Concurso CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

O novo concurso CNPq pode ser lançado em breve! O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico solicitou ao Ministério da Economia um certame com 192 vagas para novos servidores. O avanço do concurso agora depende da resposta do Ministério. Além do CNPq, outros 13 órgãos federais enviaram solicitações de novos certames...

Status do concurso: Previsto

O novo concurso CNPq pode ser lançado em breve! O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico solicitou ao Ministério da Economia um certame com 192 vagas para novos servidores.

O avanço do concurso agora depende da resposta do Ministério. Além do CNPq, outros 13 órgãos federais enviaram solicitações de novos certames, com um total de 18.338 vagas, além das solicitadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

  1. Qual é o cargo do concurso CNPq?;
  2. Quais os requisitos básicos do concurso CNPq?;
  3. O que faz um Analista de Ciência e Tecnologia do CNPq?;
  4. O que faz um Assistente do CNPq?;
  5. Último concurso CNPq;
  6. Últimas Notícias.

Qual é o cargo do concurso CNPq?

A solicitação conta com 192 vagas para o cargo de:

Analista em Ciência e Tecnológica.

O requisito para a vaga é de “diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O salário ofertado em 2010, data do último edital, foi de R$ 4.549,63, em jornadas de 40 horas semanais.

Quais os requisitos básicos do concurso CNPq?

• Ser aprovado no concurso público;

• Ter nacionalidade brasileira e portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;

• Estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também com as militares;

• Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;

• Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;

• Não ter sido demitido do serviço público Federal, Estadual ou Municipal, com impedimento de exercer função pública;

• Apresentar declaração de bens que constituem o seu patrimônio, declaração de que não acumula cargo, emprego ou função pública, ou proventos de inatividade;

• Apresentar documentação pessoal necessária na ocasião da posse.

O que faz um Analista em Ciência e Tecnologia do CNPq?

Faz parte da rotina de um Analista em Ciência e Tecnologia, sem o prejuízo de outras funções, “analisar, desenvolver, coordenar, orientar, executar, acompanhar, avaliar e/ou divulgar estudos, programas, planos, projetos, sistemas e correlatos, nas áreas de gestão, planejamento e infraestrutura em ciência e tecnologia, bem como realizar atividades inerentes à área de administração”.

O que faz um Assistente do CNPq?

Faz parte da rotina de um Analista em Ciência e Tecnologia, sem o prejuízo de outras funções, “programar, elaborar, organizar e/ou executar atividades de manutenção de bibliotecas, centros de documentação e arquivos, bem como dar suporte técnico às áreas de gestão, planejamento e infraestrutura”.

Último concurso CNPq

O último concurso do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico foi realizado entre os anos 2010 e 2011, sob a responsabilidade do Cebraspe (Cespe/UnB).

Foram ofertadas ao todo 95 vagas para cargos de nível médio e superior:

• Nível Médio: Assistente 1 (49 vagas)

• Nível Superior: Analista em Ciência e Tecnologia Júnior (46 vagas)

A relação candidato por vaga foi de 147,6 para o cargo de nível médio e 109,4 para o cargo de nível superior, com 7.234 e 5.036 inscritos, respectivamente. Ao todo, 12.270 pessoas se inscreveram no certame.

Os candidatos foram avaliados mediante provas objetivas e discursivas, realizadas no dia 10 de abril de 2011. Além disso, para o cargo de nível superior, haverá uma avaliação de títulos.

A prova foi composta de 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.

O conteúdo programático foi o seguinte:

Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados; Reconhecimento de tipos e gêneros textuais; Domínio da ortografia oficial: emprego das letras; emprego da acentuação gráfica; Domínio dos mecanismos de coesão textual: emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual; emprego/correlação de tempos e modos verbais; Domínio da estrutura morfossintática do período: relações de coordenação entre orações e entre termos da oração; relações de subordinação entre orações e entre termos da oração; emprego dos sinais de pontuação; concordância verbal e nominal; emprego do sinal indicativo de crase; colocação dos pronomes átonos; Reescritura de frases e parágrafos do texto: substituição de palavras ou de trechos de texto; retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade; Correspondência oficial: adequação da linguagem ao tipo de documento; adequação do formato do texto ao gênero

Conhecimentos de Informática: Conceitos básicos de informática, componentes funcionais de computadores (hardware e software), periféricos e dispositivos de entrada, saída e armazenamento de dados; Conceitos básicos e características do sistema operacional Windows; Noções dos ambientes Microsoft Office, BR Office e software livre; Conceitos relacionados a intranet e à Internet; Navegadores; Correio eletrônico; Conceitos e funções de aplicativos de editores de texto, planilhas eletrônicas e apresentações; Conceitos de organização e de gerenciamento de arquivos e pastas; Segurança da informação (comportamento do usuário).

Atualidades: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, ciência, tecnologia, inovação, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas

Língua Inglesa/Língua Espanhola (apenas para Analista em Ciência e Tecnologia Júnior): Compreensão de texto escrito em língua inglesa; Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

Conhecimentos Específicos:

Analista em Ciência e Tecnologia Júnior:

1. Análise, coordenação e acompanhamento de projetos de pesquisa e desenvolvimento em ciência e tecnologia.

2. Políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação.

3. Políticas de incentivos fiscais.

4. Fiscalização e auditoria de empresas.

5. Política de incentivos em ciência e tecnologia e inovação tecnológica.

6. Legislação empresarial.

7. Análise e prospecção de mercado em ciência, tecnologia e inovação.

8. Metodologias de planejamento e avaliação de projetos de pesquisa e desenvolvimento.

9. Dimensões política, social, econômica, epistemológica das atividades de ciência e tecnologia.

10. Implicações sociais da ciência e da tecnologia.

11. Capacitação tecnológica e competitividade.

12. Organização institucional e dinâmica do Sistema de Ciência e Tecnologia no Brasil (incluindo os programas de desenvolvimento regional).

13. Planejamento estratégico e gestão de ciência e tecnologia.

14. Critérios, mecanismos e procedimentos de fomento à ciência, à tecnologia e à 16 inovação.

15. Questões da atualidade em ciência, tecnologia e inovação.

16. Lei n.o 8.666/1993: licitação — princípios, modalidades, dispensa e inexigibilidade.

17. Noções de direito administrativo. 17.1 Regime jurídico dos servidores públicos civis da União (Lei n.o 8.112/1990 e alterações) — disposições preliminares, provimento, vacância, direitos e vantagens, regime disciplinar. 17.2 Lei n.o 9.784/1999. 17.3 Lei n.o 11.416/2006. 17.4 Lei Complementar n.o 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) — disposições preliminares (arts. 1º e 2º), despesa pública (arts. 15 a 24), relatório resumido da execução orçamentária (arts. 52 e 53), relatório de gestão fiscal (arts. 54 e 55), prestação de contas (arts. 56 e 57). 17.5 Decreto nº 6.170/1997 e Portaria nº 127/2008 (transferências de recursos na administração pública).

18. Noções de direito constitucional. 18.1 Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, emendas constitucionais e emendas constitucionais de revisão. 18.1.1 Princípios fundamentais. 18.1.2 Direitos e garantias fundamentais. 18.1.3 Organização do Estado. 18.1.4 Seção III, Capítulo IV: Da Ciência e Tecnologia.

19. Noções de administração pública. 19.1 Estrutura e estratégia organizacional. 19.2 Administração pública: do modelo racionallegal ao paradigma pós-burocrático. 19.3 Empreendedorismo governamental e novas lideranças no setor público. 19.4 Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada. 19.5 Novas tecnologias gerenciais: gestão da qualidade, impactos sobre a configuração das organizações públicas e sobre os processos de gestão. 19.6 Excelência nos serviços públicos. 19.7 Gestão de resultados na produção de serviços públicos. 19.8 Gestão de programas e projetos em ciência, tecnologia e inovação. 19.9 Ferramentas de acompanhamento e avaliação: construção de indicadores, prospecção e avaliação de cenários. 19.10 O paradigma do cliente na gestão pública. 19.11 Gestão estratégica. 19.12 Tecnologia da informação, organização e cidadania. 19.13 Comunicação na gestão pública e gestão de redes organizacionais. 19.14 Planejamento estratégico.

20. Noções de administração de material. 20.1 Funções e objetivos da administração de materiais. 20.2 Classificação e especificação de materiais. 20.3 Compras. 20.4 Registros. 20.5 Cadastro de fornecedores. 20.6 Acompanhamento de pedidos. 20.7 Licitações: conceito, objeto, finalidades, princípios, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades, procedimentos, fases, revogação, invalidação, desistência e controle.

21. Princípios de programação orçamentária.

22. Noções de contabilidade pública.

23. Noções de organização e métodos.

24. Propriedade industrial e intelectual.

25. Noções de estatística.

26. Redação de pareceres, notas técnicas, termos de referência e instrumentos editalícios.

27. Noções das áreas do conhecimento conforme classificação do CNPq.

28. Ética no serviço público: comportamento profissional, atitudes no serviço, organização do trabalho, prioridade em serviço.

Assistente 1:

1.  Noções de direito constitucional. 1.1 Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, emendas constitucionais e emendas constitucionais de revisão. 1.1.1 Princípios fundamentais. 1.1.2 Direitos e garantias fundamentais. 1.1.3 Organização do Estado. 1.1.4 Seção III, Capítulo IV: Da Ciência e Tecnologia.

2. Noções de direito administrativo. 2.1 Regime jurídico dos servidores públicos civis da União (Lei n.o 8.112/1990 e alterações): disposições preliminares, provimento, vacância, direitos e vantagens, regime disciplinar. 2.2 Licitação: princípios, modalidades, dispensa e inexigibilidade.

3. Noções de arquivologia. 3.1 Conceitos fundamentais de arquivo: arquivos correntes, intermediários e permanentes, protocolo, código de classificação, tabela de temporalidade. 3.2 Noções básicas de conservação e preservação de documentos. 3.3 Noções de pesquisa na Internet. 3.4 Noções de métodos de arquivamento.

4. Relacionamento interpessoal e comportamento profissional.

5. Ética no serviço público: comportamento profissional, atitudes no serviço, organização do trabalho, prioridade em serviço.

6. Noções de orçamento e contabilidade pública.

7. Noções de administração de material. 7.1 Funções e objetivos da administração de materiais. 7.2 Classificação e especificação de materiais. 7.3 Compras. 7.4 Registros. 7.5 Cadastro de fornecedores. 7.6 Acompanhamento de pedidos. 7.7 Licitações: conceito, objeto, finalidades, princípios, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades, procedimentos, fases, revogação, invalidação, desistência, controle, sistema de cadastramento de fornecedor (SICAF), regularidade fiscal.

8. Lei Complementar n.o 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) — disposições preliminares (arts. 1º e 2º), despesa pública (arts. 15 a 24), relatório resumido da execução orçamentária (arts. 52 e 53), relatório de gestão fiscal (arts. 54 e 55), prestação de contas (arts. 56 e 57).

9. Decreto nº 6.170/1997 e Portaria nº 127/2008 (transferências de recursos na administração pública).

Últimas notícias

• Concurso CNPq: Órgão solicita 192 vagas!

Acompanhe nossas

redes sociais