa – de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exames de Aptidão Física – de caráter eliminatório;
  • Exames de Saúde – de caráter eliminatório;
  • Exames Psicológicos – de caráter eliminatório;
  • Avaliação da Conduta Social – de caráter eliminatório;
  • Análise de Documentos – de caráter eliminatório.

As provas objetiva e dissertativa serão aplicadas no mesmo dia, 11 de abril de 2021, e terão a duração de 4 horas, sendo realizadas no período da tarde.

Confira agora algumas questões gabaritadas de provas anteriores e teste seus conhecimentos nas matérias cobradas no concurso PM SP.

Questões provas anteriores PM SP

Língua Portuguesa

Leia o texto, para responder a questão a seguir.

Meu ideal seria escrever uma história tão engraçada que aquela moça que está naquela casa cinzenta quando lesse minha história no jornal risse, risse tanto que chegasse a chorar e dissesse – “ai meu Deus, que história mais engraçada!”

E então a contasse para a cozinheira e telefonasse para duas ou três amigas para contar a história; e todos a quem ela contasse rissem muito e ficassem alegremente espantados de vê-la tão alegre. Ah, que minha história fosse como um raio de sol, irresistivelmente louro, quente, vivo, em sua vida de moça reclusa, enlutada, doente. Que ela mesma ficasse admirada ouvindo o próprio riso, e depois repetisse para si própria – “mas essa história é mesmo muito engraçada!”

Que nas cadeias, nos hospitais, em todas as salas de espera, a minha história chegasse – e tão fascinante de graça, tão irresistível, tão colorida e tão pura que todos limpassem seu coração com lágrimas de alegria; que o comissário do distrito, depois de ler minha história, mandasse soltar aqueles bêbados e também aquelas pobres mulheres colhidas na calçada e lhes dissesse – “por favor, se comportem, que diabo! Eu não gosto de prender ninguém!” E que assim todos tratassem melhor seus empregados, seus dependentes e seus semelhantes em alegre e espontânea homenagem à minha história.

E que ela aos poucos se espalhasse pelo mundo e fosse contada de mil maneiras, mas que em todas as línguas ela guardasse a sua frescura, a sua pureza, o seu  encanto surpreendente.

E quando todos me perguntassem – “mas de onde é que você tirou essa história?” – eu responderia que ela não é minha, que eu a ouvi por acaso na rua, de um desconhecido que a contava a outro desconhecido, e que por sinal começara a contar assim: “Ontem ouvi um sujeito contar uma história…”

E eu esconderia completamente a humilde verdade: que eu inventei toda a minha história em um só segundo, quando pensei na tristeza daquela moça que está doente, que sempre está doente e sempre está de luto e sozinha naquela pequena casa cinzenta de meu bairro.

(Rubem Braga, Meu ideal seria escrever… Elenco de cronistas modernos. Adaptado)

É correto afirmar que o desejo do narrador, com a criação de uma história engraçada, é

  • (A) vê-la percorrer o mundo e trazer para si o merecido reconhecimento, tirando-o do anonimato.
  • (B) intervir na vida das pessoas, fazendo-as questionar se a anedota realmente lhes traz algum benefício.
  • (C) fazer com que as pessoas riam muito, até de si mesmas, até que percebam a realidade a sua volta.
  • (D) chamar a atenção de outras pessoas para o estado de tristeza e de isolamento da moça da casa cinzenta.
  • (E) mudar estados de espírito, levando alegria e despertando bons sentimentos nas pessoas.

Resolução – Alternativa “E”

Matemática

Um lote de livros será dividido em caixas, cada uma delas contendo o mesmo número de livros. Pode-se colocar em cada caixa 20 livros, mas também é possível colocar 24 livros em cada uma, ou 25 livros em cada uma, e qualquer que seja a opção, todos os livros do lote ficarão guardados não sobrando livro algum fora das caixas. O menor número de livros desse lote é

  • (A) 540.
  • (B) 720.
  • (C) 660.
  • (D) 600.
  • (E) 480.

Resolução – Alternativa “D”

Conhecimentos Gerais

História Geral

Primeira Guerra Mundial – A causa imediata da eclosão do conflito foi o assassinato em Sarajevo, em 28 de junho de 1914, do herdeiro do trono austro-húngaro, arquiduque Francisco Ferdinando, por um militante nacionalista sérvio. O fato motivou um ultimato do Império Austro-Húngaro à Sérvia e, em 28 de julho seguinte, a declaração de guerra àquele país. Na verdade, as tensões e rivalidades que, desde meados do século XIX, envolviam as principais potências europeias e não europeias haviam crescido a tal ponto que foi rompido o equilíbrio de poder que governava a política internacional.

Entre os fatores que contribuíram para eclosão do conflito bélico citado no excerto, pode ser apontado(a)

  • (A) o revanchismo da França contra os alemães, que haviam anexado territórios franceses após a Guerra Franco-Prussiana.
  • (B) a secular rivalidade entre a Inglaterra e a Alemanha, que disputavam a hegemonia comercial na América do Sul.
  • (C) o desenvolvimento da indústria de base do Império Russo, que colocava em risco os interesses da Áustria-Hungria e da Alemanha.
  • (D) o descontentamento da França e da Inglaterra com a Partilha da África determinada pela Conferência de Berlim, que beneficiou a Alemanha.
  • (E) o expansionismo territorial do Império Turco-tomano no Oriente Médio, que eliminou a influência das potências europeias na região.

Resolução – Alternativa “D”

História do Brasil

Em termos econômicos, o Estado Novo (1937-45) caracterizou-se

  • (A) pela política da privatização de empresas ligadas aos serviços urbanos, como o abastecimento de água.
  • (B) pela adoção de um nacionalismo extremado por meio do qual se proibiu a entrada de capitais estrangeiros no país.
  • (C) pelo forte intervencionismo estatal com a criação de conselhos regulatórios, como o Conselho Nacional do Petróleo.
  • (D) pela aplicação de medidas liberais, tais como o congelamento dos salários para evitar o aumento da inflação.
  • (E) pela redução do deficit público com o corte de gastos em algumas áreas sociais, como a educação.

Resolução – Alternativa “C”

Saiba mais sobre o Concurso PM SP: Governador autorizada 5.400 novas vagas!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais