Carreiras Policiais: Como é o exame psicotécnico?

icone calendario 09 fev 2021

O Teste de Aptidão Psicológica, também conhecido como TAP, é uma das etapas que os concurseiros devem enfrentar para alcançar a tão sonhada vaga na área da segurança pública.

Muitos concurseiros se sentem apreensivos antes de fazer o exame psicotécnico, porque é difícil se preparar para ele, uma vez que não existe uma apostila preparatória ou provas anteriores para estudar.

Se este é seu caso, a Nova Concursos traz mais detalhes de como é o exame psicotécnico, desta forma você poderá preparar seu psicológico para estar tranquilo no momento no teste!

Quais os concursos cobram o TAP?

O Teste de Aptidão Psicológica (TAP) geralmente é cobrado em concursos como:

Polícia Federal ;
Polícia Rodoviária Federal ;
– Polícia Civil como PCDF , PCPA , PCRJ  etc;
– Polícia Militar como PMSP , PMPR  etc;
– Guarda Civil Metropolitana;
Polícia do Senado .

Para que serve o TAP?

Em resumo, o exame psicológico tem como objetivo examinar o estado mental dos candidatos concorrentes, para identificar e inabilitar pessoas cujas características psicológicas revelem traços de personalidade incompatíveis com o desempenho de determinadas funções.

Após uma série de discussões na Justiça, o uso de teste psicotécnico foi considerado válido, desde que observadas algumas condições, entre elas, o teste deve estar previsto na legislação e no edital do processo de seleção, além de ser aplicado de forma razoável e adequado para as atribuições do cargo em questão.

É requisito que a avaliação psicotécnica deva apresentar critérios claros e objetivos, aplicados para todos os candidatos, com a devida fundamentação científica, e o resultado poderá sempre ser contestado pelo candidato por meio de recurso administrativo.

Como é o exame psicotécnico?

Através de uma entrevista ou teste psicológico (varia de acordo com o concurso) o examinador irá averiguar se os candidatos estão preparados para situações como emprego de arma de fogo, solução de conflitos e envolvimento em situações de conflito.

Os quesitos analisados na avaliação para carreiras policiais geralmente são:

Fundamentais para a aprovação

Características imprescindíveis – Apresentação pessoal, atenção difusa, capacidade de acatar normas e regras, capacidade de adaptação, controle emocional, dedicação, discernimento, bom senso, disciplina, honestidade, imparcialidade, prudência, rapidez de ação e reação e responsabilidade;

Características importantes – Atenção concentrada, capacidade de observação, dinamismo, educação, energia/autoridade, iniciativa, memória fisionômica, memória visual, organização, percepção, resistência à frustração e sociabilidade;

Características necessárias – Fluência oral, inteligência (raciocínio dedutivo/indutivo), persuasão e raciocínio verbal.

Impedimento para o exercício da função

– Psicopatologias, Vícios (álcool, drogas, jogos, etc.), desvios de sexualidade, heteroagressividade exacerbada, agressividade autodirigida, fanatismo religioso, fanatismo ideológico, emotividade acentuada, impulsividade exacerbada, estrutura frágil de personalidade/sensibilidade acentuada.

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais