Pesquisar no blog

Concurso CRO MS: Comissão formada. Novo edital em breve!

Boas notícias para os concurseiros! Pode ser realizado em breve um novo concurso CRO MS (Conselho Regional de Odontologia do Estado do Mato Grosso do Sul), visto que uma nova comissão organizadora foi formada.

Além disso, vale recordar que a última seleção para o órgão ocorreu em 2015, de maneira que atualmente existem cargos vagos que precisam ser preenchidos. Sendo assim, se você se interessa pela seleção, confira todos os detalhes abaixo!

 

Concurso CRO MS: situação atual

Nesse sentido, é essencial que os concurseiros saibam que pode ser realizado ainda este ano um novo concurso CRO MS, visto que o primeiro passo rumo a publicação do edital foi dado.

Dessa forma, no dia 15 de julho foi publicada por meio do Diário Oficial a formação de uma comissão organizadora que dê início aos preparativos e cuide da elaboração do projeto básico do edital.

Além disso, vale recordar que no ano passado uma comissão já havia sido formada, entretanto, o edital não foi publicado. Sendo assim, conheça os membros do novo grupo formado:

  • Robson Ajala Lins – presidente;
  • Francine Aparecida Garcia Freitas;
  • Laura de Oliveira Batista.

 

Ademais, vale mencionar que o projeto básico será de grande importância para o processo de escolha e contratação de uma banca organizadora que receba as inscrições dos candidatos e viabilize e aplique as etapas avaliativas da seleção, como as provas objetivas.

Portanto, é somente após a contratação da empresa organizadora que o edital se tornará iminente e poderá ser publicado contendo todas as informações do concurso público.

Estude para o concurso dos seus sonhos com o Método que já ajudou na aprovação de mais de 70 mil alunos. Clique aqui e saiba mais!

Último concurso CRO MS

Sendo assim, é importante que os interessados no novo concurso do Conselho Regional de Odontologia do Estado do Mato Grosso do Sul saibam que ainda são poucos os detalhes revelados acerca da nova seleção, visto que a comissão organizadora acaba de ser criada.

Entretanto, os concurseiros podem iniciar sua preparação com base em antigos editais publicados pelo órgão. Dessa forma, é essencial recordar que o último concurso CRO MS foi realizado em 2015.

Além disso, foram ofertadas na época 12 oportunidades efetivas, além e vagas também para formação de cadastro reserva, entre cargos de níveis fundamental, médio e superior, sendo eles:

Nível Fundamental

  • Serviços Gerais – 01 vaga + CR.

 

Nível Médio

  • Auxiliar Administrativo Financeiro – 01 vaga + CR; e
  • Auxiliar Administrativo Secretaria – 07 vagas + CR.

 

Nível Superior

  • Contador – 01 vaga + CR; e
  • Analista Administrativo – 01 vaga + CR.

 

Ademais, os aprovados no concurso público e contratados pelo órgão contaram com remunerações iniciais que variavam entre R$ 788,00 e R$ 1.500,00, sem contar com os benefícios, para as jornadas de trabalho de 44 horas semanais.

Requisitos básicos

É igualmente importante recordar que, para a investidura nos cargos, foi preciso que os candidatos do último concurso cumprissem com os seguintes requisitos básicos:

  • ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • estar em gozo dos direitos políticos e civis;
  • estar quite com as obrigações militares (sexo masculino) e eleitorais;
  • ter a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;
  • comprovar a escolaridade e os requisitos específicos exigidos para o cargo;
  • apresentar declaração de não acúmulo de cargos (ver item 10.7 deste Edital);
  • ser considerado apto em exame médico-pericial realizado pelo Conselho Regional de Odontologia.

 

Etapas avaliativas

Por fim, é imprescindível recordar que os inscritos no último concurso CRO MS foram avaliados por meio de provas objetivas, além de redação para os cargos de níveis médio e superior.

Sendo assim, confira as disciplinas cobradas durante a avaliação:

Nível Fundamental

  • Língua Portuguesa – 15;
  • Matemática – 15.

 

Nível Médio

  • Língua Portuguesa – 15;
  • Conhecimentos Específicos – 15;
  • Redação.

 

Nível Superior

  • Língua Portuguesa – 12;
  • Conhecimentos Específicos – 28;
  • Redação.

 

Sobre o CRO MS

O Conselho Federal de Odontologia – CFO, Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul – CRO-MS, e demais Conselhos Regionais da Federação, foram criados pela Lei nº 4324 de 14 de abril de 1964.

Este órgão constitui uma Autarquia Federal, dotado de personalidade jurídica de direito público com autonomia administrativa e financeira e com a finalidade de disciplinar e fiscalizar a ética profissional em todo o Estado.

O CRO/MS é constituído de cinco membros efetivos e cinco suplentes, eleitos com mandato bienal, em votação secreta por maioria absoluta de votos dos Cirurgiões-Dentistas inscritos na respectiva jurisdição, onde trabalham pelo bom conceito e prestígio dos profissionais da Odontologia.

O CRO/MS possui sede própria em Campo Grande e conta também com três Delegacias Regionais, nas cidades de Corumbá, Dourados e Três Lagoas que abrangem a Região do Pantanal a região sul e a região do leste do Bolsão (todas com sedes próprias).

Missão

Supervisionar a ética profissional, zelar pelo bom conceito das profissões, orientar, aperfeiçoar, disciplinar e fiscalizar o exercício da odontologia. Contribuir para o aprimoramento da Odontologia e de seus profissionais perante a sociedade do Estado do Mato Grosso do Sul.

Visão

Manter a Odontologia Sul-mato-grossense como referência, aplicando-se a ética com a qualidade de seus serviços prestados a classe odontológica bem como para a população do Estado de Mato Grosso do Sul.

Valores

Nossa conduta deve refletir os mais altos padrões de Ética; Satisfação do profissional na Odontologia; Valorização do profissional da Odontologia.

Atividades

  • Supervisionar a ética profissional
  • Zelar pelo bom conceito da profissão de cirurgião-dentista
  • Orientar, aperfeiçoar, disciplinar e fiscalizar o exercício da Odontologia, com a promoção e utilização dos meios de maior eficácia presumida
  • Defender o livre exercício da profissão de cirurgião-dentista
  • Julgar, dentro de sua competência, as infrações à lei e à ética profissional
  • Funcionar como órgão consultivo do governo, no que tange ao exercício e aos interesses profissionais do cirurgião-dentista
  • Contribuir para o aprimoramento da Odontologia e de seus profissionais
Acompanhe nossas

redes sociais