Concurso FAETEC RJ: EDITAL está previsto no Orçamento de 2021; vagas para área da Educação!

Após o governo do Rio de Janeiro bloquear mais de 9 mil cargos, o novo concurso FAETEC RJ (Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro) precisa do desbloqueio dessas carreiras para divulgar edital. Caso o aval seja positivo, o novo concurso FAETEC RJ irá ofertar 48 vagas para o cargo de Professor. Além disso, o certame consta ...

Status do concurso: Previsto

Materiais disponíveis

e-Book Grátis para Você!

Guia Plano de Estudos Passo a Passo. Receba Agora!

Após o governo do Rio de Janeiro bloquear mais de 9 mil cargos, o novo concurso FAETEC RJ (Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro) precisa do desbloqueio dessas carreiras para divulgar edital.

Caso o aval seja positivo, o novo concurso FAETEC RJ irá ofertar 48 vagas para o cargo de Professor. Além disso, o certame consta no PLDO 2021, que prevê a publicação de um novo edital!

Desbloqueio de cargos na FAETEC RJ

A Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro, tem mais um concurso FAETEC RJ previsto para 2020, com oferta de 48 vagas para o cargo de Professor.

Entretanto, tanto o novo edital quanto o certame de 2019, com 209 vagas, estão na dependência do desbloqueio de cargos por parte do Governo Estadual.

De acordo com o processo administrativo, é solicitado pela Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro o desbloqueio de 257 cargos.

Os cargos foram bloqueados no mês de junho pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, após a divulgação do Decreto nº 47.117/2020.

No documento, o estado bloqueia cerca de 9.500 cargos vagos originados durante o RRF (Regime de Recuperação Fiscal). Além desse, uma nova leva de compensações financeiras, no final de junho, bloqueou mais 811 cargos vagos.

Segundo a FAETEC RJ, desse total, 340 cargos vagos efetivos da fundação foram bloqueados. Entretanto, é argumentado pela instituição que celebrou junto ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a realização de concursos públicos .

Com o TAC, foi aberta a seleção de 2019, e além desse, existe mais um edital previsto para o mês de setembro de 2020, para o preenchimento de 48 vagas. Este certame deve ser realizado até o dia 31 de dezembro e com admissão dos candidatos aprovados e classificados no ano de 2021.

Dessa maneira, no dia 13 de julho, foi enviado com caráter de urgência, a solicitação da FAETEC RJ à Superintendência de Planejamento e Desenvolvimento de Pessoas (SUPDP), que deverá conceder um parecer quanto ao processo.

“A Fundação solicita que sejam desbloqueados 257 cargos para cumprimento do TAC”, informa o processo administrativo.

Novo concurso FAETEC RJ é previsto no PLDO 2021

A Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro, poderá realizar um novo concurso FAETEC RJ em 2021. Isso porque, o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do Estado para 2021, prevê a divulgação de um novo edital.

Vale lembrar, que constar no Orçamento não é uma certeza que o certame será aberto no ano que vem e sim um indicativo. Caso o concurso seja autorizado pelo governo do Estado, o projeto reserva uma verba para a execução do processo.

O Projeto para LDO 2021, foi enviado pelo Poder Executivo e aprovado pela Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no mês de maio.

A princípio, estão previstos sete concursos públicos no Rio de Janeiro. Além da FAETEC RJ, há recursos para seleções do:

  • TCE RJ (Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro);
  • DETRO RJ (Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro);
  • SEEDUC (Secretaria de Educação)
  • DEGASE RJ (Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Rio de Janeiro);
  • PRODERJ (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro);
  • Fundação CEPERJ (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro).

Sobre a FAETEC RJ

Responsável pela implementação da política de Educação Profissional e Tecnológica pública e gratuita no Estado do Rio de Janeiro, a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, deu seus primeiros passos em 10 de junho de 1997. Atualmente, a Rede atende cerca de 300 mil alunos por ano em mais de 130 unidades de ensino, que somam a oferta no Ensino Técnico de Nível Médio, na Formação Inicial e Continuada / Qualificação Profissional e na Educação Superior.

Criada pela Lei nº 2.735/97 e alterada pela Lei nº 3.808/02, é uma entidade sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de Direito Público, de duração indeterminada. Sua sede administrativa, situada em um imenso complexo de mais de 1.900.000 m², está localizada na capital do Rio de Janeiro, no bairro de Quintino Bocaiúva, Zona Norte da cidade.

As inovações tecnológicas em consonância com a realidade dos setores produtivos são as marcas da formação oferecida pela Faetec, dando a ela status de uma das mais importantes redes de Educação Pública e Profissionalizante do Brasil. Reafirmando o compromisso do Governo do Estado em ampliar as oportunidades de qualificação à população bem como elevar os índices de empregabilidade, a Fundação contribui para o desenvolvimento econômico e social dos municípios fluminenses.

Em processo de plena expansão pelo Estado, estima se que, até o fim de 2014, cerca de 400 mil vagas em cursos da Fundação sejam oferecidos à população. A aposta em projetos de inclusão social, as parcerias com instituições nacionais e internacionais e um olhar atento ao bem-estar de servidores e funcionários são alguns dos fatores que contribuem para que a Faetec seja uma instituição com ensino de referência que agrega humanização, cidadania e tecnologia.

Área de Atuação

Com ampla oferta de Educação Profissional e Tecnológica pública e gratuita de qualidade, a Faetec está em todas as regiões do Estado do Rio de Janeiro, apostando no potencial econômico dos municípios fluminenses. Ao todo, 51 cidades contam com a presença da Fundação através de oportunidades em diversos segmentos de ensino.

Algumas das unidades são: Escolas Técnicas Estaduais (ETEs), Centros de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Ceteps), Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs), Escolas de Artes Técnicas (EATs), Faculdades de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (Faeterjs) e Centros de Referência em Formação de Profissionais da Educação (Iserj e Isepam).

O ensino na Rede é desenvolvido com base nos seguintes eixos tecnológicos: Ambiente e Saúde; Controle e Processos Industriais; Desenvolvimento Educacional e Social; Gestão e Negócios; Informação e Comunicação; Infraestrutura; Produção Alimentícia; Produção Cultural e Design; Produção Industrial; Recursos Naturais; Segurança; Turismo, Hospitalidade e Lazer.

História da Inclusão na Rede Faetec

A política de Inclusão Educacional foi iniciada em novembro de 2003, através de um Programa de Inclusão na Educação vocacionado para estimular, mobilizar, conscientizar e construir coletivamente a Escola Para Todos. As ações consistem na inclusão de pessoas com deficiências, transtornos globais de desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação nas oportunidades de Educação Profissional.

Em 2007, a Faetec criou a Divisão de Diversidade e Inclusão Educacional, com o objetivo de favorecer processos e dinâmicas educacionais, que reconheçam e incluam a diversidade humana nas dimensões física, política, cultural e social, na perspectiva das práticas educativas desenvolvidas nas unidades escolares da Rede Faetec.

Essa política é uma conquista que confirma a compreensão da inclusão na educação como parte de um movimento maior, pelo qual se busca não só garantir o acesso e permanência, mas também a qualidade e a equidade na educação, para as pessoas com necessidades educacionais especiais.

Orientando-se pelas atuais Políticas Nacionais de Educação Inclusiva, a Faetec oferece à comunidade escolar: Sala de Recursos Multifuncionais, Intérpretes de Libras, Sala de Imprensa Braille, Fórum Itinerante de Educação Especial nas unidades de ensino, Formação Continuada em Libras, Braille, Orientação e Mobilidade, Altas Habilidades, Transtornos Globais do Desenvolvimento, Deficiências (visual / auditiva / intelectual / física / múltiplas).

História no Esporte e na Cultura

Na área de Esporte, os Centros de Educação Física e Esportes assumem um papel de destaque na Rede Faetec, beneficiando alunos e integrantes da comunidade com projetos de diversas naturezas. Associando a saúde do corpo à saúde da mente, professores dão aulas de esportes coletivos e natação, entre outras modalidades.

Outro papel importante é desempenhado pelo Centro Interamericano de Artes Marciais, que, desde 1996, forma jovens e adultos capazes de competir e obter bons resultados nas disputas oficiais desta modalidade esportiva.

A Faetec também se faz presente no âmbito cultural. Por meio da música, os alunos têm acesso aos clássicos universais e aos autores que se consagraram e deram identidade às músicas populares e eruditas brasileiras, através das Escolas de Música e Bandas. Um dos destaques da Rede é o curso Técnico de Dança da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch, que foi o primeiro da América Latina.

Nas artes cênicas, a Faetec administra a Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, formando profissionais de teatro para a atuação em palco, bem como em campos afins, tais como cenografia, figurino e canto. Nela, são ministradas aulas de produção artística e cultural.

As Escolas de Artes Técnicas formam profissionais especializados para as atividades dos bastidores do teatro e do Carnaval, habilitando-os para a confecção de fantasias, adornos e adereços e, também, para a organização, planejamento e liderança na área de produção de espetáculos.

Último concurso FAETEC RJ

O último concurso FAETEC RJ teve seu edital divulgado no ano de 2019. Na ocasião, foram ofertadas 209 vagas para cargos de níveis médio, técnico e superior. A banca organizadora responsável pela execução do certame foi o Instituo Acesso.

As oportunidades foram destinadas para os seguintes cargos:

  • Médio: Agente Administrativo (16), Inspetor de Alunos (16);
  • Técnico: Instrutor de Disciplina Professor I 40H (4);
  • Superior: Agente Administrativo (16), Orientador Educacional (2), Professor FAETEC I 20H (46), Professor FAETEC I 40H (114), Professor FAETEC Ensino Superior 40H (5), Supervisor Educacional (4), Técnico Superior (2).

Os salários variam de R$ 1.500,00 a R$ 3.000,00, em jornadas de trabalho de 20 a 40 horas semanais.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, sendo realizadas no dia 15 de dezembro de 2019.

Ocorreu ainda uma Prova de Desempenho Didático para o cargo de Professor de Ensino Superior FAETEC e uma avaliação de títulos.

A estrutura das provas foi a seguinte:

  • Professor FAETEC I e Instrutor para Disciplinas Profissionalizantes I: Língua Portuguesa (5 questões com peso 0,5), Conhecimentos Educacionais (5 questões com peso 0,5), Conhecimentos Específicos (24 questões com peso 0,5);
  • Orientador Educacional, Supervisor Educacional, Técnico Superior – Assistente Social: Língua Portuguesa (5 questões com peso 0,5), Conhecimentos Específicos (29 questões com peso 0,5);
  • Inspetor de Alunos e Agente Administrativo: Língua Portuguesa (10 questões com peso 0,5), Raciocínio Lógico (10 questões com peso 0,5), Conhecimentos Específicos (14 questões com peso 0,5);
  • Professor de Ensino Superior FAETEC: Língua Portuguesa (10 questões com peso 0,5), Conhecimentos Específicos (40 questões com peso 0,5).

Prova de Desempenho Didático (exclusivo para Professor de Ensino Superior FAETEC)

A prova de desempenho didático consistiu de uma aula, desenvolvida sobre um tema previamente sorteado, no tempo mínimo de 15 (quinze) minutos e máximo de 20 (vinte) minutos, ministrada em linguagem adequada, em sessão pública e gravada para efeito de registro e avaliação, perante uma banca examinadora composta por 2 (dois) professores.

Foram convocados para realizar a prova de desempenho didático os candidatos às vagas de ampla concorrência aprovados na prova objetiva e classificados em até 15 (quinze) vezes o número vaga de cada cargo/área do conhecimento/região, respeitando-se os empates na última posição, assim como para negros e candidatos com deficiência.

Confira o conteúdo programático:

Professor FAETEC I (Áreas de Conhecimento Geral e de Educação Especial)

  • Português: Compreensão e interpretação de texto. Modos de organização textual: descrição, narração e dissertação/argumentação. Coerência e coesão textual. Intertextualidade. Polifonia. Níveis de linguagem. Uso e adequação da língua à situação de comunicação. Discurso direto e indireto. Adequação vocabular. Prosódia e semântica: denotação, conotação e ambiguidade. Polissemia. Homonímia, sinonímia, antonímia e paronímia. Ortoépia e prosódia. A norma culta. Sistema ortográfico vigente. Relação grafema/fonema. Acentuação gráfica e sinais diacríticos. Pontuação. Estrutura e formação das palavras. Classes de palavras. Emprego das classes gramaticais. Colocação de pronomes átonos. Flexão nominal e flexão verbal. Verbos regulares, irregulares, defectivos e anômalos; vozes verbais, locuções verbais e tempos compostos. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação (valores sintáticos e semânticos). Regência nominal e verbal. Crase. Concordância nominal e verbal.
  • Conhecimentos Pedagógicos:
    • Aspectos Filosóficos da Educação – o pensamento pedagógico moderno: iluminista, positivista, socialista, escola novista, fenomenológico-existencialista, antiautoritário, crítico. Tendências atuais: liberais e progressistas. O pensamento pedagógico brasileiro: correntes e tendências na prática escolar.
    • Aspectos Sociológicos da Educação – as bases sociológicas da Educação, a Educação como processo social, as instituições sociais básicas, educação para o controle e para a transformação social, cultura e organização social, desigualdades sociais, a relação escola / família / comunidade. Educação e Sociedade no Brasil.
    • Aspectos Psicológicos da Educação – a relação desenvolvimento / aprendizagem: diferentes abordagens, a relação pensamento / linguagem – a formação de conceitos, crescimento e desenvolvimento: o biológico, o psicológico e o social. O desenvolvimento cognitivo e afetivo.
    • Aspectos do Cotidiano Escolar – a formação do professor; a avaliação como processo, a relação professor / aluno; a função social do ensino: os objetivos educacionais, os conteúdos de aprendizagem; as relações interativas em sala de aula: o papel dos professores e dos alunos; a organização social da classe; os direitos da criança e do adolescente; a sala de aula e sua pluralidade;
    • Diretrizes, Parâmetros, Medidas e Dispositivos Legais para a Educação – A LDB atual, o Estatuto da Criança e do Adolescente, os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental, as Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental.

Professor FAETEC I (Áreas de Conhecimento Técnico/Profissionalizante), Professor de Ensino Superior FAETEC e Instrutor para Disciplinas Profissionalizantes

  • Português: Compreensão e interpretação de texto. Modos de organização textual: descrição, narração e dissertação/argumentação. Coerência e coesão textual. Intertextualidade. Polifonia. Níveis de linguagem. Uso e adequação da língua à situação de comunicação. Discurso direto e indireto. Adequação vocabular. Prosódia e semântica: denotação, conotação e ambiguidade. Polissemia. Homonímia, sinonímia, antonímia e paronímia. Ortoépia e prosódia. A norma culta. Sistema ortográfico vigente. Relação grafema/fonema. Acentuação gráfica e sinais diacríticos. Pontuação. Estrutura e formação das palavras. Classes de palavras. Emprego das classes gramaticais. Colocação de pronomes átonos. Flexão nominal e flexão verbal. Verbos regulares, irregulares, defectivos e anômalos; vozes verbais, locuções verbais e tempos compostos. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação (valores sintáticos e semânticos). Regência nominal e verbal. Crase. Concordância nominal e verbal.
  • Conhecimentos Pedagógicos:
    • Aspectos Filosóficos da Educação – o pensamento pedagógico moderno: iluminista, positivista, socialista, escola novista, fenomenológico-existencialista, antiautoritário, crítico. Tendências atuais: liberais e progressistas. O pensamento pedagógico brasileiro: correntes e tendências na prática escolar.
    • Aspectos Sociológicos da Educação – as bases sociológicas da Educação, a Educação como processo social, as instituições sociais básicas, educação para o controle e para a transformação social, cultura e organização social, desigualdades sociais, a relação escola / família / comunidade. Educação e Sociedade no Brasil.
    • Aspectos Psicológicos da Educação – a relação desenvolvimento / aprendizagem: diferentes abordagens, a relação pensamento / linguagem – a formação de conceitos, crescimento e desenvolvimento: o biológico, o psicológico e o social. O desenvolvimento cognitivo e afetivo.
    • Aspectos do Cotidiano Escolar – a formação do professor; a avaliação como processo, a relação professor / aluno; a função social do ensino: os objetivos educacionais, os conteúdos de aprendizagem; as relações interativas em sala de aula: o papel dos professores e dos alunos; a organização social da classe; os direitos da criança e do adolescente; a sala de aula e sua pluralidade;
    • Diretrizes, Parâmetros, Medidas e Dispositivos Legais para a Educação – A LDB atual, o Estatuto da Criança e do Adolescente, os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental, as Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental.

Especialista Técnico Pedagógico

  • Português: Compreensão e interpretação de texto. Modos de organização textual: descrição, narração e dissertação/argumentação. Coerência e coesão textual. Intertextualidade. Polifonia. Níveis de linguagem. Uso e adequação da língua à situação de comunicação. Discurso direto e indireto. Adequação vocabular. Prosódia e semântica: denotação, conotação e ambiguidade. Polissemia. Homonímia, sinonímia, antonímia e paronímia. Ortoépia e prosódia. A norma culta. Sistema ortográfico vigente. Relação grafema/fonema. Acentuação gráfica e sinais diacríticos. Pontuação. Estrutura e formação das palavras. Classes de palavras. Emprego das classes gramaticais. Colocação de pronomes átonos. Flexão nominal e flexão verbal. Verbos regulares, irregulares, defectivos e anômalos; vozes verbais, locuções verbais e tempos compostos. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação (valores sintáticos e semânticos). Regência nominal e verbal. Crase. Concordância nominal e verbal.

Técnico Administrativo

  • Português: Compreensão e interpretação de texto. Modos de organização textual: descrição, narração e dissertação/argumentação. Coerência e coesão textual. Intertextualidade. Polifonia. Níveis de linguagem. Uso e adequação da língua à situação de comunicação. Discurso direto e indireto. Adequação vocabular. Prosódia e semântica: denotação, conotação e ambiguidade. Polissemia. Homonímia, sinonímia, antonímia e paronímia. Ortoépia e prosódia. A norma culta. Sistema ortográfico vigente. Relação grafema/fonema. Acentuação gráfica e sinais diacríticos. Pontuação. Estrutura e formação das palavras. Classes de palavras. Emprego das classes gramaticais. Colocação de pronomes átonos. Flexão nominal e flexão verbal. Verbos regulares, irregulares, defectivos e anômalos; vozes verbais, locuções verbais e tempos compostos. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação (valores sintáticos e semânticos). Regência nominal e verbal. Crase. Concordância nominal e verbal.
  • Raciocínio Lógico: Estruturas Lógicas. Lógica de Argumentação, negação de proposições, implicação lógica. Diagramas Lógicos. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de raciocínio matemático. Problemas envolvendo as quatro operações nas formas fracionária e decimal; números e grandezas direta e indiretamente proporcionais; razão e proporção; divisão proporcional; regra de três simples e composta; porcentagem. Sistemas de medidas de comprimento, perímetro, área, volume, temperatura, massa e tempo. Princípios de contagem e noção de probabilidade. Equações do primeiro e segundo graus. Geometria básica. Noções de estatística; médias e leitura de gráficos.

Histórico de Notícias

15/07/2020

Concurso FAETEC RJ: Órgão solicita desbloqueio de 257 cargos!

Após o governo do Rio de Janeiro bloquear mais de 9 mil cargos, o novo concurso FAETEC RJ necessita do desbloqueio dessas carreiras para divulgar edital.

Continuar lendo
13/02/2020

Concurso FAETEC RJ: Edital é autorizado com mais de 450 vagas temporárias!

O governador do Rio de Janeiro, autorizou concurso FAETEC RJ com oferta de 470 vagas, destinado para os cargos de Professor, Supervisor Escolar e Instrutor.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais