Concurso AL RN: Diretor-geral confirma a publicação de um novo edital!

Após redução nas despesas, o diretor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Augusto Carlos Viveiros, confirma a realização do novo concurso AL RN. Foi informado por Viveiros, que já solicitou à Coordenadoria de Gestão de Pessoas o levantamento das vagas existentes, geradas pelas recentes aposentadorias dos servidores mais an...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Após redução nas despesas, o diretor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Augusto Carlos Viveiros, confirma a realização do novo concurso AL RN.

Foi informado por Viveiros, que já solicitou à Coordenadoria de Gestão de Pessoas o levantamento das vagas existentes, geradas pelas recentes aposentadorias dos servidores mais antigos!

Confirmação da realização do concurso AL RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, pode enfim realizar o novo concurso AL RN. A confirmação foi feita pelo diretor-geral do órgão, Augusto Carlos Viveiros.

De acordo com informações da Casa, no seu mais recente demonstrativo de despesas, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte conseguiu reduzir anda mais os custos com as despesas de pessoal.

Os números são relativos ao segundo quadrimestre de 2020, e revelam que o Legislativo do Rio Grande do Norte chegou a 2,09% do seu orçamento com as despesas da folha.

Dessa maneira, o Legislativo Estadual já pode programar o seu próximo concurso AL RN para a contratação de servidores efetivos.

“Com esse índice estamos livres para providenciar concurso e todas as ações necessárias relativas à contratação de pessoal”, informou Augusto Carlos Viveiros.

O certame é aguardado desde o ano de 2019. Mas, conforme relatos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, somente agora foi possível reduzir as despesas com pessoal, que impossibilitavam a divulgação de um novo edital.

Em relação à possibilidade do concurso AL RN, o diretor informou que já solicitou à Coordenadoria de Gestão de Pessoas o levantamento das vagas existentes, geradas pelas recentes aposentadorias dos servidores mais antigos.

“Estamos felizes e comemorando porque é fruto do trabalho em equipe e da austeridade da gestão, norteada pelo Planejamento Estratégico”, salientou o diretor Viveiros.

Vagas previstas no concurso AL RN

O número de vagas do novo concurso AL RN será reavaliado, como informou o diretor-geral da Casa. No entanto, no mês de janeiro de 2020, pelo menos 135 vagas estavam previstas, desta forma, é possível que esse quantitativo aumente, com o levantamento a ser realizado.

Na ocasião, estavam previstas vagas para as carreiras de Agente de Polícia Legislativa, Técnico Legislativo e Analista Legislativo.

O salário para o cargo de Técnico Legislativo, de nível médio, é de R$ 2.609,48, podendo chegar ao valor de R$ 5.781,58.

Para a carreira de Analista Legislativo, de nível superior, a remuneração inicial é de R$ 6.215,20 podendo chegar até R$ 13.770,66. A função de Agente, que exige graduação, ainda não teve sua remuneração informada.

Sobre a AL RN

O Poder Legislativo do Estado do Rio Grande do Norte, com competência para propor e aprovar leis, legislando em prol da sociedade potiguar, foi criado em 2 de fevereiro de 1835, ainda durante o período regencial brasileiro. Em 1983, foi inaugurado o Palácio José Augusto, atual sede da Assembleia.

Logo depois da Constituição Federal de 1988, o Legislativo Potiguar elaborou a mais nova Constituição do Estado, ratificada em 3 de outubro de 1989 e em vigor até os dias atuais.

O Rio Grande do Norte possui importante papel no que se refere à história e pioneirismo de mulheres na política brasileira. Foi no Estado onde se teve registro do primeiro voto feminino, a primeira prefeita e também a eleição, em pleno Governo Getúlio Vargas, de uma das primeiras mulheres eleitas para o Legislativo Estadual.

Nas eleições de 1934, Maria do Céu Pereira Fernandes foi a única mulher eleita para elaborar a Constituição Norte-rio-grandense de 1935. Entretanto, o mandato da deputada foi interrompido em 1937 com a instalação do Estado Novo pelo Governo Varguista.

Nas eleições subsequentes, depois do Regime Militar, o Rio Grande do Norte continuou a eleger mulheres para representar o Povo na Assembleia. Maria do Céu abriu o caminho, mas depois dela outras 15 mulheres foram eleitas, incluindo três na atual legislatura: deputadas Cristiane Dantas; Eudiane Macedo e Isolda Dantas.

O Poder Legislativo é exercido pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte de acordo com as normas Constitucionais e Legais e nos termos do seu Regimento Interno, previsto pela Resolução nº 46, de 14 de dezembro de 1990 (consolidado pela Resolução nº 10, de 25 de junho de 2003).

Missão

Representar a sociedade potiguar, promovendo o estado democrático de direito, legislando e fiscalizando a administração pública, compatibilizando com os interesses da população, sendo o referencial de excelência na ação legislativa e seus valores.

Visão

Cumprir o processo legislativo, apresentando proposição de Lei; tramitando a formação do projeto em lei nas comissões, segundo as regras da Constituição Estadual e do Regimento Interno da Assembleia Legislativa do RN; assegurando a participação democrática da sociedade.

Valores

– Ética;

– Igualdade;

– Liberdade de Expressão;

– Respeito;

– Transparência.

Último concurso AL RN

O último concurso AL RN teve seu edital publicado no ano de 2013. Na ocasião, o edital ofertou 85 vagas para os cargos de Técnico Legislativo (nível médio/técnico), Assessor Técnico de Controle Interno (nível superior) e Analista Legislativo (nível superior).

Os salários variaram entre R$ 2.609,48 e R$ 17.025,00, para jornadas de trabalho de 40 horas semanais. Os contratos foram pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade dos servidores.

A banca organizadora responsável pela execução do certame , foi a FCC (Fundação Carlos Chagas), os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva. A avaliação foi composta por 60 questões, englobando as seguintes disciplinas:

– Língua Portuguesa;

– Matemática;

– Raciocínio Lógico;

– História do Rio Grande do Norte;

– Constituição do Estado;

– Legislação da Assembleia;

– Conhecimentos Específicos.

Os concorrentes ao cargo de Analista, ainda tiveram que elaborar uma Redação. Para a função de Técnico na especialidade de Programador, Operador de Som e de Hardware foi cobrado um estudo de caso.

Já para a carreira de Técnico Legislativo, na especialidade de Taquigrafia, houve uma prova prática. Para ser considerado aprovado, foi necessário atingir, no mínimo, 240 pontos na parte de Conhecimentos Gerais e 180 pontos na parte de Conhecimentos Específicos.

Histórico de Notícias

01/10/2020

Concurso AL RN: Diretor-geral confirma publicação de um novo edital!

Após redução nas despesas, o diretor da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Augusto Carlos Viveiros, confirma a realização do concurso AL RN.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais