Compartilhar:

como conseguir fazer uma boa prova

icone calendario 20 maio 2015

Olá, guerreiros! Tudo bem? Hoje trago dicas da Lia Salgado de como conseguir fazer uma ótima prova, seja para concursos, seja para vestibulares! Vamos lá?

banner_nova_468_60_arrumado (Clique aqui e conheça diversas apostilas para concursos públicos)

“Alguns cuidados simples podem ajudar o candidato a ter o melhor desempenho ou, pelo menos, a não ser prejudicado por bobagens no dia da prova. Veja as dicas abaixo.

Nem sempre vence quem sabe mais. A prova é igual para todos e o tempo para fazê-la, também. Mas se o candidato se deixar conduzir pelas questões, em vez de assumir o controle, pode pôr tudo a perder.

Por isso, na semana anterior à prova, o candidato deve definir a ordem de matérias (ou grupo de matérias) a serem resolvidas, e o tempo máximo que poderá levar em cada uma. Isso evita atitudes desastrosas tais como fazer uma pontuação excelente numa disciplina, mas ser eliminado por não obter o mínimo em outra, ou ficar horas preso a algumas questões difíceis e depois descobrir que não há mais tempo para questões que o candidato saberia resolver.

Começar pela disciplina em que o candidato tem mais conhecimento pode aumentar a autoconfiança para o resto da prova. Além disso, os momentos iniciais são os mais tensos, porque acontece um pico de adrenalina que se dissipa em alguns minutos. Assim, se a pessoa começar a prova por uma matéria muito difícil, pode ter a falsa sensação de que não vai conseguir um bom resultado, e o ânimo abatido pode comprometer o desempenho.

Se em algum momento o candidato perceber que está muito nervoso, algumas respirações lentas e profundas (lembrando de exalar também) ajudam a recuperar o equilíbrio. Se preciso, ir ao banheiro e lavar o rosto também ajuda a afastar o estresse. O candidato pode aproveitar esse momento “fora de cena” para respirar serenamente e buscar pensamentos construtivos, mesmo que soem falsos naquele momento.

Uma boa estratégia é dividir a prova em dois ou três momentos. No primeiro, o candidato deve ler atentamente cada questão (na ordem preestabelecida) e resolvê-la, se possível. Se houver dúvidas, é importante anotar ao lado do enunciado informações que possam ser úteis para quando retornar àquela questão, e já eliminar alternativas absurdas, para ganhar tempo.

Depois de responder todas as questões que sabe de imediato, o candidato deve retornar à primeira matéria escolhida, para o segundo exame das questões não resolvidas. Muitas vezes algumas coisas se tornam claras nesse momento e o candidato pode garantir mais alguns pontos. Perguntas muito trabalhosas também devem ser deixadas para essa hora.

O terceiro momento deve ser dedicado a “cavar” algum ponto extra e a tomar as últimas decisões, porque o que o candidato sabia já estará feito.

Vale lembrar que o tempo destinado a cada disciplina será o somatório dos três momentos anteriores e que alguns minutos do tempo total devem ser “guardados” para o que for mais necessário no final.

No caso de haver prova discursiva, ela pode ser feita logo depois da primeira rodada, para que o candidato tenha tempo suficiente para fazer o rascunho e passar a limpo. Mas, se começar a gastar muito tempo sem conseguir desenvolver essa etapa, pode ir para a segunda rodada nas questões e depois voltar para a redação. O importante é não deixar o tempo passar sem estar produzindo e garantindo pontos.

Recomendo que o candidato não fique revisando o que já fez com segurança porque, além de perder o tempo que estava tentando aproveitar, corre o risco de apagar uma marcação correta e trocar por uma errada, por causa de cansaço e confusão – acontece muitas vezes com os candidatos.

Cerca de 30 minutos devem ser reservados para a marcação do cartão-resposta, que deve ser feito com calma e atenção, uma questão por vez.

Outros aspectos devem ser observados além da prova em si, como se preparar para o ambiente do local do concurso, prevenir-se contra atrasos, sede, fome, etc.

Um kit de emergência pode ser muito útil: analgésico, água e algo para comer (barra de cereais, fruta, biscoito, entre outros).

Chegar cedo ao local é garantia de não perder a prova por atraso, mas também é a possibilidade de entrar logo na sala e escolher um bom lugar para se sentar – se não forem previamente marcados.

É interessante observar se no local bate sol, se há ventilador, e evitar as carteiras próximas à porta, onde o ruído de candidatos saindo para ir ao banheiro e quando terminam a prova pode prejudicar a concentração.

Beber água durante a prova e comer algo garante que o corpo não desvie a atenção do cérebro para outras necessidades, além de mantê-lo em boas condições de trabalho até o fim.”

Bora colocar em prática? Com coragem e determinação, tudo é possível!

Um beijo

catia-pCátia Pipoca é concursanda por natureza
e dá dicas para concurseiros guerreiros em seu blog, o http://catia-pipoca.blogspot.com.br e em sua fanpage  https://www.facebook.com/C.PoPcon

 

Aproveite e adquira apostilas para concurso da Nova ! Também acompanhe-nos no Facebook Google Plus para saber das novidades e dicas!

Gostou? Não deixe de votar abaixo!

Ganhe 5% de desconto na primeira compra!

Acompanhe nossas

redes sociais