Concurso PGE AL: AUTORIZADO! Edital com 15 vagas até junho. Confira!

Concurso PGE AL: Autorizado edital com 15 vagas; previsão de sair até junho!

icone calendario 15 fev 2021

O governo de Alagoas, autorizou oficialmente a realização do novo concurso PGE AL (Procuradoria Geral do Estado de Alagoas) com 15 vagas para o cargo de Procurador.

Autorização oficial do concurso PGE AL

Foi autorizado pelo governador de Alagoas, Renan Filho, a realização do novo concurso PGE AL. O aval foi divulgado no Diário Oficial, a oferta será de 15 vagas de caráter imediato para a carreira de Procurador.

O novo concurso PGE AL já tinha sido aprovado, no mês de setembro de 2020, pelo Conselho Superior da Procuradoria. No entanto, para avançar com os trâmites, estava na dependência da publicação do aval oficial do governo.

Dessa maneira, o órgão poderá prosseguir com os preparativos para o novo concurso PGE AL. A estimativa do governo, é que o edital seja divulgado entre os meses de abril e junho de 2021.

Antes mesmo da autorização oficial, a Procuradoria Geral de Alagoas já tinha iniciado o contato com três bancas organizadoras para que apresentassem suas propostas de organização do certame .

O procurador-geral do Estado, Francisco Malaquias Junior, solicitou o envio de ofício para o Cebraspe, FCC (Fundação Carlos Chagas) e Fundação Vunesp. O objetivo é que as bancas organizadoras enviassem suas propostas de serviços técnico-especializados.

No geral, a banca organizadora que apresenta o melhor preço e atende aos requisitos é contratada. Dessa forma, fica responsável por receber as inscrições do concurso PGE AL e aplicar as etapas avaliativas, como provas objetivas e provas discursivas.

Provas do concurso PGE AL

Conforme informações do regulamento do concurso PGE AL, a estrutura do certame continua a mesma. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, prova discursiva, prova oral e prova de títulos.

A prova objetiva irá englobar as seguintes disciplinas: Direito Constitucional, Direito Financeiro, Direito Administrativo, Direito Civil e Comercial, Direito Processual Civil, Direito Tributário, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho, Direito Previdenciário, Direito Ambiental.

Já a segunda prova escrita será composta por duas etapas. A primeira etapa será um exame discursivo sobre: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Financeiro e Relações de Trabalho e Previdência na Administração Pública.

Nesse caso, a proposta que será analisada pelo Conselho Superior é a inclusão das disciplinas de Direito Processual Civil, Direito Financeiro e Relações de Trabalho e Previdência na Administração Pública.

A segunda etapa será uma prova prática, onde os participantes deverão elaborar uma peça judicial. A revisão estabelece, que os candidatos também possam desenvolver um parecer jurídico.

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais