Compartilhar:

Concurso Diplomata: Confirmado por Itamaraty pretensão de edital em 2020!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 17 jan 2020

Foi informado pelo Ministério das Relações Exteriores, que o Itamaraty tem pretensão de realizar um novo concurso Diplomata neste ano de 2020.

Novo concurso Diplomata em 2020

Foi confirmado pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE), em nota, a pretensão de abrir um novo concurso Diplomata para o ano de 2020. Questionado sobre um prazo para divulgar o edital, a pasta informou que as medidas necessárias para a publicação serão realizadas no momento adequado.

O posicionamento do Itamaraty ocorreu após o presidente Jair Bolsonaro, garantir a abertura do certame para a diplomacia em 2020 e nos demais anos do seu governo. De acordo com ele, serão mantidos os concursos anuais para ingresso no Instituto Rio Branco (IRB).

A decisão foi anunciada pelo presidente, no mês de maio de 2019, durante a cerimônia de formatura de novos diplomatas. E só ocorreu após crivo dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

“O nosso ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em contato com o nosso ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que manterá o concurso dos senhores no concurso dos senhores no corrente e nos demais anos. É um reconhecimento do trabalho de todos os senhores e senhoras”, informou Bolsonaro.

De acordo com informações do Instituto Rio Branco, desde o ano de 1996, os concursos para carreira diplomática são realizados uma vez por ano.

Para ser um diplomata, é necessário ter o nível superior completo em qualquer área. O salário inicial é de R$ 19.657,06, incluso o vencimento básico de R$ 19.199,06 e auxílio-alimentação de R$ 458,00.

No novo decreto do governo federal com regras para autorização de concursos federais, divulgado em 2019, os concursos para Diplomata são exceções. Diferente dos demais órgãos, o Itamaraty não precisa solicitar aval do Ministério da Economia para publicar editais.

O que é mais um ponto positivo à abertura do novo certame para diplomacia. O mesmo ocorre com a Advocacia-Geral da União (AGU), que está apta a prover cargos de Procurador, sem requerimento à Economia.

Nova-Diplomata

Etapas avaliativas do concurso Diplomata

É comum que no decorrer dos anos, os concursos Diplomata apresentem a mesma estrutura de provas com até três etapas. No último edital para a carreira, publicado em 2019, a oferta foi de 20 vagas.

A banca organizadora responsável por organizar as provas, foi o IADES (Instituto Americano de Desenvolvimento). Ao contrario dos anos anteriores, em que o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) ficou à frente da seleção. O concurso Diplomata foi composto por três fases.

A primeira etapa do último concurso foi uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, realizada em todas as capitais brasileiras. Ao todo, os participantes tiveram que responder a 73 questões, distribuídas da seguinte forma:

  • Língua Portuguesa: 10 questões;
  • Língua Inglesa: 9 questões;
  • História do Brasil: 11 questões;
  • História Mundial: 11 questões;
  • Política Internacional: 12 questões;
  • Geografia: 6 questões;
  • Economia: 8 questões;
  • Direito e Direito Internacional Público: 6 questões.

Foi considerado aprovado para a próxima fase, o candidato que obteve nota final na prova objetiva superior a 32,85 pontos.

Os melhores classificados na prova objetiva, foram para a segunda etapa do concurso Diplomata: as provas escritas, também de caráter eliminatório e classificatório.

O primeiro exame exigiu uma redação de tema geral e dois exercícios de interpretação, análise ou comentário de texto.

Os concorrentes ainda responderam a uma prova escrita de Língua Inglesa. Nesse caso, foram cobrados: redação sobre tema geral, tradução do texto do Inglês para o Português, versão de um texto do Português para o Inglês.

Assim como a elaboração de um resumo, em Inglês, de um texto escrito em língua inglesa.

O concurso Diplomata 2019 também cobrou provas escritas de outras disciplinas. Os candidatos responderam a questões sobre História do Brasil, Geografia, Política Internacional, Economia, Direito e Direito Internacional Público, Língua Espanhola e Língua Francesa.

Os exames foram realizados nas capitais com aprovados na primeira fase. Foi considerado habilitado, o candidato que alcançou nota mínima de 60 pontos na prova de Língua Portuguesa, 50 pontos em Língua Inglesa e 360 pontos na soma das demais disciplinas.

Saiba mais sobre o Concurso Diplomata: EDITAL com salários de R$ 19,1 mil!

BAIXE GRÁTIS PDF com Previsões para 2020 + Cronograma de Estudos + Aulas para começar HOJE

Acompanhe nossas

redes sociais