Concurso Polícia Federal 2021: Saiu o EDITAL com 1.500 vagas!

Foi publicado o edital do novo concurso Polícia Federal, ofertando 1.500 vagas distribuídas entre os cargos de Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista, com exigência do nível superior e salários de até R$ 23 mil. Os interessados podem se inscrever até o mês de fevereiro, no site do Cebraspe. Os candidatos serão avaliados por divers...

Status do concurso: Aberto

Materiais disponíveis

Edital disponível

Curso GRÁTIS Polícia Federal!

Tenha acesso à um material direto ao ponto, totalmente atualizado e GRATUITO

Número de vagas 1500
Salário De R$ 12.522,50 até R$ 23.692,74
Data de inscrição 22/01/2021 a 09/02/2021
Escolaridade Nível Superior
Estado Nacional
Organizadora Cespe/UnB (Cebraspe)
Valor da inscrição R$ 180,00 a R$ 250,00
Data da prova 21/03/2021
Edital Arquivos

Foi publicado o edital do novo concurso Polícia Federal, ofertando 1.500 vagas distribuídas entre os cargos de Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista, com exigência do nível superior e salários de até R$ 23 mil.

Os interessados podem se inscrever até o mês de fevereiro, no site do Cebraspe. Os candidatos serão avaliados por diversas etapas, sendo a primeira fase uma prova objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório!

Como fazer a inscrição no concurso Polícia Federal?

As inscrições estão abertas das 10 horas do dia 22 de janeiro até às 18 horas do dia 09 de fevereiro de 2021.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, Cebraspe .

A taxa de inscrição varia nos seguintes valores:

– Agente, Escrivão e Papiloscopista: R$ 180,00;

– Delegado: R$ 250,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 03 de março de 2021.

Vagas e salários do concurso Polícia Federal

O certame oferta 1.500 vagas de caráter imediato, distribuídas entre as carreiras de Agente, Delegado, Escrivão e Papiloscopista, todos de nível de superior. As oportunidades estão distribuídas da seguinte maneira:

Nível Superior

Agente: 893 vagas;

Delegado: 123 vagas;

Escrivão: 400 vagas;

Papiloscopista: 84 vagas.

Para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista o salário é de R$ 12.522,50. Já para a função de Delegado, a remuneração é de R$ 23.692,74. A jornada de trabalho para todas as carreiras é de 40 horas semanais.

Como será a prova do concurso Polícia Federal?

A avaliação dos candidatos será por meio das seguintes fases:

• Provas Objetivas e Provas Discursivas (eliminatória e classificatória);

• Exame de Aptidão Física (eliminatório);

• Exame Médico (eliminatório);

• Prova Oral (eliminatória e classificatória, somente para Delegado);

• Prova Prática de Digitação (eliminatório, somente para Escrivão);

• Avaliação de Títulos (classificatória);

• Avaliação Psicológica (eliminatória).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na data prevista de 21 de março de 2021. Os locais e horários das provas serão informados no site da banca organizadora, Cebraspe, a partir do dia 11 de março de 2021.

Para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista, ambas as provas terão duração de 4 horas e 30 minutos, sendo realizadas no período da tarde.

Para a carreira de Delegado, a Prova Objetiva terá duração de 3 horas e 30 minutos, sendo realizada no turno da manhã. Já a Prova Discursiva terá duração de 5 horas e será aplicada no mesmo dia, no turno da tarde.

A prova objetiva será composta por 120 questões do tipo CERTO ou ERRADO, totalizando 120,00 pontos.

A prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

Será reprovado na prova objetiva o candidato aos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

a) obtiver nota inferior a 6,00 pontos no bloco I da prova objetiva (P1);

b) obtiver nota inferior a 3,00 pontos no bloco II da prova objetiva (P1);

c) obtiver nota inferior a 2,00 pontos no bloco III da prova objetiva (P1);

d) obtiver nota inferior a 48,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova objetiva.

A prova discursiva valerá 13,00 pontos e consistirá na redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora.

Será reprovado na prova objetiva o candidato ao cargo de Delegado que obtiver nota inferior a 48,00 pontos na P1.

A prova discursiva abordará os objetos de avaliação de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal, terá valor máximo de 24,00 pontos e será composta de duas partes:

a) três questões dissertativas, de até 30 linhas cada, com valor máximo de 4,00 pontos cada uma;

b) elaboração de uma peça profissional, de até 90 linhas, com valor máximo de 12,00 pontos.

O conteúdo programático da prova irá constar as seguintes disciplinas:

Delegado (120 questões)

– Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro Tributário.

Agente de Polícia Federal

Bloco I (60 questões)

– Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico.

Bloco II (36 questões)

– Informática.

Bloco III (24 questões)

– Contabilidade Geral.

Escrivão de Polícia Federal

Bloco I (60 questões)

– Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico.

Bloco II (36 questões)

– Informática.

Bloco III (24 questões)

– Contabilidade Geral e Arquivologia.

Nova-PF

Papiloscopista da Polícia Federal

Bloco I (60 questões)

– Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico.

Bloco II (36 questões)

– Informática.

Bloco III (24 questões)

– Biologia, Física e Química.

O prazo de validade do concurso esgotar-se-á após seis meses, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, realizada após o encerramento dos Cursos de Formação Profissional, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Exame de Aptidão Física (TAF)

O exame de aptidão física constará de quatro testes especificados a seguir:

I – teste em barra fixa;

II – teste de impulsão horizontal;

III – teste de natação (50 metros);

IV – teste de corrida de 12 minutos.

Requisitos necessários para investidura nos cargos do concurso Polícia Federal

– Ser aprovado no concurso público e não ter sido eliminado na investigação social;

– Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal;

– Estar em gozo dos direitos políticos;

– Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;

– Estar quite com as obrigações eleitorais;

– Possuir carteira de identidade civil e carteira nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo;

– Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo;

– Ter idade mínima de 18 anos completos na data de matrícula no Curso de Formação Profissional;

– Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;

– Ter 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial, para ingresso no cargo de Delegado de Polícia Federal;

– Considera-se atividade jurídica, para fins de ingresso no cargo de Delegado de Polícia Federal:

a) a exercida com exclusividade por bacharel em Direito;

b) o efetivo exercício de advocacia, inclusive voluntária, com a participação anual mínima em 5 (cinco) atos privativos de advogado em causas ou questões distintas, conforme o Estatuto da Advocacia;

c) o exercício de cargo, emprego ou função, inclusive de magistério superior, que exija a utilização preponderante de conhecimentos jurídicos;

d) o exercício de função de conciliador em tribunais judiciais, juizados especiais, varas especiais, anexos de juizados especiais ou de varas judiciais, assim como o exercício de mediação ou de arbitragem na composição de litígios, pelo período mínimo de 16 (dezesseis) horas mensais e durante 1 (um) ano.

O que faz um Delegado da Polícia Federal?

Delegado: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações; supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

O que faz um Agente da Polícia Federal?

Agente de Polícia Federal: investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários; executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal; conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

O que faz um Escrivão da Polícia Federal?

Escrivão de Polícia Federal: dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

O que faz um Papiloscopista da Polícia Federal?

Papiloscopista Policial Federal: executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares, exames e laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana; operação e gestão de bancos e sistemas automatizados de identificação civil e criminal; assistir à autoridade policial; desenvolver estudos na área de papiloscopia; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Requisitos dos cargos Polícia Federal

Delegado da Polícia Federal: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial.

Agente de Polícia Federal: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Escrivão de Polícia Federal: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC

Papiloscopista Policial Federal: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Último concurso da Polícia Federal

Nova-PF

O último concurso PF aconteceu no ano de 2018, sob responsabilidade do Cebraspe. Na época, foram ofertadas 500 vagas para os cargos da corporação.

Provas PF 2018

Os candidatos foram avaliados com provas objetivas e discursivas. Além disso, houve Exame de Aptidão Física, Prova Oral (somente Delegado), Prova Prática de Digitação (somente Escrivão), Avaliação Médica, Avaliação Psicológica, Avaliação de Títulos (Delegado e Perito Criminal), e o Curso de Formação Profissional.

Histórico de Notícias

15/01/2021

Concurso Polícia Federal: O que cai na prova?

Edital para o concurso Polícia Federal é publicado com 1.500 vagas em cargos de nível superior. Confira as principais informações sobre a prova!

Continuar lendo
15/01/2021

O que faz um Escrivão da PF (Polícia Federal)?

Ótima notícia para você concurseiro que deseja seguir carreira na área de Escrivão da Polícia Federal! Novo concurso oferta 400 vagas para o cargo.

Continuar lendo
15/01/2021

O que faz um Delegado da PF (Polícia Federal)?

Ótima notícia para você concurseiro que deseja seguir carreira na área de Delegado da Polícia Federal! Novo concurso oferta 123 vagas para o cargo.

Continuar lendo
15/01/2021

O que faz um Papiloscopista da PF (Polícia Federal)?

Ótima notícia para você concurseiro que deseja seguir carreira na área de Papiloscopista da Polícia Federal! Novo concurso oferta 84 vagas para o cargo.

Continuar lendo
15/01/2021

O que faz um Agente da PF (Polícia Federal)?

Ótima notícia para você concurseiro que deseja seguir carreira na área de Agente da Polícia Federal! Novo concurso oferta 893 vagas para o cargo.

Continuar lendo
15/01/2021

Urgente! Concurso Polícia Federal 2021. Edital Publicado – Provas 21/03

Foi publicado nesta quinta-feira (15/01), o edital para a convoção de 1.500 profssinais para o Concurso da PF 2021. As inscrições começam dia 22/01.

Continuar lendo
14/01/2021

Concurso Polícia Federal: Diretora comenta sobre o novo edital. Confira!

A Diretora de Gestão de Pessoal da corporação, Cecília Silva Franco, falou sobre o edital, etapas e convocação do novo concurso Polícia Federal. Saiba mais!

Continuar lendo
13/01/2021

Concurso Polícia Federal: Edital está em fase final e pode sair na próxima semana!

Edital do concurso Polícia Federal está na fase final de revisão, e deve ser publicado na próxima semana. Conforme relatos da diretora de Gestão de Pessoal!

Continuar lendo
12/01/2021

Concurso Polícia Federal: Como fica o edital para área Administrativa? Confira!

Sem o aval em 2020, para a realização do concurso Polícia Federal na área Administrativa, o presidente da Fenapef, Luís Boudens, falou sobre a situação.

Continuar lendo
11/01/2021

Concurso Polícia Federal: Bolsonaro confirma que edital será publicado em janeiro!

Confirmado pelo presidente, Jair Bolsonaro, que o edital do novo concurso Polícia Federal, ofertando 1.500 vagas, será publicado neste mês de janeiro.

Continuar lendo
08/01/2021

Concursos Polícia Federal e PRF: Corporações podem chamar mais 500 excedentes. Entenda!

É estabelecido no Decreto 9.739/2019, que o Ministério da Economia autorize até 25% além das vagas iniciais ofertadas nos concursos Polícia Federal e PRF.

Continuar lendo
07/01/2021

Concurso Polícia Federal: CFP terá cidade cenográfica para treinamento dos candidatos!

Anunciado que está sendo construída uma cidade cenográfica para ser utilizada no novo CFP do concurso Polícia Federal, para treinamento dos policiais.

Continuar lendo
07/01/2021

Concurso PRF 2021: 1.500 vagas, o maior curso de formação da história do Brasil

Cronograma do concurso da Polícia Rodoviária Federal - PRF 2021.Conteúdo a estudar, dicas para a prova de língua estrangeira e teste de aptidão física.

Continuar lendo
06/01/2021

Concurso Polícia Federal: Autorizado prazo de 2 meses para aplicação das provas!

Concedido pela Economia, o aval para reduzir o prazo da publicação do edital a realização das provas do concurso Polícia Federal para 02 meses.

Continuar lendo
05/01/2021

Concursos Polícia Federal e PRF: Nomeações serão realizadas a partir de setembro!

Sinalizado pelo Ministério da Economia, que o aval dos concursos Polícia Federal e PRF foram concedidos com previsão de provimento a partir de setembro.

Continuar lendo
05/01/2021

Concurso Polícia Federal: Edital sairá na segunda quinzena de janeiro. Confira!

Conforme informações, o edital do concurso Polícia Federal está previsto para ser divulgado na segunda quinzena de janeiro. Serão ofertadas 1.500 vagas!

Continuar lendo
04/01/2021

Concurso Polícia Federal: Diretora confirma provas no mesmo dia e descarta Língua Inglesa!

Afirmado pela Diretora de Gestão de Pessoal, que as provas do concurso Polícia Federal serão aplicadas no mesmo dia e descarta a cobrança da Língua Inglesa.

Continuar lendo
31/12/2020

Concurso PRF 2021: Banca definida. Edital em Janeiro!

Divulgado nesta quinta-feira (31/12), no DOU, a dispensa de licitação, que oficializa a Cebraspe (Cespe), como banca organizadora do Concurso da PRF 2021.

Continuar lendo
30/12/2020

Concurso Polícia Federal: Corporação deseja aplicar as provas em março de 2021!

Conforme informações, as provas do concurso Polícia Federal têm previsão de serem aplicadas em março, caso ocorra o aval da Economia para reduzir o prazo.

Continuar lendo
29/12/2020

Concurso Polícia Federal: Banca organizadora é definida; edital em janeiro!

Divulgada a dispensa de licitação, que oficializa a banca organizadora do concurso Polícia Federal. Edital com 1.500 vagas previsto para sair em janeiro!

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais