Concurso DEPEN-PR: Mais de 1.200 vagas anunciadas!

Atenção concurseiros! O novo concurso DEPEN PR (Departamento Penitenciário do Estado do Paraná) foi anunciado! Serão mais de 1,2 mil vagas para o cargo que Agente Penitenciário, que conta com requisito de nível médio. A informação foi concedida pelo governador Ratinho Júnior durante entrevista coletiva realizada no Palácio Iguaçu, sede...

Status do concurso: Previsto

Última Notícia

Concurso DEPEN-PR: Últimas horas de inscrições para Agente!

Saiu o edital do novo concurso público do DEPEN-PR para o cargo de Agente. São 1.156 oportunidades para o nível médio, com salários de mais de R$ 3 mil!

Continuar Lendo

Atenção concurseiros! O novo concurso DEPEN PR (Departamento Penitenciário do Estado do Paraná) foi anunciado! Serão mais de 1,2 mil vagas para o cargo que Agente Penitenciário, que conta com requisito de nível médio.

A informação foi concedida pelo governador Ratinho Júnior durante entrevista coletiva realizada no Palácio Iguaçu, sede do Governo Executivo do estado, no dia 3 de julho.

Além disso, foram anunciados o total de 6.000 novos servidores durante os quatro anos de mandato do atual governador em diversas áreas e o reajuste no valor de 5,09% no salário para os concursados.

Vagas do concurso DEPEN PR

DEPEN PR 1

Todas as 1.269 vagas do concurso DEPEN PR 2019 são destinadas para o cargo de:

• Agente Penitenciário.

O requisito para o cargo é possuir o nível médio de escolaridade completo.

Qual o salário de um Agente Penitenciário do DEPEN PR?

Atualmente, o salário inicial tem o valor de R$ 5.348,31, sendo composto de vencimento básico inicial no valor de R$ 1.523,85 e Adicional de Atividade Penitenciária no valor de R$ 3.824,46.

O que faz um Agente Penitenciário DEPEN PR?

• Faz parte da rotina de trabalho de um Agente Penitenciário, sem o prejuízo de funções:

• Empregar esforços para que o rol das Assistências previstas no Art. 11, da Lei nº 7.210/1984 – Lei de Execução Penal alcance o apenado;

• Atuar como mediador entre a Chefia imediata e os apenados para aprimorar a eficiência no tratamento penal;

• Orientar, vigiar, fiscalizar, revistar e conduzir apenados no âmbito da unidade penal, apreendendo objetos suspeitos ou não permitidos;

• Orientar, revistar e acompanhar autoridades e visitantes retendo sob sua guarda objetos suspeitos ou não permitidos, durante a permanência dos mesmos na unidade penal;

• Inspecionar alojamentos, grades, celas e paredes internas, intermediária e externa da unidade penal;

• Zelar pela ordem e segurança dos apenados, comunicando a Chefia imediata, sobre quaisquer alterações ou irregularidades que ofereçam riscos à integridade física e moral dos apenados e/ou servidores;

• Relatar à Chefia Imediata, eventos atinentes à fuga, arrebatamento, evasão, amotinamento ou rebelião de que tiver conhecimento;

• Orientar e fiscalizar a distribuição de refeições aos apenados;

• Realizar a contagem dos apenados e elaborar relatório diário indicando qualquer intercorrência;

• Observar as atividades individuais e/ou coletivas dos apenados, inclusive, durante o recebimento de visitas;

• Registrar e comunicar à Chefia Imediata as ocorrências durante seu turno de trabalho de acordo com as normas da unidade penal;

• Controlar, no âmbito dos canteiros de trabalho, a entrada e saída de materiais, ferramentas e equipamentos, bem como fiscalizar o registro de frequência dos apenados;

• Inteirar-se dos trabalhos desenvolvidos em cada Setor do Estabelecimento Penal, visando orientar e facilitar a obtenção de dados, documentos ou outras solicitações dos superiores e de interesse da administração pública;

• Zelar pela conservação e boa utilização dos equipamentos e dos instrumentos utilizados sob sua responsabilidade, solicitando junto à chefia imediata os serviços de manutenção sempre que se fizerem necessário;

• Dirigir veículos oficiais observando as leis de trânsito e normativas de segurança;

• Responder a qualquer tempo, questionários e instrumentos de pesquisa sobre a prática laborativa e o trabalho de execução penal;

• Preencher relatórios sobre a prática profissional quando solicitado ou se fizer necessário;

• Monitorar e vigiar por intermédio de equipamentos eletrônicos as unidades penais;

• Localizar, organizar, classificar e manter atualizado o acervo de multimídia com a finalidade de resguardar bancos de dados de forma confidencial.

Requisitos básicos do concurso DEPEN PR

DEPEN PR 2

• Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo de direitos políticos;

• Estar em dia com as obrigações eleitorais;

• Possuir Certificado de Reservista ou de dispensa de incorporação, se do sexo masculino;

• Comprovar o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo, na data da posse;

• Apresentar boa saúde;

• Ter boa conduta;

• Não possuir acúmulo de cargos na forma prevista na legislação.

Último concurso DEPEN PR

O último concurso do Departamento Penitenciário do Paraná aconteceu no ano de 2013, sob responsabilidade da Universidade Estadual de Londrina (COPS/UEL).

⇒ Confira o edital completo do concurso DEPEN PR 2013!

A oferta foi de 423 vagas distribuídas em nove regionais do órgão: Curitiba e Região Metropolitana (106), Ponta Grossa (2), Guarapuava (2), Londrina (2), Maringá (11), Cruzeiro do Oeste (80), Francisco Beltrão (65), Cascavel (30), Foz do Iguaçu (109).

O concurso DEPEN 2013 contou com as seguintes etapas de avaliação:

• Prova de Conhecimentos;
• Prova de Aptidão Física;
• Avaliação Psicológica;
• Investigação social;
• Curso de Formação;
• Avaliação Médica.

Prova objetiva

A prova objetiva contou com 50 questões com cinco alternativas cada, sendo aplicada nas cidades de Curitiba, Cascavel e Londrina, com duração de quatro horas.

O conteúdo programático foi composto pelas disciplinas de Língua Portuguesa (10), Atualidades (10), Matemática (5) e Informática (5), além de Conhecimentos Específicos do cargo (20).

Para ser considerado classificado, o candidato precisava acertar pelo menos 30 questões em toda a prova, e atingir um número específico em cada frente: 3 questões em Língua Portuguesa, 3 questões de Atualidades, 2 questões em Matemática, 1 questão em Informática e 12 questões em Conhecimentos Específicos.

Teste de Aptidão Física

Foram convocados para esta etapa os candidatos classificados dentro de 15 vezes o número de vagas ofertadas.

Os exercícios cobrados foram:

Impulsão horizontal;

Teste de flexão de quadril em 60 segundos (Abdominal);

Preensão manual;

Corrida de vai-e-vem (Léger) de 20 metros.

Curso de Formação

O Curso de Formação tinha caráter eliminatório, com o objetiva de dotar o candidato de conhecimentos e habilidades que o capacitassem para o exercício da função.

O curso, com carga horária de 180 horas/aula, foi ministrado em Curitiba, compreendendo atividades internas e externas, pedagógicas e de visitas supervisionadas. Durante esse tempo, os candidatos tinham direito a uma bolsa auxílio de R$ 1.000,00.

O conteúdo programático ministrado foi:

Módulo I – Fundamentos Básicos (24 horas)

• Resgate Histórico das Prisões e Sistema de Punições (4 horas);
• Estrutura Organizacional SESP, DEPEN, Unidades Penais (4 horas);
• Estatuto do servidor e PAD (Processo Administrativo Disciplinar (4 horas);
• Ética e Postura Profissional (4 horas);
• Comunicação Interpessoal (8 horas).

Módulo II – Fundamentos Legais (28 horas)

• Direito Penal e Processual Penal (8 horas);
• LEP e Estatuto Penitenciário (8 horas);
• Tratamento Penal Humanizado (12 horas).

Módulo III – Direitos Humanos, Cidadania e Cultura da Paz (20 horas)

• Direitos Humanos e Cidadania (8 horas);
• Criminologia e Vitimologia (4 horas);
• Abordagem Psicossocial da Violência (8 horas).

Módulo IV – Segurança e Operações Penitenciárias (84 horas)

• Visita Técnica (8 horas);
• Vigilância, Custódia e Segurança Penitenciária (24 horas);
• Radiocomunicação (4 horas);
• Defesa Pessoal (8 horas);
• Segurança Física do Preso (8 horas);
• Gerenciamento de Crise (8 horas);
• Crime Organizado e Inteligência Penitenciária (8 horas);
• Redação Oficial de Comunicados e Ocorrência (8 horas);
• Uso Legal da Força (8 horas).

Módulo V – Saúde (24 horas)

• Atenção Psicossocial à Saúde do Servidor (8 horas);
• Atenção em Saúde (4 horas);
• Dependência Química (8 horas);
• Primeiros Socorros (4 horas).

Últimas notícias

• Concurso DEPEN PR: 1.269 vagas anunciadas!

Acompanhe nossas

redes sociais