Concurso CRN 1: Banca organizadora já está definida; edital iminente!

O novo concurso CRN1 (Conselho Regional de Nutricionistas da 1ª Região) pode sair em breve. O certame já conta com banca organizadora definida: trata-se do IADES – Instituto Americano de Desenvolvimento. A escolha já foi publicada no Diário Oficial da União. Falta agora a homologação do contrato entre as partes. Após isso, o edital ...

Status do concurso: Previsto

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

O novo concurso CRN1 (Conselho Regional de Nutricionistas da 1ª Região) pode sair em breve.

O certame já conta com banca organizadora definida: trata-se do IADES – Instituto Americano de Desenvolvimento. A escolha já foi publicada no Diário Oficial da União.

Falta agora a homologação do contrato entre as partes. Após isso, o edital será confeccionado e, posteriormente, publicado.

Projeto básico CRN 1 2020

O projeto básico do concurso CRN 1 2020 já foi divulgado. Confira todos os detalhes:

Vagas CRN 1

Serão 5 vagas ofertadas, além da formação de um cadastro reserva.

Nível Médio

  • Auxiliar Administrativo (1+CR) – Lotação: Brasília (DF);
  • Auxiliar Administrativo (CR) – Lotação: Goiânia (GO);
  • Auxiliar Administrativo (CR) – Lotação: Cuiabá (MT);
  • Auxiliar Administrativo (CR) – Lotação: Palmas (TO).

Nível Superior

  • Nutricionista Fiscal (1+CR) – Lotação: Brasília (DF);
  • Nutricionista Fiscal (1+CR) – Lotação: Goiânia (GO);
  • Nutricionista Fiscal (CR) – Lotação: Cuiabá (MT);
  • Nutricionista Fiscal (1+CR) – Lotação: Palmas (TO);
  • Nutricionista Assessor Técnico (1+CR) – Lotação: Brasília (DF).

Provas CRN 1 2020

Os candidatos serão avaliados nas seguintes etapas:

  • Provas objetivas para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva para cargos de nível superior, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos e experiência profissional para cargos de nível superior, de caráter classificatório.

O que faz um Nutricionista Fiscal do CRN 1?

  • Agendar e realizar visitas de fiscalização a Pessoas Físicas e Jurídicas.
  • Participar da elaboração do cronograma para fiscalização.
  • Elaborar relatórios fiscais e de representação.
  • Atender e orientar, Pessoas Físicas e Jurídicas, quanto à legislação e exercício profissional.
  • Participar da elaboração e da execução de projetos de orientação e fiscalização do exercício profissional.
  • Emitir pareceres sobre processos e documentos relativos à fiscalização.
  • Participar de projetos de valorização profissional.
  • Despachar, com o Coordenador de Fiscalização, sobre os assuntos relacionados a sua área.
  • Participar das reuniões plenárias, das reuniões de comissões e de outros eventos promovidos pela Unidade Gestora e/ou Sistema CFN/CRN, sempre que convocado.
  • Incumbir-se de outras atividades inerentes a sua área, conforme venha a ser ajustado com o Plenário e a Diretoria.
  • Representar a Unidade Gestora, quando designado.

Último concurso CRN 1

O último concurso CRN 1 foi realizado no ano de 2018. Na época, um processo seletivo ofertava vagas temporárias para Nutricionista Fiscal, cujo vencimento era de R$ 4.208,70.

O processo seletivo não teve a realização de provas objetivas, sendo que os candidatos foram avaliados mediante provas de títulos e experiência profissional, além de uma prova discursiva.

Requisitos básicos CRN 1

  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal;
  • Estar em pleno exercício dos direitos civis e políticos;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também com as militares;
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo;
  • Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da contratação;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a contratação em cargo/emprego público;
  • Não ter outro vínculo trabalhista ou acadêmico que seja conflitante com sua função e horário de trabalho no CRN/1.

Provas CRN 1 2018

Os candidatos foram avaliados mediante provas de títulos e prova discursiva:

A prova de títulos e experiência profissional consistia na valorização de cursos realizados pelo candidato, classificando-os a partir disso. Não havia caráter eliminatório.

Prova discursiva

Os candidatos foram avaliados de 0,00 a 10,00 pontos, em uma prova discursiva de caráter eliminatório e classificatório.

Foram cobradas 5 questões relacionadas ao tema e ao cargo, que deveriam ser respondidas entre cinco e sete linhas.

O conteúdo programático cobrado foi:

Legislação:

  • LEGISLAÇÕES DO SISTEMA CFN/CRN: Lei Federal nº 6.583/1978; Decreto Federal nº 84.444/1980; Lei Federal nº 8.234/1991; Resolução CFN nº 334/2004, alterada pela Resolução CFN nº 541/2014; Resolução CFN nº 380/2005; Resolução CFN nº 378/2005; Resolução CFN nº 390/2006; Resolução CFN nº 306/2003; Resolução CFN nº 304/2003; Resolução CFN nº 417/2008; Resolução CFN nº 465/2010; Resolução CFN nº 466/2010; Resolução CFN nº 525/2013, alterada pela Resolução CFN nº 556/2015; Resolução CFN nº 527/2013; Resolução CFN nº 576/2016; Resolução CFN nº 596/2017; Resolução CFN nº 597/2017.
  • LEGISLAÇÕES DE OUTROS ÓRGÃOS: Portaria Interministerial nº 1.010/2006: Diretrizes para a promoção da alimentação saudável nas escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional; Resolução CD/FNDE nº 26/2013: Atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do PNAE; Resolução ANVISA RDC nº 275/2002: Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs) aplicados aos Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos; Resolução ANVISA RDC nº 216/2004: Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação; Portaria Interministerial nº 66/2006: Altera os parâmetros nutricionais do Programa de Alimentação do Trabalhador ‐ PAT.
Acompanhe nossas

redes sociais