Pesquisar no blog

Saiu o edital ALE RS: 51 vagas de níveis médio e superior!

icone calendario 31 jan 2024

Saiu o edital ALE RS (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul) para o provimento de 51 vagas de nível médio e superior em várias especialidades.

Os servidores poderão receber salários iniciais de até R$ 32 mil. Não perca essa chance!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

Resumo do edital

  • Vagas: 51
  • Cargo: Técnico e Analista Legislativo, Procurador e Agente de Polícia
  • Escolaridade: Nível Médio e Superior
  • Banca: Fundatec
  • Salário: de R$ 7.533,94 até R$ 32.993,14
  • Período de inscrições: 30/01/2024 até 28/02/2024
  • Taxa: R$ 160,00 até R$ 340,00
  • Prova: 28/04/2024
  • Edital

Como fazer a inscrição no concurso ALE RS?

Os interessados em uma das vagas devem fazer as inscrições no site da banca, a Fundatec, entre os dias 30 de janeiro e 28 de fevereiro de 2024.

Após preencher o formulário de inscrição, os candidatos deverão efetuar o pagamento da taxa para que a candidatura seja homologada.

O valor da taxa varia conforme o cargo, sendo:

  • Técnico Legislativo: R$ 160,00
  • Agente de Polícia Legislativa: R$ 200,00
  • Analista Legislativo: R$ 210,00
  • Procurador: R$ 340,00

Serão aceitos pedidos de isenção de pessoas com deficiência que tiverem renda mensal de até 1,5 salário mínimo per capta familiar, conforme destacado na Lei Estadual nº 13.153/2009.

Os pedidos poderão ser enviados no site da banca até o dia 1º de fevereiro de 2024.

Quantas vagas são ofertadas no edital ALE RS?

O edital ALE RS oferta 51 vagas de nível médio e superior, sendo:

Nível Médio

  • Técnico Legislativo: 25 vagas
  • Agente de Polícia Legislativa: 6 vagas

Nível Superior

  • Analista Legislativo – Especialidade
    • Administrador: 3 vagas
    • Arquiteto: 1 vaga
    • Contador: 2 vagas
    • Consultor: 10 vagas
    • Engenheiro Civil: 1 vaga
    • Engenheiro Elétrico: 1 vaga
    • Engenheiro Mecânico: 1 vaga
  • Procurador: 1 vaga

Os cargos de nível superior exigem formação específica na área e Registro no Conselho de Classe, em alguns casos. Somente para o cargo de Consultor, a formação poderá ser em qualquer área.

Além de tudo, os interessados na carreira de Procurador, deverão possuir inscrição no Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, Rio Grande do Sul – OAB.

Os classificados serão remunerados com salários iniciais de:

  • Técnico Legislativo: R$ 7.533,94
  • Agente de Polícia Legislativa: R$ 11.300,91 (sendo R$ 7.533,94 de vencimento base e R$ 3.766,97 de adicional de gratificação de risco)
  • Analista Legislativo: R$ 11.783,86
  • Procurador: R$ 32.993,14

Além do salário, os servidores receberão:

  • Adicional de Qualificação
  • Auxílio Creche
  • IPE Saúde
  • Vale-refeição

Quais os requisitos para ingressar na Assembleia Legislativa?

São exigências básicas para para ingressar na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul:

  • Ter sido aprovado e classificado em todas as fases do Concurso Público e considerado apto na perícia de ingresso.
  • Ser brasileiro nato, naturalizado ou gozar das prerrogativas no artigo 12 da Constituição Federal, bem como estrangeiro, de acordo com o artigo 37, inciso I da Constituição Federal e da Lei Complementar Estadual 14.763/2011 do Rio Grande do Sul.
  • Possuir a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos.
  • Atender, em se tratando de candidato participante pelas cotas, conforme exigências da Legislação vigente.
  • Estar em pleno gozo dos direitos civis e políticos.
  • Estar quite com o Serviço Militar obrigatório ou dele ter sido liberado, se do sexo masculino, para brasileiros.
  • Comprovar situação regular perante a justiça eleitoral, conforme legislação específica.
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo a que concorre, a ser aferida em Perícia Médica.
  • Comprovar a escolaridade mínima exigida para o cargo a que concorre, mediante apresentação de certificado ou diploma, devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.
  • Declarar sobre observância do disposto no Art. 37, inciso XVI, da Constituição Federal, quanto às hipóteses de acúmulo de cargos, empregos ou funções públicas, abrangendo autarquias, fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades controladas, direta ou indiretamente, pelo poder público, sendo vedada, também, a percepção simultânea de proventos de aposentadoria decorrentes do art. 40 ou dos art. 42 e 142 com a remuneração de cargo, emprego ou função pública, ressalvados os cargos acumuláveis na forma da Constituição Federal.
  • Não estar o candidato aposentado por incapacidade permanente para o trabalho.

Conheça outros concursos que estão abertos: Concursos Abertos: Mais de 60 mil vagas abertas para todos os níveis!

Como serão as provas do concurso ALE RS?

O concurso ALE RS possui oito etapas:

  • Prova Teórico-Objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de Redação para os cargos de Agente de Polícia Legislativa e Técnico Legislativo, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Discursiva para os candidatos aprovados e classificados nas Provas Objetivas dos cargos de Analista Legislativo (Administrador, Arquiteto, Contador, Consultor, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico e Engenheiro Mecânico) e Procurador, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Elaboração de Parecer para os candidatos aprovados e classificados nas Provas Objetivas dos cargos de Procurador, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de Títulos para os candidatos aprovados e classificados nas Provas Objetivas e Discursivas dos cargos de Analista Legislativo (Administrador, Arquiteto, Contador, Consultor, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico e Engenheiro Mecânico) e Procurador da Assembleia Legislativa, de caráter classificatório;
  • Teste de Aptidão Física para os candidatos aprovados e classificados nas Prova Teórico-Objetiva e de Redação do cargo de Agente de Polícia Legislativa, de caráter eliminatório.
  • Avaliação Psicológica para os candidatos aprovados no Teste de Aptidão Física do cargo de Agente de Polícia Legislativa, de caráter eliminatório.
  • Exame Toxicológico para os candidatos considerados indicados na Avaliação Psicológica do cargo de Agente de Polícia Legislativa, de caráter eliminatório.

As provas objetivas e discursivas ocorrerão no dia 28 de abril de 2024, na cidade de Porto Alegre RS e terão 5h de duração, sendo:

  • Manhã: Agente de Polícia, Técnico e Procurador
  • Tarde: Analista Legislativo

As provas objetivas para as carreiras de Agente de Polícia, Técnico e Analista, serão compostas de 60 questões de múltipla escolha e serão divididas em três partes:

  • Conhecimentos Básicos (P1)
    • Língua Portuguesa
    • Raciocínio Lógico-Matemático
  • Conhecimentos Específicos (P2)
  • Conhecimentos Específicos (P3)

Para o cargo de Procurador, as provas serão compostas de 100 questões de múltipla escolha.

Já a prova discursiva será diferente para cada cargo, sendo:

  • Nível Médio: produção de um texto dissertativo-argumentativo, de 15 a 30 linhas.
  • Analista Legislativo: duas questões a respeito de tema ou situação apesentado pela banca, de 15 a 30 linhas.
  • Procurador: dois conjuntos de provas, compreendendo as seguintes disciplinas:
    • a) Grupo I: Direito Civil e Empresarial; Direito Processual Civil; Direito Ambiental; Direito Previdenciário e Direito do Trabalho;
    • b) Grupo II: Direito Constitucional; Direito Administrativo; Direito Eleitoral; Direito Financeiro e Direito Tributário.
    • c) Cada uma das provas (Grupo I e Grupo II) será constituída por 3 (três) questões discursivas e um parecer.

Quanto a avaliação de títulos, serão aceitos os seguintes diplomas:

Já o Teste de Aptidão Física iniciará pelo teste de barra, teste de corrida de ir e vir, e, na sequência, os candidatos aptos realizarão o teste de corrida de 12 minutos.

O concurso terá prazo de validade de dois anos, contados da data publicação do edital de homologação do resultado final e poderá ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério e responsabilidade da Assembleia legislativa do Estado do RS.

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais