O que é esse concurso nacional unificado? Quando será o CNU 2023?

Iago Almeida

icone calendario 13 dez 2023

O Concurso Nacional Unificado (CNU) está prestes a ser publicado e terá vagas em vários órgãos pelo país. É um “Enem dos Concursos”; saiba mais detalhes!

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui  e saiba mais!

O que é esse Concurso Nacional Unificado – CNU?

O Concurso Nacional Unificado (CNU) está sendo comparado como um “Enem dos Concursos”. Ele uniu vários órgãos em apenas um concurso, com diversas vagas.

Criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), o Concurso Nacional Unificado aparece como um modelo inovador de seleção de servidores públicos.

Segundo o ministério, o novo modelo consiste na realização conjunta de concursos para o provimento de cargos públicos efetivos no âmbito dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, mediante a aplicação simultânea de provas em todos os Estados e no Distrito Federal.

“O objetivo é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos; padronizar procedimentos na aplicação das provas; aprimorar os métodos de seleção de servidores públicos, de modo a priorizar as qualificações necessárias para o desempenho das atividades inerentes ao setor público; e zelar pelo princípio da impessoalidade na seleção dos candidatos em todas as fases e etapas do certame”, explicou o ministério.

Para ajudar o concurseiro em suas dúvidas, o MGI criou um site oficial para o CNU. Nele você encontra tudo sobre as provas, órgãos, carreiras, apresentação e cronograma; veja:

Quando será o Concurso Nacional Unificado – CNU 2023?

De acordo com o cronograma montado pelo MGI, o edital do Concurso Nacional Unificado deve sair até dia 20 de dezembro, ou seja, em poucos dias. Veja:

  • até 22/11/2023 – contratação da banca
  • 20/12/2023 – divulgação do edital
  • fevereiro ou março/2024 – aplicação das provas
  • até maio/2024 – resultado final da etapa unificada
  • até julho/2024 – curso de formação, quando houver
  • até agosto/2024 – posse dos aprovados

Lembrado que a banca foi contratada dentro do prazo, o que deve fazer o edital também sair no prazo. A escolhida foi a Fundação Cesgranrio.

O Tribunal de Contas da União (TCU), a Controladoria Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) acompanharam ativamente todo o processo que culminou na escolha da banca.

Com isso, o próximo passo é justamente a publicação do edital, que já pode sair a qualquer momento!

“O Governo Federal tem a experiência do Enem, mas é a primeira vez que estamos fazendo uma prova de concurso público desse vulto, envolvendo 21 órgãos. Por isso, buscamos o apoio dos órgãos de controle desde o princípio, para que todas as etapas do concurso estejam em conformidade com as melhores práticas de gestão, transparência, legalidade e impessoalidade”, informou a diretora de Provimento e Movimentação de Pessoal do MGI, Maria Aparecida Chagas Pereira.

A apresentação sobre o Concurso Nacional Unificado pode ser acessada aqui .

Quais as vagas e órgãos do CNU?

Aliás, o “Enem dos concursos” teve adesão de 21 órgãos federais, totalizando 6.640 vagas. Portanto, veja a distribuição por órgãos:

  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI): 1.480 vagas (incluindo as vagas transversais)
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC): 110 vagas
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ): 30 vagas
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL): 40 vagas
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa): 520 vagas
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): 742 vagas
  • Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI): 296 vagas
  • Ministério dos Direitos Humanos: 40 vagas
  • Ministério da Educação: 70 vagas
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): 502 vagas
  • Ministério da Saúde (MS): 220 vagas
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC): 40 vagas
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP): 130 vagas
  • Ministério do Trabalho e Emprego (MTE): 900 vagas
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): 35 vagas
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): 895 vagas
  • Advocacia-Geral da União (AGU): 400 vagas
  • Ministério dos Povos Indígenas (MPI): 30 vagas
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO): 60 vagas
  • Ministério da Cultura (MinC): 50 vagas
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep): 50 vagas

A lista detalhada de adesões por carreiras/cargos de cada órgão está disponível neste link.

Como foi a escolha da banca do CNU?

Segundo o MGI, a partir de um Estudo Técnico Preliminar (ETR), estabeleceu-se os requisitos necessários para as empresas que desejassem aplicar a prova do Concurso Nacional.

Assim, esse documento foi remetido a 12 instituições que já fizeram seleções de concurso público para qualquer uma das três esferas de governo.

Dessas 12, cinco apresentaram propostas para aplicação da prova e, desse conjunto, três atendiam a todas as condições previstas pela Equipe de Planejamento da Contratação.

“Como as três empresas tinham as qualificações necessárias, decidimos pelo critério da economicidade, ou seja, por aquela que cobrou o menor valor pelo serviço”, explicou a diretora do MGI.

O estudo técnico preliminar foi a base do Termo de Referência, que trouxe alguns aperfeiçoamentos em relação ao documento anterior, que era ainda preparatório, por observação das próprias empresas.

“Por isso, a recomendação dos órgãos de controle foi a submissão do TR novamente às três bancas que estavam na disputa. As bancas analisaram o termo, ajustaram suas propostas e as apresentaram novamente ao MGI”, explicou.

Por fim, a pasta selecionou a Fundação Cesgranrio , que ofereceu a proposta mais vantajosa para a Administração Pública, com o valor mais baixo.

O que estudar para o CNU 2023?

Assim, as provas estão previstas para o primeiro trimestre de 2024, sendo aplicada em duas etapas: provas objetivas e discursivas e a prova de títulos.

Além disso, a avaliação será realizada em 180 municípios e aplicadas em todas as regiões do Brasil . E uma novidade: em dois turnos, em um domingo, respeitando o horário de Brasília/DF.

Portanto, as provas objetivas de aplicação geral deverão perpassar três dimensões:

  • valorização do ethos público (se refere à vocação para servir e trabalhar como servidor público);
  • da realidade brasileira e das relações entre Estado; e
  • relação das políticas públicas e o desenvolvimento nacional.

Ainda segundo o MGI, a quantidade de provas deverá ser proporcional ao número de blocos temáticos previstos.

Então, serão confeccionadas sete avaliações de nível superior, uma para cada bloco, e uma para o nível intermediário (médio), que representa um único bloco.

Concurso Nacional Unificado: o que es t udar?

Qual o primeiro passo para começar a escutar para o CNU 2023?

Se você está interessado na seleção, então começar a se preparar desde já (se ainda não fez isso) é a melhor escolha. Isso porque o concurso deve ser concorrido!

O principal ponto para iniciar os estudos é montando um cronograma do que vai estra e em qual dia. Separe matérias para que sua mente foque cada dia em um assunto.

Mas, se você está acostumado a misturar matérias em seus estudos, não há problemas. O importante é ter tempo de descanso entre os estudos, para que não haja excesso de esforço.

Usar materiais para estudar é mais que importante e a Nova Concursos te ajuda nisso. Apostilas, cursos, ou até mesmo a preparação completa, como você pode ver abaixo:

Dúvidas ou outras informações?

Para se atualizar sobre o novo Concurso Nacional, os interessados também podem seguir as redes sociais do Ministério da Gestão no Instagram, X e TikTok com o usuário @gestaogovbr.

Mas, o Ministério da Gestão também possui um canal oficial de atendimento para dúvidas e denúncias sobre o concurso: [email protected]  

Concurso Nacional Unificado (CNU): Aprovados devem ser nomeados em até 3 meses!

Saiba mais sobre o Concurso CNU: Editais publicados. Mais de 6 mil vagas!

Materiais Relacionados

Notícias relacionadas

Acompanhe nossas

redes sociais