Compartilhar:

Concurso CRESS-RO: EDITAL oferta mais de 25 vagas!

Foi publicado o edital do novo concurso CRESS-RO (Conselho Regional de Serviço Social da 23ª Região), no estado de Rondônia. São ofertadas 29 vagas, nos cargos de níveis médio e superior, com salários de até R$ 3 mil! As oportunidades são para cargos de Agente Administrativo, de nível médio. Já para o nível superior, as chances são par...

Status do concurso: Aberto

Edital disponível

Cadastre-se e Receba GRÁTIS!

Aulas com Técnicas para Organizar e Otimizar sua preparação!

Número de vagas 29
Salário De R$ 1.422,56 até R$ 3.007,98
Data de inscrição 03/01/2020 a 03/02/2020
Escolaridade Nível Médio, Nível Superior
Estado Rondônia
Organizadora Instituto Quadrix
Valor da inscrição R$ 50,00 e R$ 55,00
Data da prova 22/03/2020
Edital Arquivos

Foi publicado o edital do novo concurso CRESS-RO (Conselho Regional de Serviço Social da 23ª Região), no estado de Rondônia . São ofertadas 29 vagas, nos cargos de níveis médio e superior, com salários de até R$ 3 mil!

As oportunidades são para cargos de Agente Administrativo, de nível médio. Já para o nível superior, as chances são para as carreiras de Agente Fiscal, Técnico Administrativo Executivo e Técnico Administrativo Financeiro.

Como fazer a inscrição do concurso CRESS-RO?

As inscrições ficarão abertas até às 23h59min do dia 03 de fevereiro de 2020.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, Instituto Quadrix .

A taxa de inscrição varia entre os seguintes valores:

Nível Médio: R$ 50,00;

Nível Superior: R$ 55,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 07 de fevereiro de 2020.

Vagas e salários do concurso CRESS-RO

O certame oferta 29 vagas, sendo 5 vagas de caráter imediato e 24 vagas para formação de cadastro reserva, nos níveis médio e superior. As oportunidades são para os seguintes cargos:

Nível Médio: Agente Administrativo (2+ 9CR);

Nível Superior: Agente Fiscal (1+ 5CR), Técnico Administrativo Executivo (1+ 5CR), Técnico Administrativo Financeiro (1+ 5CR).

Os salários variam de R$ 1.422,56 a R$ 3.007,98, com jornadas de trabalho de 30 horas semanais.

Benefícios

O CRESS-RO oferecerá aos candidatos admitidos por meio do concurso público, desde que preenchidos os requisitos legais, os seguintes benefícios:

a) Auxílio transporte – É um benefício concedido aos empregados do CRESS-RO mensalmente, com reajuste definidos em norma própria;

b) Licença para tratar de interesse particular – Depois de três anos de efetivo exercício, o empregado poderá obter licença sem vencimentos, por interesse particular, por prazo não superior a dois anos, renovável por igual período;

c) O requerente deverá aguardar em exercício a concessão da licença, que poderá ser negada, quando não convier ao interesse dos serviços deste conselho;

d) Plano de Cargos e Salários (Resolução nº 010/2019 CRESS/RO – PCCR).

Como será a prova do concurso CRESS-RO?

A avaliação dos candidatos será por meio de prova objetiva (para todos os cargos), aplicada na data provável de 22 de março de 2020, nas cidades de Porto Velho/RO e Ji-Paraná/RO, com duração de 3 horas.

Os locais e horários da prova serão informados no site da banca organizadora, Instituto Quadrix, a partir do dia 17 de março de 2020.

A prova objetiva será composta de 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas para escolha de uma única resposta, com pontuação total máxima de 100,00 pontos, e terá caráter eliminatório e classificatório.

Para os candidatos inscritos no cargo de nível médio, será aprovado na prova objetiva o candidato que, cumulativamente:

a) obtiver nota igual ou superior a 20,00 pontos em Conhecimentos Básicos;

b) obtiver nota igual ou superior a 30,00 pontos em Conhecimentos Específicos.

Para os candidatos inscritos nos cargos de nível superior, será aprovado na prova objetiva o candidato que, cumulativamente:

a) obtiver nota igual ou superior a 20,00 pontos em Conhecimentos Básicos;

b) obtiver nota igual ou superior a 30,00 pontos em Conhecimentos Específicos;

c) estiver classificado para a avaliação de títulos, de acordo com o quantitativo estabelecido.

Haverá ainda uma prova de títulos para os cargos de nível superior.

O conteúdo programático da prova irá constar as disciplinas de:

• Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Matemático, Noções de Informática): 20 questões;

• Conhecimentos Específicos: 30 questões.

O prazo de validade do concurso público é de 2 (dois) anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado, 1 (uma) única vez, por igual período, por conveniência administrativa.

Requisitos necessários para investidura nos cargos do concurso CRESS-RO

– Conhecer e cumprir as determinações do edital e ter sido aprovado e classificado no concurso público, dentro do número de vagas;

– Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do parágrafo 1º, artigo 12, da Constituição da República Federativa do Brasil;

– Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos, na data da contratação;

– Apresentar, quando da convocação, os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o exercício do cargo, bem como outros documentos que se fizerem necessários à época da contratação;

– Estar em dia com as obrigações eleitorais e em pleno gozo dos direitos políticos;

– Apresentar certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino;

– Apresentar declaração de que não acumula cargo ou função pública, ou proventos de inatividade, ressalvadas as possibilidades de acumulação lícita previstas no inciso XVI do artigo 37 da Constituição Federal;

– Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições correspondentes ao cargo;

– Não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade das esferas federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal.

Sobre o CRESS-RO

São comissões criadas para proporcionar à categoria o aprofundamento de temas relacionados às políticas públicas e de questões referentes ao exercício profissional nos diversos campos sócio ocupacionais nos quais assistentes sociais se inserem. São constituídas por assistentes sociais da diretoria e da base, estudantes de Serviço Social, militantes, intelectuais e demais pessoas interessadas, que podem promover debates, estudos, propor pareceres, pesquisas, dentre outras ações.

De acordo com a Portaria 01/2013, cada Comissão Temática tem o direito de indicar 01 representante para participar das reuniões de Conselho Pleno, devidamente inscrito e em dia com o CRESS.

Comissão de Assistência Social

Reúne mensalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados nos debates sobre a política de assistência social, sua organização, as instituições que a compõem (governamentais e não-governamentais), orçamento e formas de controle social. Discute também a participação do CRESS em diferentes espaços coletivos da sociedade civil, de defesa da assistência social como política pública.

O objetivo é situar os espaços sócio ocupacionais da política de assistência social, focando nos desafios postos às diversas dimensões do exercício profissional de assistentes sociais.

Comissão de Comunicação e Cultura

Reúne quinzenalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados nos debates sobre comunicação e cultura. Conta ainda com a presença da gerência administrativa, assessoria de comunicação, da assessoria de imprensa e da assessoria política do CRESS.

Nela são discutidas as ações de comunicação do Conselho com a categoria e com a sociedade. Os conteúdos dos diversos instrumentos de comunicação do CRESS, materiais gráficos, divulgação de eventos e instrumentos de comunicação internos são discutidos nessa comissão.

Nesta comissão também é debatida a importância das diferentes formas de comunicação como parte do exercício profissional de assistentes sociais, potencializando a comunicação como um direito humano.

Comissão de Direitos Humanos

Reúne mensalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados no tema das violações e da defesa dos direitos humanos – entendidos em sua indissociabilidade (direitos civis, políticos, sociais, econômicos e culturais). Reúne ainda representantes do CRESS nas instâncias estaduais de controle social. Por isso, integrantes de outras comissões temáticas também compõem esta comissão.

Sua função é qualificar as ações do CRESS nas diversas lutas em defesa dos direitos humanos em curso no âmbito da sociedade civil, bem como estreitar relações com diversas entidades de defesa de direitos.

O principal objetivo da comissão é ser um espaço onde a categoria possa manifestar ao CRESS as diferentes violações de direitos humanos identificados no cotidiano do exercício profissional, informando ao Conselho qual foi a providência tomada pelo profissional. Cumpre, assim, a prerrogativa de zelar pelo Código de Ética Profissional, que prevê que assistentes sociais não podem ser coniventes com violações de direitos humanos.

Comissão de Educação

Reúne mensalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados nos debates sobre a política de educação, sua organização, as instituições que a compõem (públicas, privadas e filantrópicas), orçamento e formas de controle social. Discute também a participação do CRESS em diferentes espaços coletivos, da sociedade civil, de defesa da educação como política pública, gratuita e de qualidade.

O objetivo é situar os espaços sócio ocupacionais da política de educação, em todos os seus níveis (infantil, fundamental, básica, superior), focando nos desafios postos às diversas dimensões do exercício profissional de assistentes sociais, reconhecendo a categoria como profissionais de educação.

Comissão de Empresa

Reúne mensalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados nos debates sobre as diferentes frentes e dimensões do exercício profissional em empresas públicas e privadas. Os programas de atenção ao trabalhador, políticas de recursos humanos, responsabilidade social, situando a contribuição do Serviço Social para a ampliação do acesso de trabalhadores e da população usuária dos serviços da empresa de um modo geral, bem como aos seus direitos fundamentais.

Comissão de Saúde

Reúne mensalmente assistentes sociais, estudantes e demais sujeitos interessados nos debates sobre a política de saúde, sua organização, as instituições que a compõem (governamentais e não-governamentais, públicas e privadas), orçamento e formas de controle social. Discute também a participação do CRESS em diferentes espaços coletivos da sociedade civil, de defesa da saúde como política pública, gratuita e 100% estatal.

O objetivo é situar os espaços sócio ocupacionais da política de saúde (níveis de atendimento, tipos de demandas), focando nos desafios postos às diversas dimensões do exercício profissional de assistentes sociais.

Acompanhe nossas

redes sociais