Concurso Polícia Federal: Como fica edital na área Administrativa? Confira

Concurso Polícia Federal: Como fica o edital para área Administrativa? Confira!

icone calendario 11 fev 2021

Sem o aval em 2020, para a realização do concurso Polícia Federal na área Administrativa, o presidente da Fenapef, Luís Boudens, falou sobre a situação.

Concurso Polícia Federal área Administrativa

A corporação encerrou mais um ano sem conseguir o aval do governo para a realização do concurso Polícia Federal para a área Administrativa. O presidente da Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais), Luís Boudens, explicou a situação.

De acordo com Luís Boudens, por mais que a corporação tenha um pedido protocolado, ainda não existe uma previsão de ser realizado o certame para a área Administrativa, tendo em vista que isso engloba uma série de fatores.

O presidente da Fenapef explica que recentemente a Polícia Federal conseguiu o reconhecimento de pouco mais de 400 cargos administrativos, mas que mesmo esses não são suficientes para sanar a demanda e falta na área de apoio.

Ainda foi citado por Luís Boudens, que atualmente são menos de 3.000 profissionais administrativos em toda a corporação, que tem mais de 10.000 policiais. Conforme o presidente da Fenapef, a luta continua para a criação de novas vagas.

“Acredito que a luta agora é junto ao governo federal para que através de um projeto de lei crie essas vagas para administrativos, lembrando que o pedido da Fenapef firmado junto à direção geral é de 5 mil vagas”.

Boudens diz que Polícia Federal precisa de um número superior

Por mais que a Polícia Federal tenha esse pedido elevado de vagas na área Administrativa, o presidente relata que entende que a corporação ainda pode precisar de um número maior.

Isso porque, para atender aos serviços administrativos que são contemplados e absorvidos é necessário de ainda mais profissionais, dada a diversidade das áreas:

  • Logística;
  • Manutenção de Equipamentos;
  • Contratos.

Além de outras áreas importantes que contém os serviços de administrativos trabalhando de forma plena junto com os policiais, em outras, sendo: Comunicação, Informática, Funcionamento de redes de TI, e outras.

Também é comentado por Boudens, que a Polícia Federal precisa de profissionais da área da Engenharia, Arquitetura, desse planejamento predial.

“Tudo isso é parte dessa carreira de apoio que são os administrativos”.

O presidente também fala sobre a utilização de policiais, o famoso remanejamento, e acúmulo de funções. Segundo Boudens, esse é um grande problema e que, por isso, a Polícia Federal luta pela valorização dos profissionais no Plano Especial de Cargos.

De acordo com Luís Boudens, por mais que muitos policiais tenham formação e conhecimento nessas áreas que englobam a área Administrativa, isso não pode se tornar permanente, os utilizando como válvula de escape e não contratando efetivos para a determinada função.

“Há uma defasagem muito grande, principalmente salarial entre os nossos administrativos e os administrativos por exemplo do MP”.

Saiba mais sobre o Concurso Polícia Federal: 557 vagas para área Administrativa!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais