Logo desconto Relógio
     horas                  minutos               segundos

Concurso CRM MT: SAIU EDITAL com oferta de 190 vagas para os nível médio e superior!

Foi divulgado o edital do novo concurso CRM MT (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso). As oportunidades são destinadas para cargos de níveis médio e superior, com salários de até R$ 7,7 mil. Os interessados podem se inscrever até o mês de julho, no site do IDIB. Os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiva, de c...

Status do concurso: Aberto

Materiais disponíveis

Edital disponível

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Número de vagas 190
Salário De R$ 1.887,78 até R$ 7.722,65
Data de inscrição 15/06/2020 a 19/07/2020
Escolaridade Nível Médio, Nível Superior, Nível Técnico
Estado Mato Grosso
Organizadora IDIB
Valor da inscrição R$ 70,00 e R$ 120,00
Data da prova 30/08/2020
Edital Arquivos

Foi divulgado o edital do novo concurso CRM MT (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso). As oportunidades são destinadas para cargos de níveis médio e superior, com salários de até R$ 7,7 mil.

Os interessados podem se inscrever até o mês de julho, no site do IDIB. Os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório!

Como fazer a inscrição do concurso CRM MT?

As inscrições estão disponíveis das 14 horas do dia 15 de junho até às 23h59min do dia 19 de julho de 2020.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da banca organizadora, IDIB .

A taxa de inscrição varia entre os seguintes valores:

Nível Médio: R$ 70,00;

Nível Superior: R$ 120,00.

O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado em até 24 (vinte e quatro) horas após a emissão do boleto bancário.

Vagas e salários do concurso CRM MT

O certame oferta 190 vagas, sendo 10 vagas de caráter imediato e 180 vagas para formação de cadastro reserva, nos níveis médio e superior. As oportunidades são para os seguintes cargos:

Nível Médio: Técnico em Informática (1+ 20CR), Técnico Administrativo (4+ 40CR), Motorista B (1+ 20CR), Auxiliar Administrativo (20CR);

Nível Superior: Médico Fiscal (2+ 30CR), Advogado (1+ 30CR), Auditor (1+ 20CR).

Os salários variam de R$ 1.887,78 a R$ 7.722,65, com jornadas de trabalho de 20 e 40 horas semanais.

Como será a prova do concurso CRM MT?

A avaliação dos candidatos será por meio de prova objetiva (para todos os cargos), realizada na data prevista de 30 de agosto de 2020, na cidade de Cuiabá/MT, com duração de 03 horas.

Os locais e horários da prova serão informados no site da banca organizadora, IDIB, a partir do dia 23 de agosto de 2020.

Para todos os cargos, a  prova objetiva, de caráter eliminatório  e classificatório, constará de questões de múltipla escolha.

Cada questão de múltipla escolha constará de 04 (quatro) alternativas (A, B, C e D) dentre as quais somente 01 (uma) estará   correta.

Será considerado habilitado na prova objetiva o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) do total de pontos da prova, desde que não obtenha nota igual a ZERO em nenhum desses conteúdos.

Haverá ainda uma prova prática para o cargo de Motorista B.

O conteúdo programático da prova irá constar as seguintes disciplinas:

Nível Médio

– Língua Portuguesa: 10 questões;

– Informática: 06 questões;

– Raciocínio Lógico: 04 questões;

– Conhecimentos Específicos: 20 questões.

Nível Superior

– Língua Portuguesa: 10 questões;

– Informática: 06 questões;

– Raciocínio Lógico: 04 questões;

– Conhecimentos Específicos: 30 questões.

O prazo de validade do concurso público será de 02 (dois) anos, contados a partir da homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Requisitos necessários para investidura nos cargos do concurso CRM MT

Para investidura no cargo escolhido, o candidato deverá ter na data da posse as condições especificadas a seguir:

a) Ter sido classificado no Concurso Público na forma estabelecida no edital, em seus anexos e eventuais retificações;

b) Ter nacionalidade brasileira; no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do §1º do Art. 12 da Constituição da República Federativa do Brasil e na forma do disposto no Art. 13 do Decreto n. 70.436, de 18 de abril de 1972;

c) Ter idade mínima de 18 anos completos;

d) Estar em pleno gozo dos direitos políticos;

e) Estar quite com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as obrigações militares;

f) Firmar declaração de não estar cumprindo e nem ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade por prática de improbidade administrativa, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal;

g) Firmar declaração de não estar exercendo a função de Conselheiro no Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso;

h) Firmar declaração de não possuir nenhum vínculo trabalhista junto ao Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso, ficando facultativo a escolha;

i) Apresentar declaração quanto ao exercício de outro cargo, emprego ou função pública e sobre recebimento de proventos decorrentes de aposentadoria e/ou pensão;

j) Apresentar declaração de bens e valores que constituam patrimônio;

k) Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal;

l) Firmar termo de compromisso de sigilo e confidencialidade das informações;

m) Ser considerado apto no exame admissional a ser realizado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso – CRM/MT, mediante apresentação dos laudos, exames e declaração de saúde que forem por ela exigidos;

n) Apresentar diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de Nível Médio ou Nível Superior, a depender do cargo escolhido, fornecido por instituição de ensino, reconhecido pelo Ministério de Educação, comprovado por meio de apresentação de original e cópia do respectivo documento, para o cargo pretendido;

o) Não ter sido condenado a pena privativa de liberdade transitada em julgado ou qualquer outra condenação incompatível com a função pública;

p) Estar registrado e com a situação regularizada junto ao órgão de conselho de classe correspondente à sua formação profissional, quando for o caso;

q) Estar apto física e mentalmente para o exercício do cargo, não sendo, inclusive, pessoa com deficiência incompatível com as atribuições deste, fato a ser apurado por Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso – CRM/MT;

r) Não registrar antecedentes criminais;

s) Cumprir as determinações do edital.

Sobre o CRM MT

Há 50 anos começava a história do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso. Criado pelo Decreto-lei n. 7955 de 13 de setembro de 1948 e reorganizado pela lei n. 3268 de 30 de setembro de 1957, a criação do CRMMT se confunde ao pioneirismo de seus fundadores.

Fundado em 01 de outubro de 1958, com sede provisória no Centro de Saúde de Cuiabá, o primeiro corpo de conselheiros foi eleito em 28 de dezembro de 1958. Com a participação de todos os 38 médicos inscritos no CRM na época, a decisão foi unânime. O primeiro corpo de conselheiros do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso foi composto pelos médicos Cyro Furtado Sodré, Hélio Ponce de Arruda, Farid Seor, Virgílio Alves Corrêa Neto, José Monteiro de Figueiredo, Aretino Cavalcante de Mattos, Leony Palma de Carvalho, Sebastião Zeferino de Paula, Paulo Leopoldo Maciel Epaminondas e Navantino Ignácio Borba. Os primeiros delegados foram Ivo Ricci e Gonçalo Leite de Figueiredo.

Os 5 primeiros presidentes do conselho, mestres que promoveram mudanças na história da saúde de Mato Grosso, cada um na sua especialização, já faleceram, deixando como legado o trabalho exercido em prol da saúde do estado. Foram eles: José Faria Vinagre, Cyro Furtado Sodré, Hélio Ponce de Arruda, Virgílio Alves Correa e João Augusto Corrêa de Almeida

Hoje, além de sua função fiscalizadora e julgadora da profissão, o CRM-MT também é um agende educador, que promove cursos de atualização médica e encontros temáticos, além de fomentar debates éticos com a classe médica de Mato Grosso.

MISSÃO

Zelar pela Ética Médica; educar e trabalhar visando o máximo   desempenho ético dos profissionais da Medicina; disciplinar a atuação e a conduta profissional, sempre em benefício da Sociedade.

VISÃO

Ser respeitado como órgão de excelência em suas atribuições legais, pela Sociedade e pelos médicos.

VALORES

– Ética;

– Credibilidade;

– Modernidade;

– Eficiência;

– Transparência;

– Responsabilidade socioambiental.

Acompanhe nossas

redes sociais