Pesquisar no blog

Tira-dúvidas sobre o concurso unificado (CNU)!

icone calendario 18 jan 2024

Muita atenção, concurseiros de plantão! Preparamos este artigo para tirar todas as suas dúvidas sobre o Concurso Nacional Unificado (CNU ), como inscrições, provas, nomeações, salários e mais! Então, não perca a chance, pois são 6.640 vagas para todos país!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

O que é o Concurso Nacional Unificado?

É o chamado, pelo Governo, de “Enem dos Concursos”! O CNU teve seus editais publicados durante uma coletiva de imprensa no dia 10 de janeiro de 2024.

Nela, a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, explicou tudo sobre os documentos, que ainda saíram no Diário Oficial da União, através do Decreto 11.880/24  .

“Esse concurso é um processo importantíssimo de reconstrução e transformação do Estado brasileiro, porque ele vai conseguir chegar a locais onde nunca foram aplicadas provas de um concurso do Governo Federal. Esse realmente é um processo para mudar a cara do Estado brasileiro, reforçando todas as nossas iniciativas de democratização, maior diversidade. Queremos um Estado que seja a cara da população brasileira”, destacou a ministra Esther Dweck.

Assim, os editais trazem informações dos blocos temáticos, conteúdo das provas, critérios de classificação, validade do edital e composição das notas finais, entre outras. 

Destacamos que a entrevista aconteceu no Salão Nobre do edifício-sede do MGI, em Brasília (Esplanada dos Ministérios, Bloco K, 9º andar), e contou com transmissão ao vivo no YouTube

A ministra destacou ainda a realização simultânea em mais de 200 cidades, ampliando a igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos. Ela citou que nos últimos 6 anos o Governo Federal perdeu 73 mil servidores

“O CPNU vai promover a recuperação das capacidades das organizações governamentais afetadas pelas políticas de redução do papel do Estado e de desmantelamento institucional praticadas pelos últimos governos”, disse.

Além de prever uma inscrição única, que valerá para selecionar os candidatos para mais de um órgão, o CNU tem outras inovações, como a participação ativa dos órgãos de controle desde o lançamento do certame.

Onde fazer a inscrição do Concurso Unificado?

Assim, a inscrição deve ser realizada no site do MGI , em link que estará disponível a partir de 19 de janeiro, dia em que se abrem as inscrições.

Aliás, ela seguirá aberta até dia 9 de fevereiro, ou seja, são apenas 22 dias para cadastro. Para se inscrever, o candidato deve acessar sua conta no aplicativo Gov.br. 

“A conta Gov.br garante a correta identificação de cada cidadão que acessa os serviços digitais do governo. Serão aceitos todos os níveis de conta na plataforma (ouro, prata ou bronze)”, explicou o MGI.

Além disso, primeiramente é preciso escolher um dos 8 blocos temáticos. Depois, deve optar pelo cargo e especialidade, indicando a ordem de preferência de ocupação do cargo e a cidade de realização da prova.

Posteriormente, é preciso pagar uma taxa de R$ 60 para cargos de nível médio e de R$ 90 para nível superior. Lembrando que a banca da seleção é a Fundação Cesgranrio .

Para os que não conseguem fazer a inscrição online, haverá suporte presencial nas agências do Banco do Brasil e dos Correios, nas 220 cidades de aplicação das provas.

Posso me inscrever em mais de um cargo no CNU?

Mas, o CNU permitirá a inscrição para a disputa por vagas para mais de um cargo. Isso desde que dentro do mesmo bloco temático, com taxa de inscrição única.

Assim, ao concorrer a mais de um cargo, o candidato deverá classificar as vagas de interesse por ordem de preferência para definir a prioridade em uma possível chamada, que será baseada na nota alcançada.

“Somente é possível se inscrever para cargos dentro do mesmo bloco temático, ou seja, o candidato pode escolher todos os cargos ou só um, mas deve levar em consideração os requisitos exigidos para cada cargo como, por exemplo, curso superior específico para preencher a vaga. Além disso, a ordem de preferência dos cargos escolhidos deve ser feita de forma cuidadosa, porque será levada em consideração no momento do chamamento. Será possível alterar o bloco até a data final do período da inscrição”, disse a ministra. 

Posso me inscrever em mais de um bloco?

Não. A inscrição deverá ser feita apenas para um bloco temático! Pode se inscrever em dois cargos, como explicado acima, mas apenas dentro de um mesmo bloco.

Como solicitar a isenção de taxa do CNU?

Podem estar isentos do pagamento da taxa, os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico); aqueles que cursam ou cursaram faculdade pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); assim como aqueles que realizaram transplante de medula óssea.

Quais os blocos do Concurso Nacional Unificado?

Como adiantado, a seleção CNU contará com oferta de 6.640 vagas para níveis médio e superior, em diferentes órgãos federais. A remuneração pode chegar até R$ 22.921,71, além dos benefícios.

São oportunidades para 21 órgãos públicos federais (órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional). Veja os blocos temáticos:

  • Bloco 1 – Infraestrutura, Exatas e Engenharias – 727 vagas;
  • Bloco 2 – Tecnologia, Dados, e Informação – 597 vagas;
  • Bloco 3 – Ambiental, Agrário e Biológicas – 530 vagas;
  • Bloco 4 – Trabalho e Saúde do Servidor – 971 vagas;
  • Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – 1.016 vagas;
  • Bloco 6 – Setores Econômicos e Regulação – 359 vagas;
  • Bloco 7 – Gestão Governamental e Administração Pública – 1.748 vagas; e
  • Bloco 8 – Nível Intermediário – 692 vagas.

Acesse a divisão das vagas e os cargos  de cada blocos temáticos do CNU.

Há reserva de vagas no Concurso Unificado?

Lembrando que estão reservados percentuais para cotas no CNU: 5% do total de vagas de cada cargo a candidatos com deficiência e 20% a negros, além de 30% das vagas para a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) para candidatos de origem indígena.

Então, confira os cargos e áreas disponíveis no Concurso Nacional Unificado!

Quais salários os aprovados no CNU vão receber?

Segundo o governo, o banco de candidatos aprovados em cadastro de espera poderá ser usado para processos de contratação temporária. Confira como ficará os salários de cada área:

  • Infraestrutura, Exatas e Engenharia: R$ 5.212,29 a R$ 20.924,80
  • Tecnologia, Dados e Informação: R$ 5.212,29 a R$ 20.924,80
  • Ambiental, Agrário e Biológicas: R$ 5.212,29 a R$ 20.924,80
  • Trabalho e Saúde do Servidor: R$ 4.407,90 a R$ 22.921,71
  • Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: R$ 5.488,70 a R$ 11.186,69
  • Setores Econômicos e Regulação: R$ 7.736,77 a R$ 20.924,80
  • Gestão Governamental e Administração Pública: R$ 6.761,72 a R$ 9.252,40
  • Nível Intermediário: R$ 4.008,24 a 8.469,89

Como serão as provas do Concurso Unificado?

Assim, a prova será realizada no dia 5 de maio de 2024 e contará com avaliações objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.

Ainda, a expectativa do Governo é que 3,5 milhões de candidatos se inscrevam no concurso. A força de trabalho estimada é de 350 mil pessoas.

Além disso, o documento citou ainda que 94,6% da população deve ficar até 100 quilômetros de distância dos locais de prova.

Por fim, as avaliações acontecerão em dois turnos, manhã e tarde, será aplicada em 220 cidades do país e estarão a cargo da Fundação Cesgranrio. Veja:

  • Matutino
    • Nível superior: provas objetivas de conhecimentos gerais com 20 questões + prova discursiva de conhecimento específico do bloco;
    • Nível médio: provas objetivas com 20 questões.
  • Vespertino
    • Nível superior: provas objetivas de conhecimentos específicos com 50 questões;
    • Nível médio: provas objetivas com 40 questões.

ATENÇÃO: As matérias para estudo e divisão das questões você encontra dentro de cada um dos editais. Neles também é possível consultar requisitos e atribuições de cada carreira.

O que é possível cair em provas de concurso público?

Assim, a Fundação Cesgranrio  é a banca do concurso. Ela é reconhecida pela organização de concursos a nível nacional, como Petrobras, Banco do Brasil, BNDES e IBGE.

A banca, que também organiza concursos regionais, é considerada de média complexidade, com questões de múltipla escolha contendo 5 alternativas, sendo curtas e objetivas.

Posteriormente, a Cesgranrio é conhecida por distribuir de maneira abrangente o conteúdo programático do edital. Na cobrança por matéria há algumas características específicas:

  • Língua Portuguesa:
    • Maior foco em Interpretação de Texto e Gramática Normativa.
  • Matemática e Raciocínio Lógico:
    • Apresentação de gráficos, tabelas e outros recursos para acompanhar as questões.
  • Língua Inglesa:
    • Questões mais complexas do que a maioria das avaliações de concurso do segmento, exigindo do candidato um conhecimento mais aprofundado na língua, especialmente em compreensão e vocabulário.
  • Informática:
    • Questões não muito complexas, abordando noções de internet, conceitos de segurança da informação e as principais ferramentas de trabalho digital em escritórios, como o pacote Office.
  • Disciplinas de Direito:
    • Cobrança direta e associada à letra da lei, com ocasionais questões envolvendo jurisprudência.

Aqui estão algumas dicas que podem te ajudar a gabaritar a prova Cesgranrio:

  • Analise provas anteriores para compreender o padrão de perguntas, ou seja, a forma como são elaboradas e os temas mais recorrentes;
  • Divida seu tempo de estudo de forma equilibrada entre as disciplinas, dando ênfase às áreas de maior peso na prova;
  • Faça simulados para se acostumar com o formato e a dinâmica do exame; e
  • Dê atenção às peculiaridades de cada disciplina conforme cobrada pela banca. 

Quais cidades posso trabalhar?

Portanto, os editais informam a lotação de cada um dos cargos do concurso. Há oportunidades para todo país, incluindo Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

No caso de cargos em que há mais de um possível polo de trabalho, a definição ocorrerá no momento da convocação para posse. Isso conforme a necessidade do órgão e o interesse do candidato. 

Baixe os editais

Ainda, segundo cronograma, a divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será no dia 3 de junho. Já os resultados finais serão anunciados em 30 de julho.

Depois, o início da convocação dos aprovados para posse será no dia 5 de agosto. Mas, não significa que os 6 mil aprovados estarão chamados de uma vez!

Quer estude para o Concurso Nacional Unificado?

Se você quer ser aprovado no Concurso Unificado (CNU), não perca tempo e comece a estudar agora mesmo e com materiais de qualidade.

Pensando em garantir a melhor preparação para você, produzimos cursos online que vão direto ao ponto, com videoaulas, plano de estudos, além de tutorias para você tirar todas as suas dúvidas.

Todos os cursos elaborados por professores especialistas que são referência no mercado e possuem ampla experiência em concursos públicos.

Além disso, contam com todas as disciplinas gerais e específicas de cada eixo temático que estarão cobrados em sua prova. Clique aqui para saber mais!

Sendo assim, confira abaixo mais materiais da NOVA para sua preparação no CNU:

Saiba mais sobre o Concurso Nacional Unificado: Editais publicados. Mais de 6 mil vagas!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais