Pesquisar no blog

Concurso TRT MG – 3ª região: Confira detalhes do último edital!

icone calendario 30 Maio 2022

Concurseiros interessados no novo concurso TRT MG,  atenção! Os trâmites rumo a publicação do edital estão avançando. Com isso, é importante iniciar os estudos. Sendo assim, saiba detalhes do último edital!

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova . Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Concurso TRT MG: saiba detalhes da seleção de 2015

Nesse sentido, enquanto maiores detalhes acerca do novo processo seletivo não são divulgados, é importante que os concurseiros iniciem sua preparação por meio da análise de antigos editais.

Sendo assim, o último concurso TRT de Minas Gerais foi realizado em 2015, quando foram ofertadas oportunidades para formação de cadastro reserva. Ademais, a seleção aconteceu sob a organização da FCC.

Ademais, os cargos contemplados pelo edital eram os de Técnico e Analista Judiciário entre diversas especialidades, sendo elas:

  • Técnico Judiciário
    • Área:
      • Administrativa
      • Administrativa – Contabilidade
      • Apoio Especializado – Enfermagem
      • Apoio Especializado – Tecnologia da Informação
  • Analista Judiciário
    • Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
    • Área Judiciária
    • Área Administrativa
    • Contabilidade
    • Estatística
    • Arquitetura
    • Arquivologia
    • Biblioteconomia
    • Comunicação Social
    • Enfermagem
    • Engenharia:
      • Civil
      • Elétrica
      • Mecânica
      • Segurança do Trabalho
    • Fisioterapia
    • Historiador
    • Medicina:
      • Cardiologia
      • do Trabalho
      • Psiquiatria
    • Odontologia:
      • Endodontia
      • Pediatria
      • Prótese
    • Psicologia
    • Serviço Social
    • Tecnologia da Informação.

Ademais, as remunerações da época possuíam os valores de R$ 7.591,37 para Técnico e R$ 12.455,30 para Analista.

Como foram as provas?

Além disso, durante a seleção, os inscritos foram avaliados por meio de Prova Objetiva e Estudo de Caso.

Nesse sentido, os candidatos responderam a 60 questões sobre Conhecimentos Básicos e Específicos, além de um estudo de caso. Portanto, veja:

  • Conhecimentos Básicos – 20 questões (peso 1) – Língua Portuguesa e Regimento Interno do TRT da 3ª Região
  • Conhecimentos Específicos – 40 questões (peso 3)
  • Estudo de Caso – 2 questões (peso 1) – 2 questões discursivas

Portanto, veja abaixo detalhes das disciplinas que foram cobradas na parte de Conhecimentos Básicos:

  • Língua portuguesa: ortografia oficial, acentuação, pontuação, flexão, pronomes, coesão, tempos e modos verbais, concordância, regência, sintaxe, redação, compreensão e interpretação de textos de gêneros variados, adequação da linguagem e formato do texto ao gênero textual.
  • Regimento interno do TRT 3ª Região: 
    • Título I – Do Tribunal:
      • Capítulo I – Disposições Preliminares;
      • II – Da Organização do Tribunal; Capítulo
      • III – Do Tribunal Pleno;
      • IV – Do Órgão Especial;
      • V – Do Presidente do Tribunal;
      • VI – Das 1ª e 2ª Vice-Presidências;
      • VII – Da Corregedoria:
        • Seção I – Da Secretaria da Corregedoria,
        • II – Da Competência do Corregedor e do Vice – Corregedor.
    • Título II – Da Ordem de Serviço no Tribunal:
      • Capítulo I – Do Cadastramento e da Distribuição de Processos;
      • II – Do Relator e do Revisor;
      • III – Das Pautas de Julgamento;
      • IV – Das Sessões;
      • V – Dos Acórdãos;
      • VI – Da Execução contra a Fazenda Pública.
    • Título IV – Das Comissões:
      • Capítulo I – Das Disposições Gerais;
      • II – Da Comissão de Regimento Interno;
      • III – Da Comissão de Jurisprudência;
      • IV – Da Comissão de Informática;
      • V – Da Comissão de Planejamento Estratégico.
    • Título V – Dos Serviços Administrativos.
  • Conhecimentos específicos: de acordo com o cargo pretendido.

Nomeações

Portanto, desde a homologação, em dezembro de 2015, já foram nomeados 444 candidatos, sendo que 34 renunciaram à nomeação. Assim, veja:

  • TJAA: 304 nomeados
  • AJAJ: 66 nomeados
  • OJAF: 43 nomeados
  • Técnico Judiciário, especialidade de T.I.: 10 nomeados
  • Analista Judiciário, especialidade
    • Medicina: 02 nomeados
    • Biblioteconomia: 02 nomeados
    • Comunicação Social: 03 nomeados
    • Contabilidade: 04 nomeados

Além disso, as outras carreiras contempladas tiveram um candidato nomeado cada.

Concurso TRT MG: e o novo edital, quando sai?

Sendo assim, os preparativos para o novo concurso  TRT MG estão avançando, visto que uma equipe técnica está sendo formada.

Ademais, vale recordar que o edital foi oficialmente autorizado no dia 11 de abril, por meio de publicação no Diário de Justiça Eletrônico:

  • AUTORIZAR realização de concurso público para provimento de cargos vagos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, de acordo com o disposto na Proposição/DGP/01/2022;
  • AUTORIZAR a designação de grupo de trabalho responsável pelas ações necessárias à realização do certame e ACOLHER a indicação do Diretor-Geral para composição do referido grupo de trabalho.

Além disso, a equipe formada será a responsável por cuidar do estudo das necessidades do órgão, a fim de determinar o quantitativo de vagas a ser ofertado pela nova seleção.

Vagas, cargos e salários

Em suma, o novo concurso ofertará oportunidades de níveis médio e superior entre os cargos de Técnico e Analista Judiciário.

Além disso, o quantitativo de vagas ainda não foi confirmado, entretanto, o órgão conta atualmente com cerca de 425 cargos vagos.

Ademais, vale destacar que os salários recebidos por esses cargos, já incluindo a Gratificação de Atividade Judiciário (GAJ), são os seguintes:

  • Técnico Judiciário:
    • Inicial: R$ 7.591,37
    • Final: R$ 11.389,39
  • Analista Judiciário:
    • Inicial: R$ 12.455,30
    • Final: R$ 18.701,52

Banca organizadora

Ademais, é igualmente essencial mencionar que o Tribunal já vem estabelecendo contato com algumas bancas organizadoras.

Nesse sentido, o órgão esteve em contato com a FCC  (Fundação Carlos Chagas), responsável pelo último concurso, e a Fumarc (Fundação Mariana Rezende Costa).

Entretanto, o mais provável é que a Fumarc  seja a escolhida. Isso porque a FCC já informou que não pode assumir o compromisso de realizar os trâmites com tanta celeridade.

Sendo assim, é possível que a banca organizadora seja definida muito em breve, de forma que o edital pode ser publicado pouco tempo depois.

assinatura completa
Saiba mais sobre o Concurso TRT MG 2022: Edital autorizado. Vagas para Analista e Técnico!
Acompanhe nossas

redes sociais