Concurso CGE AL: Edital previsto para 2021!

A seleção CGE AL pode ser a próxima a ser autorizada pelo Governo de Alagoas, com oferta de 40 vagas para analista de controle interno. Devido a criação do quadro permanente da Controladoria Geral do Estado (CGE) em 2018, o concurso é aguardado desde então. Situação atual do concurso CGE Al A seleção CGE AL está entre as previstas pa...

Status do concurso: Previsto
BAIXE GRÁTIS: e-Book Oportunidades para Mudar de Vida em 2021
Cadastre-se e receba: e-Book Concursos 2021 + Guia Definitivo para montar um Plano de Estudos + Bônus Especiais!

A seleção CGE AL pode ser a próxima a ser autorizada pelo Governo de Alagoas, com oferta de 40 vagas para analista de controle interno.

Devido a criação do quadro permanente da Controladoria Geral do Estado (CGE) em 2018, o concurso é aguardado desde então.

Situação atual do concurso CGE Al

seleção CGE AL está entre as previstas para este ano de 2021. Isso porque, nos últimos dias, em resposta a seguidores em sua rede social, o governador Renan Filho afirmou que o edital  da Controladoria Geral do Estado seria publicado em breve.

“Faremos também (concurso CGE). Estamos soltando os que já estão prontos […] CGE vamos soltar em breve”, disse.

Os últimos documentos registrados e disponíveis no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) do Estado revelam detalhes da próxima seleção  CGE AL.

Devido a criação do quadro permanente da Controladoria Geral do Estado (CGE) em 2018, o concurso  é aguardado desde então.

O último processo teve andamento em outubro do ano passado e expôs a urgência na realização de seleção pública.

Na época, a solicitação de certame  foi enviada ao Gabinete Civil para que fosse avaliada pelo governador de Alagoas e autorizada.

No total, estão previstas 40 vagas na carreira de analista de controle interno, de nível superior, nas seguintes áreas:

  • Ciências Contábeis (dez);
  • Direito (dez);
  • Engenharia Civil (quatro);
  • Ciências da Computação (três); e
  • demais graduações (13).

O ingresso na carreira deverá ser realizado por meio de concurso público  e a seleção mediante provas ou provas de títulos.

Conforme dados de 2017, a remuneração para o analista é de R$ 5.100,00 para jornada de 40 horas. Os aprovados ainda devem passar por um curso de capacitação promovido pela Escola de Governo de Alagoas.

Caso seja aprovada, essa será a primeira seleção  para analistas da CGE AL. O objetivo do governo é publicar os editais  dos concursos Alagoas 2021 entre os meses de abril e junho.

Atribuições da carreira

Os servidores que irão atuar como analista de controle interno na CGE AL vão desenvolver atividades de análise e controle interno dentro das áreas de Auditoria de Gestão e Obras, Contratos, Convênios, Contas Públicas, Controle Financeiro, Correição Administrativa e Ouvidoria.

Entre as atribuições do cargo estão a promoção do controle social a partir da transparência da gestão pública, coordenar e executar, no âmbito do Poder Executivo Estadual, as atividades de fiscalização, além dos resultados da ação governamental e da gestão dos administradores públicos estaduais.

Plano de carreira

Para quem deseja ingressar na carreira de analista de controle interno encontrará chances de desenvolvimento através de:

I – Progressão Horizontal: passagem do servidor de uma classe para a imediatamente superior, dentro do mesmo nível, levando em consideração os seguintes quesitos:

  1. a) tempo de serviço;
  2. b) desempenho funcional, por meio de sistema permanente de avaliação de desempenho; 
  3. c) aperfeiçoamento técnico por meio de Plano de Qualificação Profissional.

II – Progressão por nova habilitação/titulação: passagem do servidor de um nível para outro, dentro da mesma classe, mediante exigência de nova habilitação ou titulação. 

Sobre o CGE AL

COMPETÊNCIA E LEGISLAÇÃO

Órgão da administração direta, de assessoramento direto ao Governador do Estado. Criada pela Lei Delegada n° 15, de 18 de março de 2003, tendo, atualmente, sua estrutura disciplinada pela Lei Delegada nº 47, de 11 de agosto de 2015, que define a estrutura dos órgãos do Poder Executivo.
Compete à Controladoria coordenar, executar, avaliar, apoiar e orientar as atividades inerentes ao controle interno do Poder Executivo do Estado de Alagoas, conforme o artigo nº 100, da Constituição Estadual, que instituiu o Sistema Integrado de Controle Interno do Poder Executivo do Estado de Alagoas.

POLÍTICA DA QUALIDADE DA CGE (Revisão 02)

Assessorar o Governador do Estado no Controle Interno dos órgãos e entidades do Poder Executivo, prestando serviço de controle financeiro, auditoria e transparência, em conformidade com os requisitos legais e os princípios da administração pública,  fomentando o controle social, garantindo a qualidade do atendimento ao cliente e buscando a melhoria contínua.

MISSÃO

Promover o controle interno de forma efetiva na gestão administrativa do governo, para prever, corrigir e minimizar, desconformidades e/ou ilegalidades nos atos praticados.

VISÃO 2023

Ser reconhecido pela sociedade e administração pública como um órgão de excelência no Controle Interno e na Transparência governamental.

PRINCÍPIOS (VALORES) ORGANIZACIONAIS

O exercício da missão e a busca da visão de futuro da CGE serão pautados pelos seguintes princípios de gestão:

§ Transparência – trabalhar de forma clara, deixando as informações de fácil acesso ao público.
§ Proximidade com a sociedade – Ampliar os canais de interação entre o Estado e a sociedade.
§ Legalidade – Atuar em conformidade com a legislação e os princípios da administração pública.
§ Espírito de Equipe – O interesse coletivo deve sempre prevalecer sobre o interesse individual.
§ Ética – Agir com profissionalismo e respeito com a coisa pública, resguardando o sigilo na medida da imposição legal.
§ Imparcialidade – Analisar sem privilégios.
§ Efetividade – Obter resultados eficazes sem desperdícios de recursos.

Acompanhe nossas

redes sociais