Concurso CPRH PE: Iaupe é a banca. Edital é iminente. 78 vagas!

Atenção, concurseiros! O edital do novo concurso CPRH PE (Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco) pode ser publicado muito em breve, visto que a banca organizadora do certame foi definida e contratada.

Além disso, são previstas 78 oportunidades entre cargos de níveis médio e superior. Ademais, com a banca contratada o edital se torna iminente, podendo ser publicado a qualquer momento.

Se interessa pela seleção? Então conheça maiores informações abaixo!

 

Concurso CPRH PE: situação atual

Sendo assim, é essencial que os concurseiros saibam que pode ser publicado muito em breve o edital do novo concurso CPRH PE, visto que um grande passo rumo a publicação do documento foi dado na última segunda-feira, 18 de julho.

Isso porque foi publicado o extrato de contrato que confirma a contratação da banca organizadora do certame, de maneira que são poucos os trâmites que ainda impedem a publicação do edital, o que pode ocorrer a qualquer momento.

Dessa forma, a empresa escolhida e contratada para receber as inscrições dos candidatos e viabilizar e aplicar as etapas avaliativas da seleção, como as provas objetivas, foi a Iaupe (Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco).

Nesse sentido, com a organizadora contratada o próximo passo deve ser a elaboração do cronograma entre as partes, para que o documento oficial seja divulgado logo em seguida contendo todos os detalhes.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui e saiba mais!

Vagas, cargos e salários

Portanto, o que se prevê é que o novo concurso da Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco oferte 78 oportunidades entre cargos de níveis médio e superior, sendo eles:

  • Assistente em Gestão Ambiental – 35 vagas;
  • Analista em Gestão Ambiental – 43 vagas.

 

Além disso, vale frisar que os salários atuais ainda não foram revelados. Entretanto, na última seleção, realizada em 2008, os aprovados contaram com remunerações que variavam entre R$ 1.365,52 e R$ 2.731,04.

Último concurso CPRH PE

Nesse sentido, enquanto maiores detalhes acerca da nova seleção não são divulgados, é importante que os interessados iniciem sua preparação por meio da análise de antigos editais publicados pelo órgão.

Sendo assim, o último concurso CRPH PE foi realizado em 2008, quando foram ofertadas 300 oportunidades entre os seguintes cargos de níveis médio e superior de escolaridade:

Nível Médio/Técnico

  • Técnico:
    • Ambiental;
    • Ambiental – Laboratório; e
    • em Desenvolvimento Organizacional.

 

Nível Superior

  • Analista:
    • Ambiental;
    • Ambiental – Laboratório;
    • em Desenvolvimento Organizacional; e
  • Assessor Jurídico.

 

Ademais, como mencionado anteriormente, os aprovados no concurso público e contratados pelo órgão contaram com remunerações iniciais que variavam entre R$ 1.365,52 e R$ 2.731,04.

Além disso, os inscritos na seleção foram avaliados exclusivamente por meio de provas objetivas, de maneira que foram respondidas questões de múltipla escolha acerca das disciplinas abaixo:

  • Língua Portuguesa;
  • Informática (exceto para os cargos de Técnico e Analista Organizacional);
  • Legislação Específica;
  • Matemática (somente para o cargo de Técnico em Desenvolvimento Organizacional);
  • Conhecimentos Específicos;
  • Legislação Ambiental Básica (para cargos de nível médio).

 

Sobre a CPRH PE

Para conhecer a história da CPRH, é preciso voltar a 1946, quando foi criada no Estado a Comissão Permanente de Proteção dos Cursos D’Água (CPPCA), que se transformou, 20 anos depois, na Comissão Estadual de Controle da Poluição Ambiental (CECPA).

Como crescessem na população os valores ambientais e, por consequência, as exigências pelo controle dos resíduos da indústria, em especial da sucroalcooleira, o Estado autorizou a extinção da CECPA e a criação, em 1976, da Companhia Pernambucana de Controle da Poluição Ambiental e de Administração de Recursos Hídricos (CPRH), com capital social autorizado de cem milhões de cruzeiros (Cr$ 100.000.000,00)! Na verdade, Pernambuco seguia uma tendência nacional, constituindo uma sociedade anônima de economia mista, a exemplo do que acontecia com bons resultados em São Paulo com a criação da Companhia de Tecnologia de Saneamento Básico e de Controle de Poluição das Águas (CETESB), em 1973, e no Rio de Janeiro, com a Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA), em 1975.

Nascia, então, a CPRH, vinculada na época à Secretaria do Saneamento, Habitação e Obras de Pernambuco. À Companhia cabiam: o controle de qualidade do meio ambiente – ar, água e solo; o exercício das funções de pesquisas relacionadas ao meio ambiente; o treinamento de pessoal; a administração e o desenvolvimento dos recursos hídricos no estado; o licenciamento para instalação, construção, operação e funcionamento de equipamentos para controle das fontes de poluição; e a aprovação de projetos e obras com utilização de recursos hídricos.

Em 1997, o órgão passa a se chamar Companhia Pernambucana do Meio Ambiente, mantendo a sigla CPRH, já consolidada.

Missão

Exercer a governança ambiental visando a conservação dos recursos naturais em Pernambuco.

Visão

Uma Agência eficiente para um Pernambuco sustentável.

Valores

  • Ética
  • Responsabilidade socioambiental
  • Compromisso
  • Legalidade
  • Transparência
  • Respeito
  • Valorização profissional
Acompanhe nossas

redes sociais