Compartilhar:

Concurso Correios 2018: Déficit de pessoal cresce e nova seleção é urgente!

icone calendario 27 mar 2019

Cresce a cada dia a defasagem de profissionais nos Correios (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), com isso, um novo certame é mais que necessário para repor o quadro de pessoal da instituição.

» Estude com a Apostila Correios + 3 BÔNUS (GRÁTIS) «

Desde de 2011 não é realizado concurso para os Correios e conforme anúncio da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) não há impedimento nenhum para a realização de um novo processo de seleção.

No dia 12 de março de 2018, os funcionários dos Correios entraram em greve em todo o Brasil. A paralisação de empregados foi encerrada em 15 de março, quando o sindicato do Rio de Janeiro, último a retornar às atividades, decidiu pelo encerramento da greve.

Entre as principais reivindicações dos trabalhadores estava a realização de concursos públicos para a contratação de novos funcionários, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão voluntária.

Déficit alarmante de servidores

De acordo com o secretário geral da Fentect, José Rivaldo da Silva, atualmente há um déficit de milhares de funcionários em todo o país.

“Em 2011 os Correios já tinham necessidade de contratar 18 mil funcionários. E nos últimos anos saíram cerca de 22 mil outros trabalhadores. Ou seja, o déficit é extremamente alto. Dessa forma, há muita necessidade de chamar atenção para esse assunto”, afirmou o secretário geral.

A preocupação também é compartilhada pelo diretor do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Distrito Federal (Sintect DF), Luiz Roberto Neto.

“Hoje temos problemas nas entregas porque falta funcionário e a solução seria a realização de concurso pra recompor o quadro de funcionários da empresa”, disse.

Posição dos Correios

Segundo assessoria, a empresa está adequando a força de trabalho considerando a queda dos serviços de mensagens e o crescimento das encomendas. E somente depois dessa etapa de adequação a instituição terá condições de identificar a real necessidade de aumento no efetivo.

Lembrando que também estão ocorrendo os processos com a introdução de novas tecnologias e a automação dos fluxos operacionais.

A empresa afirmou também que, nos últimos anos, aproximadamente 19 mil empregados aderiram, de forma voluntária, os programas de demissão incentivada oferecidos. Desse total, cerca de 1.460 são do Distrito Federal. Atualmente, a empresa conta com mais de 106 mil empregados.

Com a abertura de um novo concurso público a oferta será para candidatos de níveis médio e superior com vagas para todo o país.

Última prova do concurso Correios

O último edital de concurso foi divulgado no ano de 2011 e contou com nada menos que 9.190 vagas distribuídas entre vários cargos com remuneração que variava entre R$ 1.003,57 a R$ 3.211,58, mais benefícios.

Os candidatos foram submetidos a provas de múltipla escolha versando sobre as seguintes disciplinas:

– Língua Portuguesa;
– Inglês (alguns cargos);
– Informática e Administração Pública;
– Conhecimentos Específicos.

» Estude com a Apostila Correios + 3 BÔNUS (GRÁTIS) «

A Nova Concursos tem ajudado há mais de 10 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar suas chances de passar, conheça nossos materiais acessando nosso site!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais