Pesquisar no blog

Novo concurso DPE RO (Defensoria Pública do Estado de Rondônia) conta com edital publicado e oferta de 15 vagas para a área de apoio.

Além disso, terá oportunidades para formação de cadatro reserva. As inscrições poderão ser feitas até o mês de novembro.

Como realizar as inscrições do concurso DPE RO?

Os interessados em participar do concurso poderão realizar as inscrições que serão abertas às 10h do dia 13 de outubro até as 18h do dia 26 de novembro, através do site da banca organizadora, Cebraspe. 

Para isso, será preciso pagar uma taxa de R$ 95,00 (nível superior) ou de R$ 75,00 (médio e técnico), até o dia 15 de dezembro.

Já a inseção da taxa poderá ser solicitada por candidatos que sejam doadores voluntários de sangue ou de medula óssea, inscritos no CadÚnico ou que já tenham sido convocados para prestar serviço à Justiça Eleitoral. Os pedidos serão aceitos durante todo o período de inscrição, através do site do  Cebraspe.

Concurso DPE GO: carreira

Cargos, vagas e remuneração

Ao todo, a Defensoria Pública do Estado de Rondônia seleciona profissionais para o preenchimento de 15 vagas, nos cargos de Técnico e Analista.

Desse total, 13 vagas são para a ampla concorrência e 2 para candidatos negros. Quem concluiu o nível médio pode concorrer aos cargos de oficial de diligência (3 oportunidades imediatas mais cadastro reserva) e Técnico Administrativo (5 imediatas mais CR).

Candidatos com nível médio técnico na área contam com oportunidades para Técnico em Contabilidade (2 mais CR) e em Informática (1 mais CR).

Os aprovados, nesses casos, terão ganhos iniciais de R$ 2.245,48 mais auxílio transporte de R$ 7,40 por dia útil, auxílio alimentação de R$ 1.045 e de saúde, no valor de R$ 200.

As outras oportunidades são para a carreira de Analista, de nível superior, nas áreas de:

  • Administração (1 mais CR),
  • Assistência Social (CR),
  • Contabilidade (1 vaga imediata),
  • Engenharia Civil (CR),
  • Jornalismo (CR),
  • Jurídica (duas mais CR),
  • Programação (CR),
  • Psicologia (CR) e
  • Redes e Comunicação de Dados (CR).

 

Os aprovados, na carreira de analista, terão ganhos iniciais de R$ 4.260,66 mais auxílio transporte de R$ 7,40 por dia útil, auxílio alimentação de R$ 1.045 e de saúde, no valor de R$ 200.

As vagas se dividem entre as seguintes regiões:

a) Região I: Porto Velho e Guajará Mirim;
b) Região II: Ariquemes, Jaru, Machadinho do Oeste e Buritis;
c) Região III: Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici e Alvorada do Oeste;
d) Região IV: São Miguel do Guaporé, São Francisco do Guaporé, Costa Marques e Nova Brasilândia do Oeste;
e) Região V: Cacoal, Espigão do Oeste e Pimenta Bueno;
f) Região VI: Rolim de Moura, Santa Luzia do Oeste e Alta Floresta do Oeste;
g) Região VII: Vilhena, Colorado do Oeste e Cerejeiras.(concurso DPE RO)

Requisitos dos cargos

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Administração: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade:Assistência Social: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Contabilidade: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Engenharia Civil: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Jornalismo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista da Defensoria Pública – Especilidade: Jurídica: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Programação: diploma de ensino superior, devidamente registrado, de conclusão em Ciência da Computação, Engenharia de Software, Análise de Sistemas ou área afim, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Analista da Defensoria Pública – Especilidade: Psicologia: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe.

Analista da Defensoria Pública – Especialidade: Redes e Comunicação de dados: diploma, devidamente registrado, de conclusão de bacharelado em Ciência da Computação ou área afim, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Oficial de diligência: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, e carteira de habilitação categoria B.

Técnico administrativo: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio ou curso técnico equivalente, correlacionado com a área administrativa, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Técnico em contabilidade: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico equivalente em contabilidade ou de curso de nível médio acrescido de certificado de curso técnico na área de contabilidade, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente, e registro no órgão de classe.

Técnico em Informática: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico em informática ou de curso de ensino médio acrescido de certificado de curso técnico na área de informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Como serão as provas do concurso DPE RO?

Todos os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas. No caso dos concorrentes ao cargo de analista, nas especialidades de Assistência Social, Jornalismo, Jurídica e Psicologia, haverá ainda uma redação.

Prova Objetiva

Nível Médio

A nota em cada questão das provas objetivas, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas, não haja marcação ou haja mais de uma marcação. O cálculo da nota em cada prova objetiva, comum às provas de todos os candidatos, será igual à soma das notas obtidas em todas as questões que a compõem.

As provas objetivas para os cargos de nível médio terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no turno da tarde, versando sobre as seguintes disciplinas:

Conhecimentos Gerais

– Língua Portuguesa
– Legislação Institucional
– Conhecimentos de Geografia e História de Rondônia
Total de questões: 18

Conhecimentos Específicos: 42 questões

Para os cargos de nível médio, será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:
a) obtiver nota inferior a 9,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos gerais P1;
b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2

Nível Superior

As provas objetivas para os cargos de nível superior terão a duração de 4 horas e serão aplicadas no turno da manhã.
As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de nível superior das especialidades Assistência Social; Jornalismo; Jurídica e Psicologia terão a duração de 5 horas e também serão aplicadas no turno da manhã.

Conhecimentos Gerais

– Língua Portuguesa
– Legislação Institucional
– Conhecimentos de Geografia e História de Rondônia
Total de questões: 20 questões

Conhecimentos Específicos: 50 questões

Para os cargos de nível superior, será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:
a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos gerais P1;
b) obtiver nota inferior a 25,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos específicos P2.

Prova discursiva

A prova discursiva valerá 40,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados a conhecimentos específicos de cada cargo/especialidade.

A prova discursiva avaliará o conteúdo (conhecimento do tema), a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência e pela coesão.

Histórico de Notícias

21/10/2021

Edital DPE RO 2021

As inscrições do concurso DPE RO 2021 seguem abertas até o próximo mês. São ofertadas 15 vagas de níveis médio e superior. Conheça os detalhes do edital!

Continuar lendo
06/10/2021

Concurso DPE RO 2021: Saiu o edital com 15 vagas!

Boa notícia concurseiros! Foi lançado o edital do concurso DPE RO. São 15 vagas imediatas, mais formação de CR, para três cargos. Inscrições começam dia 13!

Continuar lendo
13/02/2020

Concurso DPE RO: Banca organizadora está definida!

Definida a banca organizadora do novo concurso DPE RO (Defensoria Pública do Estado de Rondônia), as vagas serão destinadas para cargos na área de Apoio.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais