Concurso IVISA Rio: Prefeito sanciona Lei que cria 900 vagas em novo edital!

Foi publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro, a criação do Ivisa Rio, com 900 vagas para todos os níveis. O instituto é subordinado à Secretaria Municipal de Saúde do município e oriundo da extinção da Subvisa (Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zooneses).  Novo certame Ivisa Rio Em ou...

Status do concurso: Previsto
BAIXE GRÁTIS: e-Book Oportunidades para Mudar de Vida em 2021
Cadastre-se e receba: e-Book Concursos 2021 + Guia Definitivo para montar um Plano de Estudos + Bônus Especiais!

Foi publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro, a criação do Ivisa Rio, com 900 vagas para todos os níveis.

O instituto é subordinado à Secretaria Municipal de Saúde do município e oriundo da extinção da Subvisa (Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zooneses). 

Novo certame Ivisa Rio

Em outubro o Rio de Janeiro ganhou mais um órgão aliado às questões sanitárias. O até então prefeito Marcelo Crivella autorizou a criação, sem acréscimo de despesas, do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zooneses e de Inspeção Agropecuária, o Ivisa Rio.

O instituto é subordinado à Secretaria Municipal de Saúde do município e oriundo da extinção da Subvisa (Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zooneses). 

Uma das principais atribuições do Ivisa Rio é a proteção de saúde da população, por meio de ações de vigilância sanitária, vigilância de zoonoses e de inspeção agropecuária. Além disso, o órgão exercerá o controle das condições ambientais de higiene e salubridade no município.

Toda estrutura organizacional da Subvisa, incluindo o quadro de pessoal, será transferido para o Ivisa Rio. Os servidores transferidos passarão a integrar o quadro de pessoal do Ivisa Rio, a partir da data de entrada em vigor desta Lei. Sendo assim, ocorrendo desde outubro.

Previsão de até 900 vagas 

O instituto contará com um quadro próprio de pessoal, composto pelas seguintes carreiras:

  • Especialista em Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (especialista Ivisa Rio);
  • Assistente Técnico em Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (assistente técnico Ivisa Rio); e
  • Auxiliar Operacional em Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (auxiliar operacional Ivisa Rio).

A própria lei já especifica o quantitativo de vagas para cada uma das funções. Ao todo, o Ivisa Rio poderá ter um quadro de pessoal composto por até 900 servidores, distribuídos da seguinte forma:

  • Especialista Ivisa Rio – 400 vagas;
  • Assistente técnico Ivisa Rio – 300 vagas; e
  • Auxiliar operacional Ivisa Rio – 200 vagas.

Sobre os cargos

Especialista Ivisa Rio

São os responsáveis por atividades técnico-especializadas, que envolvem o planejamento, coordenação, supervisão, execução, auditoria, controle e avaliação nas diversas áreas de interesse do instituto.

O cargo tem como requisito o nível superior. Já a carga horária prevista é de 40 horas semanais.

Serão aceitas candidaturas de profissionais graduados nos cursos de Administração, Arquitetura, Biologia, Biomedicina, Ciência da Computação ou Análise De Sistemas, Comunicação Social, Direito, Enfermagem, Engenharia (Áreas), Farmácia, Odontologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição ou Química.

Em um próximo edital ainda pode vir especificado o requisito de curso de pós-graduação em nível de Especialização ou Residência, reconhecido pelo Ministério da Educação. Os cursos deverão ter carga horária de 360 horas.

Assistente Técnico Ivisa Rio

As atividades previstas para o cargo são: atividades de suporte técnico e administrativo em vigilância sanitária, vigilância de zoonoses e em inspeção agropecuária. A carga horária de trabalho também será de 40 horas semanais.

Nesse caso, o requisito é o nível médio. Também poderá ser exigido, quando necessário, o curso técnico, com registro no respectivo conselho de fiscalização do exercício profissional. 

Serão admitidos profissionais das seguintes áreas: Agroindústria, Análises Clínicas, Ciências Agrárias, Agrícolas ou Agropecuária, Biotecnologia, Informática ou Processamento De Dados, Manipulação Farmacêutica, Manipulação ou Processamento de Alimentos, Metrologia, Radiodiagnóstico e Radiologia ou Química.

Auxiliar operacional Ivisa Rio

Os auxiliares devem exercer atividades de suporte operacional às ações de vigilância sanitária, vigilância de zoonoses e de inspeção agropecuária. Para essa função, o único requisito é a conclusão do quinto ano do ensino fundamental.

Assim como nos cargos anteriores, esses profissionais terão carga horária de trabalho de 40 horas semanais.

Contratação de novos servidores deve ser feita por meio de concurso público

Conforme o que está estabelecido na lei de criação do órgão, os valores das remunerações destinadas a esses profissionais serão os mesmos previstos para as carreiras integrantes da área da Saúde. 

A formação de novos servidores no quadro de pessoal da Ivisa Rio deverá ser realizado por meio de concurso público , com etapas de provas e avaliação de títulos. Os candidatos ainda devem ser submetidos a uma etapa final obrigatória, que consistirá em um curso de capacitação funcional, de caráter eliminatório e classificatório.

A lei também determina que sejam incluídos no quadro de pessoal do Ivisa Rio servidores providos em cargos das carreiras de médico veterinário e auxiliar de serviços de veterinária, que vierem a entrar em exercício com lotação originária no Instituto.

A regra, no entanto, é válida especificamente para os aprovados na seleção realizada em junho de 2019 para a SMS Rio.

Sobre o Ivisa Rio

O Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária Ivisa-Rio – é o órgão responsável pela proteção e defesa da saúde da população, por meio da prevenção de riscos provocados por problemas higiênico-sanitários.

 No Rio de Janeiro, esse trabalho preventivo é feito por uma gestão participativa, onde técnicos, cidadãos e representantes das entidades reguladas (estabelecimentos, comerciais, clínicas, dentre outras) dialogam permanentemente em busca de um comportamento comum que evite os riscos sanitários.

 Todas as ações de vigilância sanitária são norteadas pela legislação vigente. No Brasil, existe um sistema nacional de vigilância, que rege as três esferas de governo e que segue o disposto no Sistema Único de Saúde – SUS. Na esfera federal, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – é responsável pela regulação e normatização da legislação; na estadual, cabe ao Governo a supervisão e a coordenação das ações de vigilância no âmbito do estado; já à gestão municipal cabe a execução de tudo o que é regulado, normatizado e planejado, bem como todo o serviço de inspeção.

 Para seguir o disposto na legislação, o Ivisa-Rio é composto pela superintendência de Inovação, Informação, Projetos, Pesquisa e Educação e ainda pelas coordenações de Saúde, Alimentos, Engenharia Sanitária, Planejamento, Zoonoses, Administração, Núcleo de Integração da Fiscalização em Ambientes de Trabalho e Laboratórios. 

 Todos esses setores e superintendências trabalham voltados para o cumprimento da missão, à realização da visão e ao fortalecimento do negócio, que tem a promoção da saúde do carioca como principal norteador.  

 Missão

Promover a segurança sanitária de ambientes, produtos e serviços, contribuindo para a melhoria da saúde da população da Cidade do Rio de Janeiro.

 Visão

Ser reconhecido como referência em Vigilância Sanitária por prestar serviços de excelência, atuando em conjunto com a sociedade.

 Negócio

Segurança Sanitária.

Histórico de Notícias

30/11/2020

Concurso IVISA Rio: Edital com 900 vagas tem lei sancionada!

A criação do Ivisa Rio foi publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro e contará com 900 vagas para todos os níveis.

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais