Concurso PC AM: Polícia Civil do Estado do Amazonas!

Ótima notícia concurseiros amazonenses! O concurso PC AM (Polícia Civil do Amazonas) está mais próximo de ser realizado por meio de um decreto que oficializa a oferta de 424 vagas para o novo certame. » Prepare-se para o concurso PC AM + BÔNUS (GRÁTIS) « Decreto oficializa a oferta de 424 vagas no concurso PC AM A Polícia Civil do Es...

Status do concurso: Previsto

Materiais disponíveis

Última Notícia

Imagem Concurso PC AM: Decreto oficializa oferta de 424 VAGAS!

Concurso PC AM: Decreto oficializa oferta de 424 VAGAS!

O concurso PC AM (Polícia Civil do Amazonas) está mais próximo de ser realizado mediante um decreto que oficializa a oferta de 424 vagas.

Continuar Lendo

Ótima notícia concurseiros amazonenses! O concurso PC AM (Polícia Civil do Amazonas) está mais próximo de ser realizado por meio de um decreto que oficializa a oferta de 424 vagas para o novo certame.

» Prepare-se para o concurso PC AM + BÔNUS (GRÁTIS) «

Decreto oficializa a oferta de 424 vagas no concurso PC AM

A Polícia Civil do Estado do Amazonas, oficializou mediante um decreto a autorização para que seja realizado um novo concurso com oferta de 424 vagas.

O certame ofertará vagas para os cargos de Delegado, Investigador, Escrivão, Perito Criminal, Perito Legista, Perito Odontolegista, Auxiliar Perito e Padioleiro.

No mesmo decreto, também houve a confirmação do número de vagas e os cargos que serão abertos nos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Vale ressaltar, que os certames já têm criada a comissão geral de acompanhamento de todos os concursos da área de Segurança Pública, que incluem a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Administração Penitenciária.

Com a publicação do decreto que criou a comissão, é esperado agora que seja escolhida a banca organizadora do concurso e posteriormente a publicação do edital.

Nova-PCAM

Distribuição das vagas ofertadas no concurso PC AM

As 424 vagas que serão ofertadas no concurso PC AM foram distribuídas da seguinte maneira:

Delegado: 62 vagas;

Investigador: 200 vagas;

Escrivão: 98 vagas;

Perito Criminal: 27 vagas;

Perito Legista: 8 vagas;

Perito Odontolegista: 3 vagas;

Auxiliar Perito: 16 vagas;

Padioleiro: 10 vagas.

Reajuste Salarial

Foi aprovado pelo governo do Estado do Amazonas, o projeto de Lei que proporcionou um reajuste salarial de 11%, a decisão entrou em vigor no mês de abril de 2018, relativo aos cargos de Escrivão e Investigador da PC AM.

Segundo o governo, a proposta é valorizar o trabalho dos policiais em vista dos problemas enfrentados pela segurança pública, houve também uma reestruturação de atividade-meio da instituição.

O reajuste remuneratório está previsto para ir aumentando gradualmente até o ano de 2021, com intuito de repor as datas-bases não cumpridas entre os anos de 2015 e 2017, em 23%, por governos passados e a instituição de Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR).

Na mesma publicação de edital tratou-se da Gratificações de incentivo à qualificação – GRAIQ a todos os servidores com escolaridades acima da mínima exigida pelo cargo:

I – Nível médio: 10%;

II – Nível superior: 20%;

III – Especialização: 25%;

IV – Mestrado: 30%;

V – Doutorado: 35%.

Nova-pcam

Gratificação de Exercício Policial (GEP)

Serão valores a serem incorporados aos respectivos proventos de aposentadoria e de pensão, desde que a obtenção de certificado correspondente tenha sido obtida durante o período em que o servidor estiver em atividade, até a data da concessão da aposentadoria ou da pensão.

Outro assunto tratado no mesmo diário oficial, sancionou mais dois projetos que dão reajustes salariais que beneficiam servidores da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) e da Agência da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (ADAF).

Requisitos dos cargos ofertados

O novo concurso da Polícia Civil do Estado do Amazonas, terá oportunidades para cargos de níveis fundamental, médio e superior.

Delegado

Nível superior bacharelado em Direito, além de experiência de 3 anos na área jurídica ou policial e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B”.

Investigador e Escrivão de Polícia – 4ª Classe

É necessário o candidato ter nível superior em qualquer área de conhecimento e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B”. Não é exigido experiência profissional na área.

Perito Criminal – 4ª Classe

Todos os candidatos ao cargo de Perito Criminal devem possuir inscrição no respectivo Conselho Profissional, quando for o caso, e ter 2 anos de experiência na área de formação.

Poderá se candidatar ao cargo, o candidato que possuir nível superior nas seguintes áreas de conhecimento:

Área A – Engenharia Florestal e Cursos de Tecnologia na área Florestal;

Área B – Computação, Informática e Processamento de Dados;

Área C – Química, Farmácia e Bioquímica;

Área D – Ciências Contábeis;

Área E – Ciências Biológicas e Biomedicina;

Área F – Engenharia Mecânica, Naval e Mecatrônica e Cursos de Tecnologia Mecânica e Mecatrônica.

Nova-PC-AM

Perito Legista – 4ª Classe

Diploma de nível superior em Medicina. Além, de 2 anos de experiência na área de formação e inscrição no Conselho Regional de Medicina.

Perito Odontolegista – 4ª Classe

Para o cargo de Perito Odontolegista, os requisitos são semelhantes com o cargo de Legista, é necessário diploma de nível superior em Odontologia. Além, de 2 anos de experiência na área de formação e inscrição no Conselho Regional de Medicina.

Auxiliar de Perito

É exigido que o candidato tenha nível médio completo, porém, na primeira etapa do concurso geralmente é cobrado Conhecimentos Específicos na Prova Objetiva.

Padioleiro

É preciso ter nível fundamental completo, para exercer a função é necessário força física. Pois entre as atividades está o transporte e coleta de cadáveres.

Sobre a PC AM

A história da Polícia Civil remonta ao cenário das transformações administrativas e sociais ocorridas, a partir de 1808, com o advento da chegada da família real portuguesa ao Brasil, cujas medidas trouxeram consequências decisivas ao desenvolvimento da polícia judiciária no Brasil, seus quadros e carreiras. Embora o Alvará do EI Rei de 25.06.1760 tenha criado a Intendência Geral de Polícia da Corte do Reino de Portugal, a Polícia Civil somente passou a existir no Brasil a partir de 1808, após a vinda da família real portuguesa, fugitiva do exército de Napoleão. Lembremos que nesse momento o Brasil era Colônia de Portugal.

O príncipe regente, D. João VI, já tem terras coloniais, criou a Intendência Geral de Polícia da Corte e do Brasil por meio do Alvará régio de 10.05.1808. É dessa medida administrativa em diante que todas as polícias civis do Brasil têm seu marco histórico inicial. É o embrião do que hoje chamamos de Polícia Civil, inclusive no Estado do Amazonas. Essa estrutura de polícia encerrou a atividade dos chamados Quadrinheiros e outros serviços a que pôs fim a criação da Intendência Geral como os dos alcaides e os dos ministros criminais, estes também chamados meirinhos.

O Estado do Amazonas criou, em 1922, por meio da Lei nº 3.052, a Polícia Judiciária de carreira. Esse é o marco histórico que formalmente instituiu a Polícia Civil e suas carreiras no Amazonas. Antes disso, mantinha-se uma estrutura de Polícia Civil herdada ainda da fase imperial, contudo, já no modelo de Chefatura de Polícia, ocupada por membro oriundo do Poder Judiciário.

A Polícia Civil do Estado do Amazonas é dirigida pela Delegacia Geral de Polícia Civil, e divide-se em 30 distritos policiais na capital e 71 nos interiores do Estado e conta com 17 delegacias especializadas, que servem como apoio as delegacias distritais. As perícias criminal, médico-legal e papiloscópica também integram as atividades da Polícia Civil por meio do Instituto de Identificação (II), o Instituto Médico-Legal (IML) e o Instituto de Criminalística (IC).

Como um órgão de polícia judiciaria a mesma tem como uma de suas principais funções a apuração das infrações penais (exceto militares) no âmbito do território estadual, na forma da legislação em vigor; o dever de trabalhar para a convivência harmônica da comunidade; a realização de Investigações indispensáveis aos atos da polícia civil; a promoção das perícias criminais e médicos- legais necessárias; repressão das infrações penais e zelo pelo bem-estar da comunidade, garantindo o cumprimento dos direitos humanos e protegendo os cidadãos de bem.

Nova-Amazonas

Último concurso

O último concurso PC AM teve seu edital publicado no ano de 2009, na ocasião foram ofertadas 1.010 vagas de caráter imediato, mais formação de cadastro reserva.

As vagas foram distribuídas nos seguintes cargos:

Delegado de Polícia: 100 vagas;

Investigador de Polícia: 500 vagas;

Escrivão de Polícia: 290 vagas;

Perito Criminal: 80 vagas;

Perito Legista: 35 vagas;

Perito Odontolegista: 05 vagas.

A banca organizadora responsável pela execução do certame foi o CETAM (Centro de Educação Tecnológica do Amazonas).

A avaliação dos candidatos foi realizada em 7 (sete) etapas, sendo:

Etapa 01 – Prova Objetiva;

Etapa 02 – Prova Discursiva;

Etapa 03 – Exame Médico;

Etapa 04 – Prova de Capacidade Física;

Etapa 05 – Avaliação Psicológica;

Etapa 06 – Prática de Digitação (Apenas para Escrivão);

Etapa 07 – Avaliação de Títulos.

Nova-PCAM

A prova objetiva foi composta de 90 (noventa) questões de múltipla escolha. Já a prova discursiva teve em sua composição 2 (duas) questões.

A prova de capacidade física consistiu nos testes de Flexão de Braço, Flexão Abdominal e Corrida de Doze Minutos.

Foram registrados no total, 10.781 inscritos no concurso da Polícia Civil do Amazonas. Praticamente um mês após a publicação do edital, a prova para o cargo de Delegado foi suspensa e alguns dias depois, as inscrições foram reabertas. Foram no total, 4.247 inscritos para o cargo, uma demanda de aproximadamente 42 candidatos por vaga.

» Prepare-se para o concurso PC AM + BÔNUS (GRÁTIS) «

Curso de Formação

O Curso de Formação Profissional, de caráter classificatório e eliminatório, do concurso PC AM foi realizado pelo IESP (Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública do Estado do Amazonas), na cidade de Manaus/AM, em regime de semi-internato, onde exigiu-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória.

Última notícia

Concurso PC AM: Decreto oficializa oferta de 424 VAGAS!

Acompanhe nossas

redes sociais