Concurso PRF: Pedido de anulação das provas | Nova Concursos

Concurso PRF: Pedido de anulação das provas é enviado!

icone calendario 13 Maio 2021

A candidata, Thalita Nicollet, advogada, pediu a anulação das provas do concurso PRF , com um Mandado de Segurança.

As provas do concurso foram aplicadas no dia 9 de maio, no último domingo.

Segundo a advogada e candidata, apesar de ter optado pela Língua Espanhola, a banca passou uma prova de Língua Inglesa para ela. Como profissional da área, a advogada está atuando em causa própria na busca por seus direitos.

No processo, é réu a banca Cebraspe e a PRF. O Mandado segue como prioritário, já que a candidata é enquadrada como Pessoa com Deficiência, regulada a prioridade pela Lei 13.146/2015.

Pedido para anulação das provas concurso PRF

A candidata apresentou os fatos e mostrou os motivos para tomar essa ação, veja abaixo os fatos expostos pela advogada:

As provas do concurso que eram constituídas por 120 questões em 3 blocos diferentes, apresentou no edital a disciplina de Língua Estrangeira no Bloco I.

Era uma opção do candidato escolher se queria fazer uma prova de Língua Inglesa ou Espanhola. A candidata Thalita, optou pela Língua Espanhola.

Porém, no dia 12 de abril de 2021, o Cebraspe mandou um email para os candidatos dizendo para confirmar mais uma vez sua opção de Língua Estrangeira, pois alguns comprovantes de inscrição não estavam apresentando a disciplina do concurso público .

A data para confirmar a escolha, era do dia 12 ao dia 16 de abril de 2021. A não seleção da língua estrangeira, resultaria na escolha automática da Língua Inglesa. A candidata novamente selecionou a opção de Língua Espanhola, dentro dos prazos estabelecidos.

No dia 7 de maio, em que foram divulgados os locais das provas, a candidata verificou que a opção de língua estrangeira não condizia com sua escolha inicial, sendo o Inglês confirmado, ao invés do Espanhol.

A banca Cebraspe foi informada da situação, porém não houve manifestação sobre o assunto.

Aplicação da prova do concurso

No dia da aplicação, em 9 de maio, Nicollet confirmou o erro na prova, o que causou nela grandes transtornos psicológicos e emocionais por ter de fazer uma prova para a qual não estudou e não selecionou.

Isso porque, a prova de Língua Estrangeira conta com 8 questões de alto valor e peso. Por ter deixado as questões em branco, a candidata teve de se preocupar em fazer questões das que não queria para alcançar uma pontuação mínima no Bloco I.

O erro foi informado para os fiscais da sala, e para a coordenadora da Faculdade Estácio de Sá do Recife (Campus Boa Viagem) local de prova da candidata.

Nesse sentido, é evidente, segundo a advogada, que as autoridades praticaram atos contraditórios e ilegais. Por não corrigirem o erro nas provas antes da aplicação do certame, ou por não terem suspendido a aplicação ao reconhecer o erro.

Saiba mais sobre o Concurso PRF 2021: 1.500 vagas abertas com salários de R$ 9,8 mil!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais