Compartilhar:

Concurso TRE PA: MPF abre inquérito para analisar suposta fraude!

Redator da Nova Concursos

icone calendario 28 fev 2020

Uma suposta fraude no concurso TRE PA (Tribunal Regional Eleitoral do Pará) na aplicação das provas para Analista será analisada, PF dará início a um inquérito policial.

Suposta fraude no concurso TRE PA

Foi informado pelo Ministério Público Federal, por meio de uma divulgação em seu site no dia 27 de fevereiro, que abriu um inquérito para investigar suspeitas de fraude no concurso TRE PA. Segundo o MPF, foram recebidas denúncias de violação de um dos envelopes com provas aplicadas em Santarém, no oeste do estado.

O caso teria ocorrido durante a aplicação das provas, no período da manhã, na sala R07 do campus da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Um dos envelopes com as provas, teria chegado ao local completamente aberto.

Fo determinado pelo Ministério Público Federal, dentre as medidas iniciais, que a Polícia Federal ouça os fiscais que atuaram na sala em que houve a ocorrência. Também serão ouvidos os candidatos que atestaram a violação do pacote de provas. Além disso, o responsável pela aplicação da prova no campus também será ouvido.

Outra medida realizada pelo MPF, é de que seja realizada uma perícia no pacote de provas supostamente violado. O objetivo é identificar eventual objeto perfuro cortante utilizado para a violação. As gravações do circuito interno da UFOPA também serão analisadas pela PF, nesse último caso o intuito é verificar a ocorrência de anormalidade no percurso da entrega do pacote.

O IBFC deverá se manifestar sobre a possível anulação do concurso. Neste caso, deverá ser publicado um calendário de reaplicação das provas para garantir a regularidade da seleção.

TRE PA se pronuncia sobre suspeita de fraude

Após a abertura de um inquérito para apurar suspeitas de fraude na aplicação das provas objetivas do concurso TRE PA, pelo Ministério Público Federal, chegou a vez do tribunal se manifestar sobre o ocorrido. De acordo com uma nota divulgada pelo TRE PA, foi solicitado pelo órgão esclarecimentos ao IBFC.

Segundo informações do tribunal, as provas foram transportadas e levadas até os candidatos dentro de malotes com lacres. O TRE PA detalha que havia dois malotes lacrados, que continham envelopes igualmente lacrados, abertos na presença de ao menos dois candidatos, instantes antes do início da prova.

Entretanto, em uma das salas de prova, na cidade de Santarém, foi constatado que um dos envelopes não estava completamente lacrado. De acordo com o tribunal, a comissão do concurso solicitou à banca organizadora do certame os devidos esclarecimentos e averiguação detalhada da situação.

Foi constatada pela averiguação realizada pelo IBFC, que ocorreu falha humana operacional dentro do ambiente monitorado. Os resultados dessa investigação foram encaminhados ao tribunal, com comprovações em documentos e imagens.

De acordo com a banca organizadora, nas dependências do IBFC, as provas estavam em segurança dentro dos malotes com lacres. O TRE PA finalizou informando que a comissão organizadora do concurso ficou satisfeita com o material enviado pelo IBFC. Entretanto, a organizadora ainda não se manifestou sobre o caso.

» Prepare-se para o concurso TRE PA + BÔNUS (GRÁTIS) «

Saiba mais sobre o Concurso TRE PA: SAIU EDITAL com ganhos de até R$ 13,3 mil!

BAIXE GRÁTIS PDF com Previsões para 2020 + Cronograma de Estudos + Aulas para começar HOJE

Acompanhe nossas

redes sociais