Concurso TRT 6 (PE): Edital com 44 vagas nos próximos dias!

icone calendario 05 jan 2018

Grande notícia aos concurseiros de Pernambuco! O novo concurso público do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, sediado em Recife/PE, divulgou o Projeto Básico (pré-edital) do novo certame, que está autorizado e já definiu a banca organizadora!

Segundo o documento, a oferta será de 44 vagas imediatas, mais formação de cadastro reserva, para candidatos de nível médio e superior com remuneração de até R$ 14 mil!

Previsão do edital

O concurso TRT 6 (PE) foi autorizado em agosto de 2017 e em dezembro definiu a FCC (Fundação Carlos Chagas) como banca organizadora do certame.

A expectativa é de que, após a divulgação do Projeto Básico, o edital do concurso TRT PE seja publicado já nos próximos dias e as provas aplicadas em março de 2018.

Portanto é hora de intensificar os estudos e garantir antecipadamente sua vaga!

Vagas e salários

Até agora, foram confirmadas 44 vagas imediatas, mais cadastro reserva, para os seguintes cargos:

– Analista Judiciário, área judiciária (07);

– Analista Judiciário, área apoio especializado, especialidade Medicina (01);

– Analista Judiciário, área judiciária, especialidade Oficial de Justiça avaliador Federal (02);

– Analista Judiciário, área judiciária, especialidade TI (CR);

– Técnico Judiciário, área administrativa, sem especialidade (29);

– Técnico Judiciário, área administrativa, especialidade Segurança (05).

Vale ressaltar que o quantitativo de vagas poderá sofrer alterações até a data de publicação do edital TRT 6 (PE) oficial.

Ainda de acordo com o pré-edital, o número total de candidatos que terão as provas discursivas corrigidas será de 3.590, sendo que 1.170 serão classificados e poderão ser contratados na validade do certame.

O salário para o cargo de Analista Judiciário, Áreas Judiciária, Administrativa e demais especialidades será de R$ 11.007,00 somado aos auxílios-alimentação e saúde, chegam a R$ 11.921,00 podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700,00 para candidatos que tenham filho.

Já para o cargo de Técnico Judiciário, a remuneração é de R$ 6.709,00 somados aos mesmos benefícios básicos, será de R$ 7.893,00 podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700,00 para candidatos que tenham filho.

Interessante destacar que para o cargo de Oficial de Justiça, haverá ainda uma gratificação de R$ 1,5 mil, aumentado a remuneração para perto de R$ 14 mil.

Todos os valores mencionados estão de acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho deste ano pelo governo, onde são reajustados tanto o salário-base quanto a gratificação de atividade judiciária (GAJ). No topo das carreiras chegará, em 2019, a R$ 11.398,00 e R$ 18.701,00.

Como será a Prova?

A avaliação será dividida nas seguintes etapas:

Todos os cargos farão provas objetivas, como etapa única de caráter classificatório e eliminatório, exceto para o cargo de Técnico Judiciário – Área Segurança, que terá uma segunda etapa de prova prática de aptidão física, de caráter eliminatório.

Analista Judiciário: provas objetivas (total de 70 a 120 questões divididas entre conhecimentos básicos e específicos) e discursivas (sobre os conhecimentos específicos aplicados).

Técnico Judiciário: provas objetivas (total de 70 a 120 questões divididas entre conhecimentos básicos e específicos) e discursivas para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, com o acréscimo de prova prática de aptidão física para a carreira de Técnico – Área Segurança.

Ainda não há data específica prevista para a aplicação das provas.

A expectativa é de que as provas sejam aplicadas em março de 2018, em Recife (PE), em horários distintos para os cargos de nível médio e superior, de forma a permitir a participação de um mesmo candidatos em ambos os processos seletivos.

Último concurso TRT 6 (PE)

O último certame aconteceu em 2012, na ocasião foram oferecidas 38 vagas de nível médio e superior para início imediato, além de cadastro reserva.

Vale ressaltar que, ao todo foram 706 nomeados para apenas 38 vagas oferecidas inicialmente, ou seja, número muito mais acima do ofertado. Os cargos com mais nomeações foram para Analista Jurídico na área judiciária (150) e Técnico Judiciário na área administrativa (390).

A avaliação foi por meio de provas objetivas compostas por 20 questões de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva (redação).

O exame contou com disciplinas como:

Língua Portuguesa;

Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático;

Noções de Gestão Pública;

Direito Constitucional;

Direito Administrativo;

Direito Processual do Trabalho;

Direito do Trabalho;

Direito Civil;

Direito Processual Civil;

Noções de Direito Previdenciário.

Já a prova discursiva, aplicada no mesmo dia da prova objetiva, o temo abordado foi “Liberdade de imprensa, desenvolvimento da sociedade e direitos individuais” e a pontuação foi distribuída com base nos aspectos de conteúdo, estrutura e expressão.

Nova Concursos  tem ajudado há mais de 8 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais