Concurso PC CE: Governador anuncia novo edital com oferta de 500 vagas. Confira!

O concurso PC CE (Polícia Civil do Ceará) está oficialmente anunciado! O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, garantiu a publicação do edital para breve. Foi formada pela Polícia Civil do Ceará, a comissão organizadora do novo concurso PC CE. O documento foi divulgado no dia 24 de novembro, no Diário Oficial do...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

O concurso PC CE (Polícia Civil do Ceará) está oficialmente anunciado! O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, garantiu a publicação do edital para breve.

Foi formada pela Polícia Civil do Ceará, a comissão organizadora do novo concurso PC CE. O documento foi divulgado no dia 24 de novembro, no Diário Oficial do Estado.

Além do certame da Polícia Civil do Ceará, o estado também formou as equipes que irão ficar responsáveis pelas seleções da Polícia Militar do Ceará, com 2.200 vagas, e da PEFOCE, com 170 vagas.

Ainda no Estado, o governador Camilo Santana, anunciou a assinatura dos decretos que nomeiam as comissões organizadoras.

Mediante a formação da comissão organizadora, o próximo passo será a elaboração do projeto básico e contratação da banca organizadora. Somente após estas etapas, o edital do concurso PC CE será divulgado. O documento está previsto para sair em 2021.

De acordo com informações do governador, o próximo certame da Polícia Civil do Ceará irá ofertar 500 vagas, sendo 100 vagas no cargo de Escrivão e 400 vagas na carreira de Inspetor.

“São 500 vagas para o novo concurso da Polícia Civil do Estado do Ceará”, informou o governador Camilo Santana.

Vagas PC CE

Segundo informações do governador, o novo concurso PC CE terá 500 vagas distribuídas por meio das carreiras de, sendo 100 vagas para o cargo de Escrivão e 400 vagas na carreira de Inspetor. Todos as funções têm exigência que o interessado possua o nível superior completo.

De acordo com Camilo Santana, o objetivo da nova seleção é fazer da corporação uma das melhores polícias do Brasil. No edital passado, ainda durante seu governo, ele relatou que houve um aumento de 42% no efetivo, mas que ainda não foi o suficiente.

Nesse novo edital, o intuito é dobrar este número, e ter um efetivo ainda maior.

Salários PC CE

O salário é uma das vantagens em se tornar um Policial Civil do Ceará. Confira:

  • Delegado: R$ 16.319,60;
  • Investigador: R$ 3.732,86;
  • Escrivão: R$ 3.732,86.

Atribuições dos cargos

Delegado: instaurar e presidir inquéritos policiais, formalizar o termo circunstanciado de ocorrência e outros procedimentos legais, instrumentos e atos oficiais, no âmbito de sua competência; exercer as atribuições previstas na legislação processual penal da competência da autoridade policial; planejar, dirigir, supervisionar e fiscalizar as atividades de investigação dos servidores policiais civis; planejar, dirigir, supervisionar, fiscalizar e avaliar as atividades operacionais e administrativas do órgão ou unidade policial sob sua direção; no curso de procedimentos, compete-lhe: expedir ordens de serviço, intimações e requisitar condução coercitiva, em caso de descumprimento injustificado; comparecer ao local de crime e requisitar a realização de exames periciais necessários para o esclarecimento do fato; representar pela instauração de incidente de sanidade mental do indiciado; representar à autoridade judiciária pela decretação de medidas cautelares, reais ou pessoais, ou ainda, quaisquer modalidades de prisões provisórias e pela concessão de mandados de busca e apreensão; solicitar, fundamentadamente, informações e documentos a entidades públicas e privadas; requisitar serviços e técnicos especializados de órgãos públicos, de concessionárias e permissionárias de serviço público, para esclarecimento de questões que possam subsidiar a apuração de infrações penais; dirigir e supervisionar operacionalmente, com exclusividade, a atividade de investigação criminal e o exercício da polícia judiciária, exceto quando relacionadas à matéria sob jurisdição militar; assegurar, no âmbito de sua competência, a unidade da investigação policial, bem como a eficácia dos princípios institucionais da Polícia Civil; adotar medidas necessárias ou participar de programas e operações, com vistas à prevenção, repressão e controle da criminalidade; proceder a estudos, levantamentos e análises de ocorrências policiais e criminais, visando à criação e ao desenvolvimento de programas, métodos, técnicas e rotinas do trabalho policial; participar de estudos e pesquisas de natureza técnica ou especializada sobre administração policial; prestar assessoramento em assuntos relacionados com a segurança pública e com a administração policial; zelar pela incolumidade dos presos

Investigador: proceder à investigação criminal e ao exercício de Polícia Judiciária, exceto quando relacionadas à matéria sob jurisdição militar; participar do planejamento, coordenação, supervisão e fiscalização das atividades operacionais e administrativas do setor sob sua direção; participar de levantamento de local de crime e interagir na execução de atividade investigativa; zelar pela incolumidade de preso; cumprir diligências, mandados e outras determinações de autoridades policiais e/ou judiciárias competentes, sendo responsável pela produção de dados, informações e conhecimentos; participar de estudos, projetos e pesquisas de natureza técnica ou especializada sobre ciências criminais, inteligência policial e estatísticas de crimes; efetuar prisões e busca pessoal, para fins de apuração de infração penal; participar de programas e operações de prevenção, repressão, controle da criminalidade, reconstituição e de ações de inteligência policial; executar tarefas de fiscalização de estabelecimentos de hospedagem, diversões públicas, teatros, cinemas, esportes e produtos controlados pela Polícia Civil, sendo-lhe assegurado o livre acesso aos locais fiscalizados; adotar providências sobre qualquer ocorrência policial de que tiver conhecimento, dando ciência imediata à autoridade competente; elaborar os relatórios de investigação criminal, conforme expedição de ordem de serviço; executar as ações necessárias para segurança das investigações; executar em trabalho de equipe operações de resgate de reféns; exercer assessoramento especializado e superior no âmbito da estrutura da Polícia Civil do Estado da Bahia; participar de estudos e pesquisas de natureza técnico-científica ou especializada sobre administração policial; alimentar e pesquisar, nos arquivos físicos e eletrônicos, dados sobre a identificação de pessoas; dirigir viatura em missão de natureza policial; coordenar e supervisionar a investigação criminal e a atividade de polícia judiciária, exceto quando relacionada à matéria sob jurisdição militar, e desde que no exercício da função de coordenação do setor de investigação

Escrivão: lavrar os atos de inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrência e outros procedimentos legais, contribuindo na gestão de dados, informações e conhecimentos; expedir, mediante requerimento de interessado e despacho da autoridade policial, certidões e translados; zelar pela guarda de papéis, documentos, procedimentos, armas e munições sob sua responsabilidade e de objetos e instrumentos apreendidos vinculados aos inquéritos policiais, termos circunstanciados e outros procedimentos legais; ter a guarda e responsabilidade, mantendo atualizada a escrituração em livros e/ou banco de dados; emitir guia de recolhimento, quando legalmente autorizado e determinado por autoridade policial; preencher planilhas de controle de inquéritos, processos e boletins; acompanhar a autoridade policial, quando necessário ao exercício funcional; prestar assessoramento especializado e superior no âmbito da estrutura da Polícia Civil do Estado da Bahia; expedir guias para exames periciais; escrever, subscrever e lavrar atos e termos e demais peças de procedimentos penais ou administrativos.

Requisitos dos cargos

Delegado: Diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso de bacharelado em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC.

Investigador: Diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC.

Escrivão: Diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC.

Requisitos pata tomar posse

  • Ser classificado no Concurso Público;
  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do §1º do art.12 da Constituição Federal;
  • Possuir diploma de Bacharel em Direito, devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Ter idade mínima de dezoito anos completos;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Possuir Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B” ou superior em plena validade;
  • Possuir os requisitos psicológicos compatíveis com as atribuições do cargo, nos termos preconizados no Estatuto da Polícia Civil de Carreira do Estado do Ceará, apurados na fase de avaliação psicológica;
  • Ter procedimento irrepreensível e idoneidade moral inatacável, os quais serão aferidos por meio de sindicância de vida pregressa e investigação social;
  • Não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público federal, estadual ou municipal;
  • Apresentar declaração de bens e valores patrimoniais;
  • Cumprir as demais determinações contidas neste edital, em editais complementares e na legislação em vigor;
  • O candidato deverá declarar, na ficha de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da matrícula no Curso de Formação Profissional.

Último concurso PC CE

O último concurso da PC CE aconteceu em 2014, sob responsabilidade da Fundação Vunesp. Na época, foram ofertadas 763 vagas para Delegado, Escrivão e Investigador.

A divisão foi a seguinte:

  • Delegado: 168 vagas;
  • Investigador: 259 vagas;
  • Escrivão: 336 vagas.

Provas PC CE 2014

Os aprovados foram classificados mediante as seguintes etapas:

  • Prova objetiva;
  • Prova discursiva;
  • Curso de Formação e Treinamento Profissional;
  • Sindicância de Vida Pregressa e Investigação Social;
  • Exame de Capacidade Física;
  • Avaliação Psicológica;
  • Avaliação de Títulos;
  • Exame Toxicológico;
  • Avaliação Médica Pré-Admissional.

Confira o conteúdo programático:

  • Língua Portuguesa;
  • Informática: Sistema Operacional;
  • Noções de Administração Pública.

Histórico de Notícias

26/11/2020

Concurso PC CE: Comissão organizadora é definida; edital irá ofertar 500 vagas!

Em divulgação feita no Diário Oficial do Ceará, foi formada a comissão organizadora do novo concurso PC CE. Edital irá ofertar 500 vagas!

Continuar lendo
18/11/2020

Concurso PC CE: Governador informa novo edital com oferta de 500 vagas!

Através das redes sociais, o governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou que o novo concurso PC CE terá edital com oferta de 500 vagas.

Continuar lendo
18/11/2020

Concursos PC CE e PM CE: Governador irá anunciar novos editais na Segurança!

O governador do Ceará, Camilo Santana, irá anunciar a realização de novos concursos para a PC CE, PM CE, Bombeiros e Pefoce.

Continuar lendo
23/10/2020

Concurso PC CE: Comissão organizadora para o cargo de Delegado é formada!

Foi autorizado pelo governador Camilo Santana, a formação de uma comissão organizadora para ficar a frente dos trâmites do concurso PC CE para Delegado.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais