IBGE: Diferença entre Agente Municipal e Supervisor | Nova Concursos

Concurso IBGE: Qual a diferença entre o Agente Municipal e Supervisor?

icone calendario 01 mar 2021

O concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) segue com inscrições abertas. A seleção traz oferta de mais de 208 mil vagas temporárias, distribuídas em âmbito nacional .

Do total de vagas, 28.138 são para os cargos de Agente Municipal e Supervisor, ambos com exigência de nível médio completo. Neste artigo vamos tratar de uma questão que confunde muitos concurseiros. Afinal qual a diferença entre os dois cargos.

Agente Censitário Municipal ou Supervisor?

O Agente Censitário Municipal conta com 5.462 postos de trabalho, enquanto o Agente Censitário Supervisor possui 22.676 oportunidades.

Importante entender que na hora da inscrição o candidato concorrerá apenas ao cargo de Agente, sem distinção entre Municipal e Supervisor. A escolha pelo cargo só ocorrerá após a classificação final.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, ao candidato que obtiver a melhor classificação no concurso será oferecida a vaga de Agente Censitário Municipal. Os demais concorrentes irão assumir as vagas de Agente Censitário Supervisor.

Diferença na remuneração

De acordo com o edital, os aprovados serão contratados pelo período de cinco meses e receberão os seguintes salários:

  • Agente Censitário Municipal – R$ 2.100,00
  • Agente Censitário Supervisor – R$ 1.700,00

O que faz o Agente Censitário Municipal?

O profissional irá gerenciar o posto de coleta e, durante todo o trabalho do Censo Demográfico 2020, estará à frente de dois tipos de ações:

  • Administrativas: relativas ao controle e gestão dos recursos humanos e materiais do posto de coleta;
  • Técnico-operacionais: desempenha o papel de gestor de uma equipe de agentes censitários supervisores e recenseadores, em que acompanha e orienta a coleta de dados.

O que faz o Agente Censitário Supervisor?

O Agente Censitário Supervisor exerce tarefas de supervisão da operação censitária, com foco nas questões técnicas e de informática, exercendo, quando necessário, tarefas administrativas, como renovação de contratos, avaliação de recenseadores, entre outros.

Vale ressaltar que o profissional, neste caso, está subordinado ao Agente Censitário Municipal. Sua principal função é acompanhar, avaliar e, sobretudo, orientar os recenseadores durante a execução dos trabalhos de campo.

Inscrições até dia 24 de março

As inscrições seguem abertas até às 23h59min do dia 24 de março por meio do site da banca organizadora, o Cebraspe .

Como mencionado anteriormente, a exigência para concorrer a ambos os cargos de Agente é possuir o nível médio completo.

Já para o cargo de Recenseador, o requisito é possuir nível fundamental. Com isso, as taxas de inscrição são de R$ 35,80 (Agentes) e R$ 23,61 (Recenseador).

Como serão as provas?

Os candidatos aos cargos de Agentes serão avaliados por meio de provas objetivas, programadas para o dia 17 de maio no turno da tarde, no horário previsto das 13h às 17h.

As provas objetivas serão compostas pelas seguintes disciplinas:

Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo, Ética no Serviço Público, Noções de Administração/Situações Gerenciais e Conhecimentos Técnicos.

Saiba mais sobre o Concurso IBGE 2021: Editais com 210 mil vagas Publicados!

BAIXE GRÁTIS: Guia Definitivo Plano de Estudos Passo a Passo

Como Organizar sua Rotina, Cronograma de Rotina, Como Controlar a Ansiedade, Como estudar e fazer revisões, Técnica SMART e muito mais!

Acompanhe nossas

redes sociais