Concurso Ministério do Planejamento: Edital oficialmente autorizado. 100 vagas!

Iago Almeida

icone calendario 26 jul 2023

Foi publicada a portaria que autoriza o novo concurso Ministério do Planejamento (MPO), com 100 vagas. de Analista. Quando sai o edital? Veja!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos! Clique aqui  e saiba mais!

Concurso Ministério do Planejamento terá edital em 2023?

Ao que tudo indica, sim! Um novo concurso deverá sair neste segundo semestre de 2023 com vagas para o Ministério do Planejamento.

Isso porque os trâmites estão caminhando; nesta quarta-feira (26/07), saiu a publicação no diário oficial da portaria que autoriza a seleção.

Com isso, agora os trâmites vão avançando; uma comissão deve ser formada e depois uma banca organizadora, escolhida.

Lembrando que o aval dado pela ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, é para o preenchimento de 100 vagas.

Assim, as oportunidades são para o cargo de Analista de Planejamento e Orçamento (APO), que tem exigência de nível superior.

Além disso, a remuneração inicial do cargo é de R$21.582,79, incluindo o vencimento básico recém-reajustado e o auxílio-alimentação de R$658. 

Entretanto, ao final da carreira, o salário do servidor poderá chegar a R$ 29.832,94. Por isso, confira abaixo a progressão de classe e padrão do cargo:

Sendo assim, de acordo com a ministra, o órgão tem 180 dias para publicar o edital, ou seja, até o dia 22 de janeiro de 2024. Veja a portaria de autorização:

Como e quando foi o último concurso Ministério do Planejamento?

Sendo assim, o último concurso para o MPO aconteceu em 2015, quando foram ofertadas 556 vagas para cinco regiões do Brasil.

Ao todo, 23 cargos estiveram contemplados, para lotação na própria pasta ou na Escola Nacional de Administração Pública (ENAP).

Ademais, as remunerações variavam entre R$3.625,42 e R$5.596,31. O requisito exigido para todas as carreiras foi o nível superior.

A organização da seleção de 2015 foi do Cebraspe, que avaliou os candidatos por provas objetivas e discursivas. Além disso, os inscritos no cargo de analista de TI ainda tiveram avaliação de títulos.

Entretanto, para o cargo de analista, que será contemplado no próximo concurso, o último edital foi em 2009, ou seja, mais de 13 anos.

Na época, foram 100 vagas para a carreira, sendo 70 para especialidade de Planejamento e Orçamento e 30 para Tecnologia da Informação.

Os inscritos em 2009 passaram por provas objetivas e discursivas, além da prova de títulos e um curso de formação.

Por fim, o concurso foi organizado pela Esaf e teve as disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa ou Espanhola, Raciocínio Lógico Quantitativo/Estatística, Direito Público/Administração Pública e Contabilidade Pública/Auditoria e Controle.

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais