Concurso Câmara de Olinda – PE: Banca organizadora é definida!

Concurso Câmara de Olinda – PE: AUTORIZADO! Banca organizadora definida!

O novo concurso Câmara de Olinda, no estado de Pernambuco, já está autorizado! O Instituto AOCP será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas de seleção, como provas objetivas. Os níveis de escolaridade ainda não foram divulgados, assim como os salários atuais. Situação atual do novo certame A Câmara Municipal de O...

Status do concurso: Previsto
BAIXE GRÁTIS: e-Book Oportunidades para Mudar de Vida em 2021
Cadastre-se e receba: e-Book Concursos 2021 + Guia Definitivo para montar um Plano de Estudos + Bônus Especiais!

O novo concurso Câmara de Olinda, no estado de Pernambuco, já está autorizado! O Instituto AOCP será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas de seleção, como provas objetivas.

Os níveis de escolaridade ainda não foram divulgados, assim como os salários atuais.

Situação atual do novo certame

A Câmara Municipal de Olinda, na Região Metropolitana de Recife, deu um passo importante para abertura da nova seleção . O Instituto AOCP foi escolhido como banca organizadora. A dispensa de licitação foi publicada no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco em abril.

Sendo assim, o Instituto AOCP será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas de seleção, como provas objetivas. A próxima etapa antes da publicação do edital é a assinatura de contrato entre as partes.

Depois de oficializada, a Casa Legislativa e a banca poderão definir os últimos detalhes, como cronograma e conteúdo programático das provas. O órgão ainda não se manifestou oficialmente sobre um prazo para início de abertura do concurso.

Como adiantado na dispensa de licitação, o certame Câmara de Olinda PE terá oferta de 14 vagas. Desse total, uma será para auxiliar legislativo – guarda legislativo e nove para técnico legislativo nas especialidades Administrativa, Contabilidade e Informática.

Além de quatro oportunidades para analista legislativo, nas áreas Jurídica, Controladoria Interna e Contabilidade. Os níveis de escolaridade ainda não foram divulgados, assim como os salários atuais.

A Câmara de Olinda, localizada a apenas 7 km de Recife, capital de Pernambuco, contrata pelo regime estatutário. Ou seja,garante a estabilidade empregatícia ao servidor.

O aval para o certame foi concedido pelo presidente da Casa, Jorge Salustiano de Sousa Moura, em dezembro de 2019. 

Comissão organizadora

O certame já conta com Comissão Organizadora definida. Ela, agora, fará o levantamento dos cargos vagos, e após, a fiscalização do processo do concurso público.

Fazem parte da comissão: Ubiracy Ribeiro de Lyra Júnior, como presidente, e Andreia Dantas Lacerda Moneta, Tiago Souza de Barros e Silva, Wladimyr Garcia Mançano, como membros.

Quais os requisitos básicos para investidura no concurso Câmara de Olinda?

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Decreto nº 70.436, de 18/04/1972, Constituição Federal – § 1° do art. 12 de 05/10/1988 e Emenda Constitucional nº 19, de 04/06/1998 – art. 3º);
  • Ter na data da nomeação 18 (dezoito) anos completos;
  • Estar em dia com as obrigações resultantes da legislação eleitoral e, se do sexo masculino, do Serviço Militar;
  • Estar em pleno gozo de seus direitos civis e políticos;
  • Possuir aptidão física e mental;
  • Possuir e comprovar o pré-requisito para o cargo, à época da nomeação;
  • Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas neste Edital.

Último concurso Câmara de Olinda

O último concurso Câmara de Olinda aconteceu no ano de 2015, com uma oferta de 23 vagas para cargos de nível médio e técnico. A responsabilidade sob o certame foi da Consulplan.

Os cargos ofertados foram de:

Nível Médio

  • Agente Administrativo;
  • Agente Técnico;
  • Guarda Vigilante.

Nível Técnico

  • Técnico em Contabilidade.

Provas Câmara de Olinda PE 2014

Os candidatos foram avaliados mediante provas objetivas. A estrutura da prova era a seguinte: Língua Portuguesa (10 questões), Raciocínio Lógico (10 questões), Conhecimentos Gerais (10 questões) e Conhecimentos Específicos (10 questões).

O conteúdo programático era o seguinte:

  • Língua Portuguesa: Fonologia: conceito, encontros vocálicos, dígrafos, ortoépia, divisão silábica, prosódia, acentuação e ortografia; Morfologia: estrutura e formação das palavras, classes de palavras; Sintaxe: termos da oração, período composto, conceito e classificação das orações, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, crase e pontuação; Semântica: a significação das palavras no texto; Interpretação de texto.
  • Raciocínio Lógico: Princípio da Regressão ou Reversão. Lógica Dedutiva, Argumentativa e Quantitativa. Lógica Matemática Qualitativa. Sequências Lógicas envolvendo Números, Letras e Figuras. Regra de três simples e compostas. Razões Especiais. Análise Combinatória e Probabilidade. Progressões Aritmética e Geométrica. Conjuntos: as relações de pertinência, inclusão e igualdade; operações entre conjuntos, união, interseção e diferença. Geometria plana e espacial. Trigonometria. Conjuntos numéricos. Equações de 1º e 2º graus. Inequações de 1º e 2º graus. Funções de 1º e 2° graus. Geometria analítica. Matrizes determinantes e sistemas lineares. Polinômios.
  • Conhecimentos Gerais: Domínio de tópicos relevantes de diversas áreas, tais como: política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, segurança, artes e literatura e suas vinculações históricas, a nível regional, nacional e internacional.

Conhecimentos Específicos

  • Técnico em Contabilidade: CONTABILIDADE GERAL: Fundamentos conceituais de contabilidade: conceito, objeto, finalidade, usuários e princípios contábeis; Patrimônio: conceito, elementos e equação patrimonial; fundamentos conceituais de ativo, passivo, receita e despesa; Procedimentos Contábeis Básicos: plano de contas, fatos contábeis, lançamentos e escrituração. Demonstrações Contábeis de que trata a Lei Federal nº a Lei 6.404/1976 e suas alterações posteriores: Balanço Patrimonial, Demonstração dos Lucros e Prejuízos Acumulados, Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração dos Fluxos de Caixa, Demonstração do Valor Adicionado. CONTABILIDADE PÚBLICA: Fundamentos legais e técnicos de Contabilidade Pública: conceito, objetivos, princípios; Planejamento: Plano Plurianual – PPA, Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO e Lei Orçamentária Anual – LOA; Ciclo Orçamentário; Créditos Adicionais: classificação; Princípios Orçamentários; Sistemas Contábeis aplicados ao setor público e o plano de contas; Escrituração; Demonstrações Contábeis de que trata a Lei Federal nº 4.320/1964 e suas alterações posteriores; Classificações Orçamentárias: classificação legal da receita e classificação legal da despesa – classificação institucional, funcional-programática e econômica; Receita e Despesa extraorçamentárias; Execução Orçamentária: fases da receita – previsão, lançamento, arrecadação e recolhimento, e fases da despesa – programação, licitação, empenho, liquidação e pagamento; Restos a pagar. LEGISLAÇÃO: Lei Complementar Federal nº 101/2000 e suas alterações posteriores – Lei de Responsabilidade Fiscal; Lei Federal nº 8.666/1993 e suas alterações posteriores – Lei de Licitações; Lei Federal nº 10.520/2002 – Institui no âmbito da Administração Pública a modalidade de licitação denominada pregão. Lei Orgânica do Município de Olinda/PE. Resolução nº 573/1991 – Regimento Interno da Câmara Municipal (Revisão e Consolidação no ano de 2012). Ética profissional.
  • Agente Técnico: Conceito de Contabilidade Pública. Regimes Contábeis: conceito, princípios, regime de caixa e regime de competência. Orçamento Público, Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias, Lei de Orçamentos Anuais, Princípios Orçamentários (programação, unidade, universalidade, anuidade, exclusividade, clareza e equilíbrio)/ Despesa Pública, conceito, classificação (despesa orçamentária e despesa extraorçamentária), Classificação econômica, Licitação (objetivo básico e modalidade de licitação), Das dispensas e inexigibilidades de licitação, Empenho (ordinário ou normal, por estimativa, global e contábil do empenho), Liquidação, Pagamento. Noções de Direito Público. Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito, visual e sonoro e outros. Informática: sistemas operacionais. Principais navegadores para Internet. Correio eletrônico. Lei Orgânica do Município de Olinda/PE. Resolução nº 573/1991 – Regimento Interno da Câmara Municipal (Revisão e Consolidação no ano de 2012). Ética profissional.
  • Agente Administrativo: Conceito de Internet e Intranet. Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito, visual e sonoro e outros. Windows 2000/Me/XP, Word 2000/XP/2003, Excel 2000/XP/2003. Principais navegadores para Internet. Correio eletrônico. Procedimento para a realização de cópia de segurança. Conceitos de organização de arquivos e métodos de acesso. Conceito de Contabilidade Pública/Regimes Contábeis, conceito, princípios, regime de caixa e regime de competência/Orçamento Público, Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias, Lei de Orçamentos Anuais, Princípios Orçamentários (programação, unidade, universalidade, anuidade, exclusividade, clareza e equilíbrio)/Despesa Pública, conceito, classificação (despesa orçamentária e despesa extraorçamentária), Classificação econômica, Licitação (objetivo básico e modalidade de licitação), Das dispensas e inexigibilidades de licitação, Empenho (ordinário ou normal, por estimativa, global e contábil do empenho), Liquidação, Pagamento. Lei Orgânica do Município de Olinda/PE. Resolução nº 573/1991 – Regimento Interno da Câmara Municipal (Revisão e Consolidação no ano de 2012). Ética profissional.
  • Guarda Vigilante: Qualidade no atendimento, importância nos serviços, comunicação telefônica, autoridade e responsabilidade, atividades estas a serem desenvolvidas em qualquer turno de trabalho, tanto diurno, quanto noturno. Lei Orgânica do Município de Olinda/PE. Resolução nº 573/1991 – Regimento Interno da Câmara Municipal (Revisão e Consolidação no ano de 2012). Ética profissional.
Acompanhe nossas

redes sociais