Pesquisar no blog

Concurso INSS: Comissão formada. Edital com 1 mil vagas em breve!

Novidades para os concurseiros! Após grande espera, está oficialmente autorizado o concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Ademais, a oferta será de 1.000 oportunidades para o cargo de Técnico, de nível médio de escolaridade.

Além disso, uma comissão organizadora foi formada para o certame, de maneira que o edital poderá ser publicado em breve. Ademais, vale frisar que um edital para a carreira de Analista será analisado no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023. 

Se interessa pela seleção? Então confira todos os detalhes a seguir!

 

Concurso INSS: situação atual

Sendo assim é fundamental que os concurseiros saibam que após tantas tratativas e espera, o Ministério da Economia autorizou uma nova seleção para o cargo de Técnico do Seguro Social, de nível médio de escolaridade.

Além disso, a autorização foi publicada por meio do Diário Oficial da União no dia 13 de junho de 2022 e informa que o edital deverá ser aberto em até seis meses, ou seja, até dezembro de 2022.

Confira a portaria na íntegra, assinada pelo Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mário Paes de Andrade.

Ademais, vale frisar que a autorização de 1.000 vagas para o cargo de Técnico se refere ao mesmo quantitativo anunciado em maio,  quando a Gestão de Pessoas do INSS pediu o reajuste das 7.575 vagas solicitadas em 2021.

Dessa forma, todos esses trâmites deverão ser finalizados até o mês de dezembro, prazo limite para que o edital seja publicado contendo30 todas as informações necessárias.

É igualmente importante destacar que o cargo de Analista do Seguro Social também conta com um grande número de vacâncias, de maneira que um próximo aval poderá contemplar essa carreira, no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023. 

Comissão organizadora

Portanto, é essencial que os concurseiros saibam que um novo passo rumo a publicação do edital foi dado, visto que na última quarta-feira, 06 de julho, foi publicada a portaria que designa a comissão organizadora da nova seleção.

Dessa forma, o grupo é responsável por coordenar e analisar todas as propostas referentes ao concurso público. Ademais, os membros possuirão 15 dias para a finalização dos trabalho, podendo ser prorrogados pelo mesmo período.

Nesse sentido, é possível que a banca organizadora do certame seja definida nesse período, visto que essa é uma das atribuições da comissão formada. Sendo assim, em breve poderá ser anunciada a empresa responsável por receber as inscrições dos candidatos e viabilizar e aplicar as etapas avaliativas da seleção, como as provas objetivas.

Ademais, vale recordar que após a contratação da organizadora o edital se tornará iminente, ou seja, poderá ser publicado a qualquer momento contendo todas as informações do concurso.

Sendo assim, conheça os nomes dos membros da comissão instituída:

  • Sandra Cristina Cardoso de Souza Luna, matrícula nº 1633832;
  • Claudio Macedo Pina, matrícula nº 0221855;
  • Luiz Claudio Sena Santos, matrícula nº 1101515;
  • Welton Dourado Xavier, matrícula nº 1450488; e
  • Thalys Eliel Amaral Gomes, matrícula nº 2613012.

 

Cronograma básico previsto

Quando foi solicitado um novo pedido de concurso com 7.830 vagas (abril/2022), a autarquia encaminhou também uma sugestão de cronograma, abordando todo o prazo em que as etapas da seleção ocorrerão.

De acordo com o cronograma, o prazo para que o certame todo seja realizado, é de no máximo 180 dias (6 meses).

Ou seja, com o aval da autorização, pode ser que esse cronograma venha a ser cumprido. Por isso, é de suma importância que você intensifique na sua preparação, visto que a seleção é bem concorrida.

NÃO espere o edital ser publicado para COMEÇAR A ESTUDAR! 

Clique aqui e confira o que preparamos para você!

  • Material 100% atualizado
  • Conteúdo direto ao ponto, com conteúdos que realmente importam na prova
  • Material produzido por professores especialistas

 

Conforme descrito no documento, a organização deve acontecer da seguinte forma:

  • Definição das vagas após publicação da autorização: 3 dias
  • Elaboração do projeto básico e plano de execuação: 8 dias
  • Envio de ofício para as empresas para execução do concurso: 1 dia
  • Apresentação das propostas das bancas convidadas: 5 dias
  • Escolha da banca: 1 dia
  • Elaboração do contrato: 6 dias
  • Assinatura do contrato e publicação do extrato: 10 dias
  • Elaboração do edital: 5 dias
  • Publicação do edital: 1 dia (antecedência mínima de quatro meses da realização da prova, podendo ser reduzido por meio de ato motivado do Ministro de Estado nos termos do § 2º, inciso I, do art. 41 do Decreto 9.739/2019)
  • Prazo para inscrição: 30 dias
  • Pedido de isenção da taxa de inscrição: mesmo prazo das inscrições
  • Análise dos pedidos de isenção: 4 dias
  • Divulgação dos resultados deferidos referente ao pedido de isenção da taxa de inscrição: 1 dia
  • Emissão da GRU para os candidatos que tiverem a isenção da taxa de inscrição indeferida: 1 dia
  • Divulgação da relação de inscrições homologadas: 1 dia
  • Convocação para as provas objetivas: 3 dias
  • Aplicação das provas objetivas: 1 dia
  • Divulgação dos gabaritos preliminares: 1 dia
  • Interposição de recurso contra os gabaritos preliminares: 2 dias
  • Análise dos recursos: 5 dias
  • Divulgação do julgamento dos recursos: 1 dia
  • Liberação dos gabaritos definitivos: 1 dia
  • Divulgação do resultado final da prova objetiva: 1 dia
  • Convocação para perícia médica das pessoas PcD e identificação das pessoas preta ou parda (PPP): 2 dias
  • Período de recurso do resultado de avaliação do PcD: 2 dias
  • Avaliação dos candidatos concorrentes às vagas PPP: 2 dias
  • Resultado final e publicação do resultado final de verificação às vagas Pcd e PPP: 3 dias
  • Homologação do resultado final no DOU: 5 dias

Certame para Técnico terá duas etapas de seleção

Conforme informações divulgadas, o concurso autorizado com 1 mil vagas para Técnico do Seguro Social, consistirá em duas etapas de seleção, sendo:

  • 1ª etapa – prova objetiva: caráter eliminatório e classificatório
  • 2ª etapa – curso de formação: caráter eliminatório e classificatório

Sendo assim, as especulações sobre a aplicação de prova discursiva (redação), são descartadas.

Ainda de acordo com as informações divulgadas, as provas poderão ser aplicadas nas 97 cidades , onde o INSS possui Gerência Executiva.

Propostas de bancas estão em análise

Após formar e oficializar a comissão organizadora, dia 6 de julho, a grande espera agora é pela escolha da banca. 

De acordo com um cronograma divulgado pela autarquia, a previsão é de que o nome da banca seja divulgado até agosto. 

Com a formação da comissão, o grupo tem até 15 dias para finalizar os trabalhos, ou seja, avaliar as melhores propostas e escolher a vencedora da licitação.

Entretanto esse prazo foi prorrogado por mais 15 dias, de que modo que a comissão tem até o dia 05/08 para encerrar os trabalhos.

Prazo entre publicação de edital e realização das provas é reduzido

Foi publicado nesta segunda, 1º de agosto, a portaria SEDGG/ME nº 6.637, (Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital), referente a redução do prazo mínimo entre a publicação do edital e a realização da prova.

Sendo assim, foi autorizado a redução do prazo de antecedência mímina de quatro para dois meses.

Número de convocados pode ser maior

Atenção futuro aprovado do INSS!

Você sabia que a autarquia poderá convocar 1.250 aprovados durante o prazo de validade do certame?

A autorização concedida pelo Ministério da Economia é de 1 mil vagas, entretando o Decreto 9.739/19, que regulamenta os certames públicos federais, permite que os órgãos possam solicitar mais 25% das vagas já previamente autorizadas.

Saiba mais!

Órgão ajusta pedido de 1 mil vagas para Técnico

Portanto, vale recordar que após o acordo que colocou o fim da greve dos servidores, uma nota técnica foi enviada ao Ministério da Economia, para que o edital seja publicado o mais breve. Ademais, a nota foi encaminhada dia 26 de maio, pela Gestão de Pessoas do INSS.

Entretanto, o documento pede ajuste em torno das vagas, sendo apenas 1 mil para Técnico de Seguro Social, de ensino médio. 

De acordo com a gestão, a ação foi tomada diante do cenário restritivo de contenção de despesas públicas e da necessidade de recomposição da força de trabalho.

Confira um trecho da proposta:

“Propõe-se alteração do pedido feito na NOTA TÉCNICA Nº 4/2021/DIRAT-INSS, direcionado o pedido apenas para o cargo de Técnico do Seguro Social retificando o quantitativo pleiteado em 2021 para 1.000 (mil) vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social, dando início a um procedimento de recomposição continuada, até alcançar gradativamente o quadro ideal de servidores”, informa um trecho da nota,

Proposta de emenda à Medida Provisória exige nível superior para Técnico

O deputado federal Luis Miranda (Republicanos-SP), apresentou uma emenda à Medida Provisória nº 1.113/2022, que além de promover alterações sobre o fluxo de análises de benefícios previdenciários e assistenciais, exige nível superior para ingresso na autarquia. Veja detalhes! 

Tal medida, influenciaria diretamenta na carreira de Técnico do Seguro Social. 

Caso seja aprovado, o cargo passaria a se chamar Auditor Federal de Benefícios Sociais. 

A mudança de escolaridade vem sido debatida nas últimas semanas.

No dia 13 de junho, o presidente do INSS, Guilherme Serrano, apresentou uma proposta que prevê a alteração da Lei nº 10.855, de 1º de abril de 2004, que passa a exigir nível superior para ingresso no cargo de Técnico. 

Segundo o documento, tal exigência se deve a complexidade da função, que necessita de competências e conhecimento especializado. 

Como ficará o nível de escolaridade para Técnico?

De acordo com o diretor de gestão de pessoas do INSS, Jobson de Paiva, por ora, o concurso permanece nível médio. Veja:

“Há um trabalho sendo feito pelo nosso ministro para transformar essa carreira em nível superior. Entretanto, no momento, o que há e como está colocado na Lei, é um cargo de nível médio. Então, tudo indica que não haveria tempo suficiente para alteração legislativa, por exemplo, e que continuará sendo um cargo, por ora, de nível médio”, afirmou Jobson de Paiva em entrevista no dia 28 de junho

Como próprio afirmou Jobson, existe uma inciativa por parte do Ministro do Trabalho e Previdência, para tal alteração

Sendo assim, o próprio Ministro, José Carlos Oliveira, confirmou essa articulação em ofício encaminhado ao Comando Nacional de Mobilização da Fenasps 

“Além do reconhecimento como carreira típica de Estado, também encaminhou à SGP/ME proposta de alteração da Lei nº 10.855, de 1º de abril de 2004, para exigir curso superior completo, em nível de graduação, para ingresso no cargo de Técnico do Seguro Social, mediante habilitação em concurso público, afirma Oliveira

É preciso destacar que a exigência de nível superior para a carreira de Técnico do Seguro Social, foi um acordo firmado em greve 

Nesse sentido, existe uma pressão por parte da Fenasps (Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores da Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social)

Confira mais detalhes sobre a mudança de escolaridade 

Termo de acordo coloca fim a greve dos servidores

É igualmente essencial recordar que depois de quase 2 meses, chega ao fim a greve dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social.

Durante uma reunião realizada no dia 23 de maio, foi assinado um termo de acordo nº 1/2022, entre o INSS, Ministério do Trabalho e entidades representativas, propondo diversas ações a serem tomadas.

Dentre as pautas a serem atendidas está o concurso INSS. O órgão deverá formar um comitê gestor, que ficará responsável  pelas trativas da seleção.

Além disso, o acordo ainda prevê que em até 30 dias, o MTP envie à Casa Civil, uma proposta de avaliar a carreira do seguro social como sendo típica do estado.

O documento deve estabelecer ainda como critério mínimo de admissão para técnico do seguro social, o nível superior.

Condições de trabalho dos servidores é pauta de audiência

A situação caótica do INSS e a necessidade de um concurso público em regime de urgência, vem sendo debatido há varias semanas em audiência na Câmara dos Deputados.

Dessa forma, no dia (17/05), a Comissão de Seguridade Social e Família, avaliou as condições de trabalho dos servidores que se encontram em greve desde o final de março.

De acordo com o deputado Alexandre Padilha (PT-SP), foram debatidos os seguintes pontos solicitados pelos servidores em paralisação:

  • meta diária no número de avaliações e intervalo de 60 minutos entre agendamentos
  • suspensão dos desligamentos por não alcance de metas
  • recomposição salarial data-base;
  • reestruturação da carreira típica de estado para o seguro social;
  • nível superior para ingresso ao cargo de técnico do Seguro Social;
  • derrubada do veto de R$ 1 bilhão do orçamento do INSS;
  • não ao fechamento das Agências do INSS
  • defesa do direito ao atendimento presencial ao cidadão nas unidades do órgão, dentre outros

 

Para Padilha: “o sucateamento do INSS tem sido frequente, e os servidores sofrem diariamente com medidas de redução da capacidade de atendimento e na garantia de direito aos beneficiários e segurados”. 

A redução de pessoal para o atendimento da população, já havia sido pauta em audiência na semana passada (12).

De acordo com a representante da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), Thaize Antunes, desde 2015 foram perdidos 50% dos trabalhadores do órgão.

Atualmente somente cerca de 17 mil servidores estão na ativa, sendo que a quantidade de segurados chega a 113 milhões, ou seja, a necessidade de novos trabalhadores é necessária para que a demanda possa ser cumprida.

Minuta prevê estudo de vagas e mudança na carreira

Também é de suma importância que os concurseiros saibam que uma minuta de decreto foi enviada pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP), com o objetivo de instituir e regulamentar as competências do Comitê Gestor da Carreira do Seguro Social. 

Entre as atribuições do grupo estão:

  • analisar as propostas de lotação necessária de pessoal do INSS e sugerir medidas convenientes
  • examinar os casos omissos referentes à carreira do seguro social e sugerir medidas
  • sugerir modificações na carreira de seguro social

 

Prosposta dos servidores ao INSS,enviado pelo Ministro do Trabalho e Previdência

A alteração na carreira é um projeto de lei a ser elaborado, que visa a alteração de escolaridade como requisito de ingresso na carreira de Técnico do Seguro Social. 

Segundo o próprio órgão, as atribuições da carreira mudaram, sendo assim, a exigência do nível superior seria o mais adequado, valorizando os profissionais que ocupam a função. 

A alteração na carreira ainda necessita passar por diversos trâmites. Não se sabe se a proposta será aceita e caso for, se a mesma será cobrada no próximo edital.

Aprovação do PLN no Congresso favorece autorização do edital

Sinal verde, concurseiros. Foi aprovado no Senado, nesta quinta-feira (28/04) o PLN 01/2022, que acrescenta R$ 2,57 bilhões no Orçamento da União para este ano.

Sendo assim, R$ 1,7 bilhões será destinado para despesas do governo, com pessoal, encargos sociais e programas.

Por outro lado, os outros R$ 868,49 milhões serão destinados para o Plano Safra (agricultura).

O valor destinado para as despesas do governo, podemos destacar a destinação de R$ 96,5 milhões para o Ministério da Economia, órgão responsável pela autorização do concurso INSS.

O ME já havia dito que a autorização da seleção para o INSS é prioridade no governo. 

A PLN ainda precisa da sanção presidencial.

Novas Aposentadorias

O INSS está prestes a perder mais de 3,7 mil servidores este ano. Esse alto número diz sobre os funcionários que estão habilitados a se aposentar.

O Instituto Nacional do Seguro Social oferece um abono para aqueles servidores que cumprem os requisitos da aposentadoria, mas decidem continuar trabalhando. No entanto, a decisão fica por conta dos funcionários, que podem escolher não trabalhar mais.

Dessa forma, o órgão está prestes a perder cada vez mais efetivos. Pois, de acordo com o INSS, cerca de 4.569 servidores estarão em situação de abono permanência ou aposentadoria nos próximos cinco anos.

Com mais essa notícia, a realização de um novo Concurso INSS, se torna cada vez mais urgente. Estamos de olho!

Servidores promovem paralisação

Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social, decidiram paralisar por 24 horas suas atividades. Uma das reivindicações é por melhores condições de trabalho. A primeira paralisação foi realizada dia 31/01.

Segundo a Associação Nacional dos Peritos Médicos (ANMP), a convocação foi intitulada como “Dia Nacional de Advertência”.

Dentre as reivindicações dos peritos estão:

  • Recomposição salarial “relativa às perdas inflacionárias de 2019 a 2022, de 19,99%”;
  • Fixação do número máximo de 12 atendimentos presencias como meta diária;
  • Substituição das autoridades da Subsecretaria da Perícia Médica Federal;
  • Promoção imediata de concurso público para a recomposição dos quadros da Carreira, “cuja defasagem chega a 3.000 servidores”;
  • Readequação das Agências da Previdência Social “que foram reabertas de modo precipitado e sem as condições sanitárias adequadas”;
  • Fim da “teleperícia” (Perícia Médica com Uso de Telemedicina ou Teleavaliação).

 

E a partir de negociações frustradas com governo, em busca de melhores condições de trabalho para a categoria, a ANMP resolveu paralisar mais uma vez.

Dessa vez, a paralisação das atividades, aconteceu nos dia 08 e 09/02. De acordo com os responsáveis, a Associação informou ao Ministro do Trabalho e Previdência, sobre a decisão da Assembleia Geral, que culminou na paralisação.

E em busca de melhores condições de trabalho, bem com a realização de um novo edital, os servidores do INSS, promoveram nesta quarta-feira (09), mais uma paralisação. 

A mobilização foi autorizada pela Plenária Nacional da Fenasps. Serão 24h de paralisação e realização de atos neste dia.

“Orientamos todos(as) os(as) servidores(as) para se organizarem e aderirem à Greve”, pediu a FederaçãoNacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social.

No entanto, nesse mesmo dia da paralisação, 09 de março,  está agendada um reunião com o ministro do Trabalho e Previdência Social, Onyx Lorenzoni e representantes sindicais.

Dentre as pautas, estão:

  • Novo edital para o INSS
  • Implementação do Programa de Gestão
  • redução de 20% em relação às metas exigidas
  • criação do Auxílio Teletrabalho, o auxílio saúde e creche, vale-alimentação
  • derrubada do veto de R$ 1 bilhão no orçamento do INSS
  • reposição salarial de 19,99%

Áreas de atuação do Técnico de Seguro Social

Em suma, o exercício do cargo de Técnico de Seguro Social do INSS é atuar diretamente com o público nas agências.

Seja fazendo atendimento, revisão dos pedidos inscritos na previdência social, desenvolvendo pesquisas, coletando informações para a plena execução das atividades, dentre outros.

Entretanto, umas das importantes demandas do servidor e até da autarquia, é atuar na área de Análise de Reconhecimento de Direitos (RGPS). 

Esse setor é responsável por avaliar se os trabalhadores, ligados ao INSS através da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), tem direito aos seguintes benefícios:

  • aposentadoria especial
    • por idade
    • por tempo de contribuição
  • auxílio-acidente
  • auxílio-doença
  • benefício assistencial
  • pensão por morte
  • salário maternidade

INSS conta com servidores realocados

Foram realocados 319 servidores da Infraero para desempenhar funções na autarquia enquanto o novo concurso não é liberado, em detrimento de um acordo firmado após a audiência de Ação Civil Pública realizada em outubro de 2019.

Estes servidores deverão realizar atividades que sejam similares às do órgão de origem, de fato que não ocorra desvio de função.

Após rejeição do Ministério da Economia à recomendação do MPF para que fosse autorizado o concurso INSS, o órgão de fiscalização levou o caso à justiça.

Foi confirmado no começo desta semana, que a ação inicial já está sendo elaborada por uma das procuradoras responsáveis pelo caso.

A informação foi transmitida pela Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF), são necessários ainda alguns documentos e o levantamento de dados para subsidiar a ação civil pública.

Foi assinada em conjunto pelas procuradoras Deborah Macedo Duprat de Britto Pereira, da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) e Eliane Pires Rocha, da PRDF, a recomendação do Ministério Público Federal para autorização do concurso INSS.

Serviços do INSS podem ser acessados por telefone e internet

De acordo com o INSS a maioria dos serviços prestados pela autarquia podem ter atendimento remoto.

À medida que passou a valer a partir do dia 10 de julho, os usuários poderão receber atendimento pelo aplicativo Meu INSS ou pelo número de telefone 135. O atendimento remoto contemplará 90 dos 96 serviços prestados pelo INSS.

Dessa maneira, seis serviços terão atendimento exclusivamente presencial, em virtude das peculiaridades. Porém, os segurados ainda terão que comparecer obrigatoriamente ao INSS nos seguintes casos:

  • Avaliação Social;
  • Devolução de Documentos;
  • Prova de Vida;
  • Perícia Médica;
  • Outros Cumprimentos de Exigências;
  • Vista ou Carga de Processos.

 

O atendimento pelo telefone 135 será prestado de segunda-feira a sábado das 7h às 22h. O Meu INSS pode ser acessado pelo navegador ou pelo aplicativo de celular. O cadastro pode ser realizado diretamente no Meu INSS ou nos bancos: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi.

O INSS é o primeiro órgão público federal que completou a meta de informatização de serviços. Com um grande déficit de pessoal, a autarquia acumula em 2019 mais de 22 mil cargos vagos e a automatização dos serviços é um dos métodos encontrados pelo órgão para solucionar a falta de pessoal.

Deficit de servidores INSS

O deficit de servidores no órgão não para de aumentar, enquanto o novo concurso INSS não é autorizado. Até o mês de setembro de 2019, eram cerca de 19.400 cargos vagos de Técnico e Analista.

No ano passado, esse número chegou a mais de 21.000 cargos vagos e já aumentou novamente. De acordo com informações da autarquia, até agora são mais de 23 mil cargos vagos.

Conforme os dados do Serviço de Informações ao Cidadão do Governo Federal, a maior parte destas vagas desocupadas é na carreira de Técnico do Seguro Social (nível médio), tendo a falta de 19.761 servidores.

Somando com os cargos vagos na função de Analista do Seguro Social (nível superior), o deficit total chega a 23.367 cargos e, com isso, é possível perceber que em um ano a autarquia federal, que atende milhões de brasileiros, perdeu cerca de mais de 3 mil profissionais efetivos.

O cenário ainda pode piorar bastante, já que de acordo com informações sindicais, existe um elevado número de servidores que já possuem condições de se aposentar e podem deixar o quadro a qualquer instante.

Dessa maneira, e com tamanha carência de servidores, atualmente, existem mais de 1,8 milhão de pedidos parados são referentes aos seguintes benefícios:

  • Amparo social à pessoa com deficiência: 630.668 pedidos
  • Aposentadoria por idade: 287.553 pedidos
  • Aposentadoria por tempo de contribuição: 262.393 pedidos
  • Salário maternidade: 186.516 pedidos

 

Concurso INSS: carreira

Requisitos básicos

  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo;
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

Atribuições dos cargos

O que faz o Analista do Seguro Social do INSS?

  • Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social (APS) e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
  • elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;
  • supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;
  • realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais;
  • promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial;
  • exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

 

O que faz o Técnico do Seguro Social do INSS?

  • Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;
  • coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres;
  • exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.

 

Último Concurso INSS 2015

O último certame aconteceu em 2015, tendo como organizador o Cebraspe (Cespe/UnB – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos).

Confira o edital completo do último concurso INSS!

Foram ofertadas ao todo 950 vagas, sendo 800 para Técnico do Seguro Social e 150 para Analista do Seguro Social.

O número de inscritos foi de 1.087.789 candidatos, sendo 43.982 para Analista (relação de 293 candidatos/vaga) e 1.043.807 para o cargo de Técnico (1.304 candidatos/vaga).

Todos os aprovados foram nomeados.

Sendo assim, vale frisar que os inscritos no cargo de Técnico foram avaliados por meio de uma prova objetiva que contou com 120 questões acerca das disciplinas abaixo:

  • Ética no Serviço Público;
  • Regime Jurídico Único;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Informática; e
  • Conhecimentos Específicos.

 

Comece a se preparar para o Concurso INSS

A largada foi dada!

Com a autorização, o edital do Concurso INSS para Técnico, poderá ser publicado em breve.

Por isso, dê um up na sua preparação hoje mesmo! 

Maratone pelas aulas disponíveis em nosso canal do youtube e conheça mais sobre nossos materiais. 

Já ajudamos na APROVAÇÃO de 70 mil alunos e o próximo pode ser você! 

 

 

Histórico de Notícias

09/08/2022

Definição da banca do concurso INSS 2022 deve sair a qualquer momento!

A banca organizadora do concurso INSS que está oferecendo 1.000 vagas para técnicos, pode ser anunciada a qualquer momento. Entenda!

Continuar lendo
04/08/2022

Concurso INSS: Emendas que pediam nível superior para Técnico são rejeitadas!

Foi aprovado nesta terça (02/08), a MP 1.113/2022 que trata sobre fluxo de análise de benefícios previdenciários e assistenciais do concurso INSS. Confira!

Continuar lendo
01/08/2022

Concurso INSS: Portaria reduz prazo entre edital e aplicação das provas!

O concurso INSS deve ter banca anunciada nesta semana. O prazo entre o edital e a aplicação das provas foi reduzido para dois meses. São 1000 vagas!

Continuar lendo
28/07/2022

Concurso INSS: Certame para Técnico não terá redação. Confira as demais etapas!

O concurso INSS 2022, com a oferta de 1 mil vagas de Técnico, está cada vez mais perto. Saiba detalhes das etapas de avaliação; não haverá redação!

Continuar lendo
27/07/2022

Concurso INSS: Provas poderão ser aplicadas em quase 100 munícipios. Veja!

Atenção concurseiros! Estamos na expectativa de um novo concurso INSS, em que as provas poderão ser realizadas em quase 100 municípios! Confira!

Continuar lendo
19/07/2022

Concurso INSS: Banca poderá ser definida até 05/08. Entenda!

Foi prorrogado o prazo para a definição da banca organizadora do concurso INSS, que agora poderá ocorrer até o dia 05 de agosto. Vagas para Técnico!

Continuar lendo
15/07/2022

Concurso INSS: Nomeação dos aprovados a partir de janeiro/2023, estima ME!

De acordo com o Ministério da Economia, as nomeações dos aprovados no concurso INSS podem ter início a partir de janeiro de 2023. Conheça os detalhes!

Continuar lendo
11/07/2022

Concurso INSS: Propostas de bancas organizadoras estão em análise, informa assessoria!

Autorizado, o Concurso INSS ofertará mil vagas para Técnico do Seguro Social. As propostas das bancas interessadas em organizar a seleção estão em análise.

Continuar lendo
07/07/2022

Concurso INSS: Escolha da banca em 15 dias? Entenda!

Autorizado, o concurso INSS 2022, com a oferta de 1 mil vagas de nível médio, está cada vez mais perto. A banca será definida nos próximos dias!

Continuar lendo
01/07/2022

Concurso INSS: Como ficará o nível de escolaridade para Técnico?

O cargo de Técnico do INSS permanece nível médio, de acordo com o diretor de gestão de pessoas. Entretanto, existem tramitações para a mudança. Saiba tudo!

Continuar lendo
27/06/2022

Concurso INSS: Proposta de emenda à MP exige nível superior. Entenda!

O Concurso INSS foi autorizado com 1.000 vagas para Técnico! Agora, uma proposta está tramitando, pedindo a exigência de nível superior para inscrição.

Continuar lendo
23/06/2022

O que faz um Técnico do Seguro Social do INSS?

Concurso INSS autorizado para preencher 1.000 vagas para Técnico do Seguro Social! Saiba mais sobre a carreira, como salários, atribuições e requisitos!

Continuar lendo
20/06/2022

8 motivos para prestar o concurso INSS 2022!

Foi autorizado o concurso INSS 2022 com a oferta de mil vagas para o cargo de Técnico. Confira 8 motivos pelos quais você deveria prestar esse concurso!

Continuar lendo
20/06/2022

Concurso INSS 2015: confira como foi o último edital!

Um concurso INSS deve sair ainda em 2022, mas precisa de um aval. Foram requisitadas 7.830 vagas. Confira como foi o último edital e inicie sua preparação!

Continuar lendo
17/06/2022

Concurso INSS: Número de convocados pode ser maior que 1 mil? Entenda!

Após grande espera, está autorizado o concurso INSS 2022 para 1.000 vagas para o cargo de Técnico. Entretanto, mais 250 convocações podem surgir!

Continuar lendo
15/06/2022

Concurso INSS: Presidente envia pedido para mudança de escolaridade de Técnico!

O Concurso INSS deve ter banca anunciada em agosto para oferta de 1.000 vagas para Técnico. E o presidente do órgão pediu mudança na escolaridade. Entenda!

Continuar lendo
14/06/2022

Concurso INSS: Banca até agosto, informa Ministério!

Aguardado para 2022, o Concurso INSS deve ter banca anunciada em agosto. Previsão é para preenchimento de 1.000 vagas para Técnico do Seguro Social!

Continuar lendo
14/06/2022

Concurso INSS: O que faz um Técnico do Seguro Social?

Um novo Concurso INSS foi autorizado para preencher 1.000 vagas para Técnico do Seguro Social! Portanto, saiba mais sobre a carreira e o concurso!

Continuar lendo
13/06/2022

Concurso INSS 2022: AUTORIZADO com 1 mil vagas. O que estudar?

Um dos concursos mais aguardados, o Concurso INSS foi autorizado para 1.000 vagas para Técnico! O edital deverá ser publicado em até seis meses.

Continuar lendo
10/06/2022

Concurso INSS: Novas movimentações são registradas, confira!

Ainda aguardado para 2022, o Concurso INSS continua registrando movimentações; já foram 22 só neste mês. O pedido é para 1.000 vagas.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais