Compartilhar:

11 Concursos Federais na mira do governo Bolsonaro

Redator da Nova Concursos

icone calendario 15 jan 2019

O novo Ministério da Economia já começou a analisar as solicitações de concursos públicos no âmbito federal para o período de 2019.

Antes do governo do atual presidente Jair Bolsonaro, o responsável pelas verificações dos pedidos era o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). A pasta foi transferida para o chamado Superministério da Economia, capitaneado pelo Ministro Paulo Guedes.

Dentre os pedidos em análise, estão os dos órgãos Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Bacen (Banco Central do Brasil), DEPEN (Departamento Penitenciário Nacional), INSS (Instituto Nacional do Serviço Social) e outros.

O prazo para que novos pedidos de certames em âmbito nacional sejam encaminhados ao Ministério do Planejamento é o dia 31 de maio.

Confira a situação de cada um deles:

– Anvisa

Um novo pedido de concurso será realizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para provimento de vagas para cargos já existentes dentro do órgão.

O atual déficit é de 75 servidores, sendo 38 para Técnico Administrativo, 28 de Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária, sete de Analista Administrativo e dois de Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária.

Em 2017, houve um pedido do órgão para 697 novas vagas para provimento de cargos novos e já existentes. Os cargos solicitados foram para Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária (457), Técnico Administrativo (124), Analista Administrativo (68), e Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária (48).

– Ancine

A Agência Nacional de Cinema pede o provimento de vagas em cargos de nível médio e superior. As últimas movimentações ocorreram em dezembro de 2018.

A solicitação tem 16 vagas, sendo de Especialista em Regulação da Atividade Cinematográfica e Audiovisual (7), Técnico em Regulação da Atividade Cinematográfica e Audiovisual (6), Técnico Administrativo (2), Analista Administrativo (1).

O salário ofertado será de R$ 7.474,67 para Técnico Administrativo e R$ 7.846,37 para Técnico em Regulação, ambos de nível médio. Já para os cargos de nível superior, os ganhos são de R$ 14.265,50 e R$ 15.516,12, para Analista e Especialista, respectivamente.

– Bacen

O Banco Central do Brasil realizou o pedido de 230 vagas, sendo 200 para o cargo de Analista e 30 para Procurador. Em 2017, outra solicitação pedia o número de 990 vagas.

O salário para o cargo de Técnico é de R$ 6.882,57, enquanto que para o cargo de Analista é de R$ 17.391,64. Os requisitos são de nível médio e superior, respectivamente. A vaga para Procurador, com a exigência de nível superior em direito, tem a remuneração de R$ 19.655,67.

» Prepare-se com a Apostila BACEN + Curso Português (GRÁTIS) «

– CGU

Com o déficit de 1.338 servidores, a antiga Controladoria Geral da União realizou o pedido de um novo concurso com 650 vagas no ano passado.

Renomeada para Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle pelo antigo presidente Michel Temer, o órgão teve suas funções mantidas.

O pedido é exclusivo para o cargo de Analista de Finanças e Controle, com requisito de nível superior e salários de R$ 15.461,70.

– DEPEN

Foram solicitadas 1.580 vagas pelo Departamento Penitenciário Nacional. A última movimentação aconteceu ainda em dezembro de 2018.

O novo Ministro da Segurança, Sergio Moro, reforçou a necessidade de um maior efetivo no órgão, assim como na Polícia Federal (PF) e na Polícia Rodoviária Federal (PRF).

» Prepare-se com a Apostila DEPEN + Curso Português (GRÁTIS) «

– FUNARTE

A Fundação Nacional de Artes solicitou a abertura de concurso com 138 vagas, distribuídas em cargos para nível médio, técnico e superior, registrando avanços no pedido nos últimos meses de 2018.

As 138 vagas estão dispostas nos cargos de:

Nível médio (salários de R$ 3.877,97): Assistente Financeiro, Assistente Técnico I, Assistente Administrativo, Assistente Administrativo II, Assistente Administrativo III, Assistente Administrativo IV, Assistente Técnico III, Assistente Técnico IV, Serviços Auxiliares, Técnico Operacional;

Nível superior (salários de R$ 5.493,29): Administração e Planejamento, Administrador I, Arquivista, Comunicação e Divulgação Cultural, Documentação, Profissional Técnico Superior I, Técnico em Comunicação.

– ICMBIO

O Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade solicitou o número de 1.179 vagas para novos servidores. Atualmente, a vacância é de 1.228 trabalhadores.

Os cargos no pedido são de Analista Ambiental (561 vagas), Técnico Administrativo (457), Analista Administrativo (94) e Técnico Ambiental (67).

As oportunidades são para os níveis médio e superior, com remunerações de R$ 4.408,94 e R$ 9.389,84, respectivamente.

– INSS

A solicitação de um novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social recebeu mais uma movimentação no dia 7 de janeiro de 2019.

O pedido abrange 7.888 novas vagas, sendo 3.984 de Técnico do Seguro Social, 1.692 para Analista e 2.212 para Perito. O primeiro cargo tem o requisito de nível médio, enquanto que os outros dois tem a exigência de nível superior, com o último cargo em algumas áreas específicas.

O concurso fica ainda mais evidente devido ao fato de o governo ter arquivado o pedido do órgão em utilizar os aprovados no último certame. Citado no orçamento, a seguridade social conta com uma reserva de recursos para o prosseguimento do pedido.

» Prepare-se com a Apostila INSS + Curso Direito Constitucional – Remédios Constitucionais (GRÁTIS) «

– Ministério do Turismo

O órgão, responsável pelo desenvolvimento do turismo como uma atividade econômica sustentável, já solicitou um novo certame ao então Ministério do Planejamento e aguada um posicionamento do novo governo.

– Ministério do Trabalho

O órgão encaminhou em 2018 um pedido para um novo concurso para provimento de 2.873 vagas novas, em 13 cargos distintos.

As oportunidades seriam nas carreiras de: Administrador (93), Agente Administrativo (1.307), Arquivista (32), Auditor Fiscal do Trabalho (1.309), Bibliotecário (2), Contador (58), Economista (12), Engenheiro (5), Estatístico (5), Psicólogo (26), Sociólogo (4), Técnico em Assuntos Educacionais (10), Técnico em Comunicação Social (10).

O cargo de Auditor Fiscal do Trabalho merece uma atenção específica: sem concurso desde 2013, a atividade conta com o menor número de efetivo dos últimos 20 anos.

» Prepare-se com a Apostila Ministério do Trabalho + Curso Português (GRÁTIS) «

– Biblioteca Nacional

A Biblioteca Nacional realizou o pedido de um concurso com 113 vagas para o ano de 2019, que segue sendo analisado pelo Ministério da Economia.

Nova Concursos  tem ajudado há mais de 10 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais