Pesquisar no blog

Saiu o edital do concurso unificado com 597 vagas no bloco 2!

icone calendario 18 jan 2024

Saiu o edital do Concurso Unificado  (CNU) com oferta de 597 vagas para o bloco temático 2, na área de Tecnologia, Dados e Informação.

O CNU é uma proposta do Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos para preencher as vagas do Poder Executivo autorizadas em 2023, por meio de um único concurso, com provas aplicadas simultaneamente, em mais de 200 cidades.

Ao todo, estão sendo ofertadas 6.640 vagas que estão distribuídas em oito editais (blocos temáticos), divididos por área de atuação governamental e perfil profissional desejado, sendo:

  • Infraestrutura, Exatas e Engenharias: 727 vagas
  • Tecnologia, Dados e Informação: 597 vagas
  • Ambiental, Agrário e Biológicas: 530 vagas
  • Trabalho e Saúde do Servidor: 971 vagas
  • Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: 1.016 vagas
  • Setores Econômicos e Regulação: 359 vagas
  • Gestão Governamental e Administração Pública: 1.748 vagas
  • Nível Intermediário: 692 vagas

Nessa matéria, você encontrará as informações específicas do bloco 2. Tecnologia, Dados e Informação que reúne vagas autorizadas para perfis da área de conhecimento e formação em ciências exatas, como computação, ciência de dados, física, matemática, geociências, estatística e áreas afins.

Se você se encaixa nesse perfil e quer saber mais detalhes desse edital, fica comigo nessa página!

Para saber mais detalhes sobre os outros editais, leia também: “Editais CNU: 6.640 vagas e até R$ 22 mil!”

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

Resumo do edital

  • Vagas: 597
  • Cargo: Diversos
  • Escolaridade: Nível Superior
  • Banca: Cesgranrio
  • Salário: de R$ 5.212,29 até R$ 20.924,80
  • Período de inscrições: 19/01/2024 até 19/02/2024
  • Taxa: R$ 90,00
  • Prova: 05/05/2024
  • Edital

Como fazer a inscrição no Concurso Nacional Unificado?

Os interessados em uma das vagas deverão ter em mãos o CPF e acessar o Portal GOV.BR,  a partir das 10h do dia 19 de janeiro até às 23h59 do dia 09 de fevereiro de 2024.

Em seguida, será preciso escolher um dos oito blocos temáticos, os cargos e especialidades,
indicando a ordem de preferência de ocupação dos cargos e a cidade de realização das provas.

De maneira mais simplificada, será preciso acompanhar a seguinte ordem:

  1. Escolher o bloco temático
  2. Escolher os cargos
  3. Ordenar preferência entre os cargos
  4. Ordenar preferência das especialidades

Lembrando que será possível concorrer a todos os cargos dentro do mesmo bloco!

Após preencher o formulário de inscrição, o candidatos deverão efetuar o pagamento da taxa de inscrição gerada  por GRU (Guia de Recolhimento da União).

O valor do bloco 2. Tecnologia, Dados e Informação, é de R$ 90,00.

Haverá isenção da taxa de inscrição, para os candidatos que se enquadrarem nos seguintes requisitos:

  • Inscritos no CadÚNICO
  • Doador de Médula Óssea
  • Seja ou tenha sido bolsita do ProUni
  • Seja ou tenho sido financiado pelo Fies

CNU oferta 597 vagas para Tecnologia, Dados e Informação

O bloco temático 2 do Concurso Unificado oferta 597 vagas de nível superior para dez órgãos, são eles:

  • Advocacia Geral da União – AGU
    • Estatístico
      • Estatística: 07 vagas
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas – Funai
    • Especialista em Indigienismo
      • Estatística: 01 vaga
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
    • Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas:
      • Desenvolvimento de Tecnologia da Informação: 27 vagas
      • Infraestrutura e suporte de Tecnologia da Informação: 38 vagas
      • Redes e Telecomunicações: 05 vagas
    • Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas:
      • Estatística: 04 vagas
    • Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas:
      • Ciência de Dados: 03 vagas
      • Estatística: 19 vagas
      • Métodos quantitativos: 10 vagas
      • Webdesigner e Produção Gráfica: 16 vagas
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA
    • Analista Administrativo
      • Tecnologia da Informação: 06 vagas
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP
    • Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais: 20 vagas
  • Ministério da Agricultura e Pecuária – MAPA
    • Analista em Ciência e Tecnologia
      • Tecnologia da Informação: 20 vagas
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI
    •  Analista em Ciência e Tecnologia
      • Ciência de Dados: 08 vagas
      • Tecnologia da Informação: 11 vagas
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos – MGI
    • Analista em Tecnologia da Informação (ATI)
      • Tecnologia da Informação: 300 vagas
    • Analista Técnico de Políticas Sociais (ATPS)
      • Tecnologia da Informação: 20 vagas
    • Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG): 15 vagas
    • Estatístico
      • Estatística: 12 vagas
  • Ministério da Saúde
    • Tecnologista
      • Tecnologia da Informação: 06 vagas
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC
    • Analista Administrativo
      • Tecnologia da Informação: 06 vagas

Haverá reserva de vagas para indígenas, PcDs, e pessoas autodeclaradas negras. Confira a distribuição de vagas para cotas e os locais onde serão lotados os classificados, no edital, clicando aqui!

Os servidores cumprirão jornadas de trabalho de 40h semanais e serão remunerados com salários iniciais que variam de R$ 5.212,29 até R$ 20.924,80.

Quais os requisitos para participar do Concurso Unificado?

Para participar do certame, é necessário:

  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de direitos e obrigações civis e de gozo de direitos políticos, nos termos do § 1º, art. 12, da Constituição Federal e do Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta, promulgado no Brasil por meio do Decreto nº 3.927/2001.
  •  Estar em dia com as obrigações eleitorais.
  •  Estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato brasileiro do sexo masculino.
  •  Ter, na data de admissão, idade mínima de 18 (dezoito) anos completos.
  • Só poderá ser empossado em cargo público aquele que for julgado apto física e mentalmente para o exercício do cargo. O exame médico admissional avaliará a capacidade física e mental do candidato para exercer as atividades do cargo público que irá ocupar.
  • A convocação para o exame médico admissional é de responsabilidade dos órgãos aderentes ao Concurso Público Nacional Unificado para a investidura nos seus respectivos cargos.
  • Ser aprovado no Concurso Público Nacional Unificado e preencher os requisitos previstos no Anexo II do Edital.
  • Não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público federal, nos termos dispostos no art. 137 da Lei Federal nº 8.112/1990, e suas alterações.
  •  Cumprir as determinações do Edital.

Conheça outros concursos que estão abertos no Brasil ➡️ Concursos Abertos: Mais de 60 mil vagas!

Como serão as provas do Concurso Unificado no bloco 2?

Os candidatos serão avaliados em três etapas distintas, são elas:

  • 1ª etapa
    • Exame de Habilidades e Conhecimentos (Prova Objetiva e Redação), de caráter classificatório e eliminatório;
    • Perícia Médica – Avaliação Biopsicossocial, para os candidatos que se declararem com deficiência;
    • Procedimento de Verificação da condição declarada para concorrer às vagas reservadas aos candidatos negros;
    • Procedimento de Verificação Documental, para concorrer às vagas reservadas aos candidatos indígenas para os cargos da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI).
  • 2ª etapa
    • Avaliação de Títulos, quando couber, de caráter classificatório.
  • 3ª etapa
    • Curso de Formação, de caráter classificatório e eliminatório, dos candidatos ao cargo de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos – MGI; e para o cargo de Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas será constituída de Prova Didática na forma de aula, de caráter classificatório.

A prova objetiva e discursiva será aplicada no dia 05 de maio de 2024 (dois turnos), em uma das 220 cidades escolhidas no ato de inscrição.

As provas objetivas serão compostas de 70 questões de múltipla escolha, sendo 20 questões de conhecimentos gerais e 50 questões de conhecimentos específicos, com cinco alternativas cada questão e apenas uma resposta considerada correta.

Na ocasião, os candidatos deverão demonstrar conhecimentos sobre as disciplinas de:

  • Conhecimentos Gerais
    • Políticas Públicas;
    • Desafios do Estado de Direito: Democracia e Cidadania;
    • Ética e integridade;
    • Diversidade e Inclusão na sociedade;
    • Administração Pública Federal; e
    • Finanças Públicas.
  • Conhecimentos Específicos
    • Eixo 1 – Gestão Governamental e Governança Pública;
    • Eixo 2 –  Políticas Públicas;
    • Eixo 3 – Gerência e Suporte da Tecnologida da Informação;
    • Eixo 4- Desenvolvimento de Software; e
    • Eixo 5 – Apoio à decisão, inteligência artificial e métodos quantitativos.

Atenção! Somente serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos aprovados nas provas objetivas!

Os classificados terão seus títulos e experiências pontuados. A nota valerá 0%, 5% e 10% do total da nota final ponderada com base no órgão e cargo.

O prazo de validade desse concurso será de 12 meses, a contar da data de publicação do edital de homologação dos resultados finais, podendo vir a ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais