Pesquisar no blog

Concurso PC ES: Saiu o edital para Delegado. 40 vagas!

Boas notícias, concurseiros! Foi publicado o edital do novo concurso PC ES (Polícia Civil do Espirito Santo) com a oferta de 40 oportunidades de nível superior para o cargo de Delegado.

Além disso, as inscrições poderão ser realizadas neste mês de julho e as provas estão previstas para serem aplicadas no mês de setembro. Portanto, se você possui interesse pela nova seleção, confira todos os detalhes abaixo!

 

Concurso PC ES: inscrições

Sendo assim, é essencial que os interessados no novo concurso PC ES saibam que poderão realizar sua inscrição entre os dias 08 e 29 e julho por meio do site da banca organizadora do certame, o Cebraspe.

Além disso, para efetivar a participação é necessário que até o dia 02 de agosto seja efetuado o pagamento da taxa de inscrição, que possui o valor fixo de R$ 113,00.

Estude para o concurso dos seus sonhos com a Assinatura Completa da Nova. Tenha acesso a Cursos, Plataforma de Questões, Eventos Exclusivos para Assinantes e Muito Mais!

Isenção de taxa

É igualmente importante que os concurseiros saibam que entre os dias 08 e 14 de julho poderão solicitar a isenção de taxa aqueles que se enquadrem nos critérios a seguir:

  • inscritos no CadÚnico;
  • doador de medula óssea;
  • pessoa física que se declara isenta de apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física e que comprove a soma da renda familiar mensal de até dois salários mínimos;
  • eleitores convocados e nomeados pela Justiça Eleitoral do Estado do Espírito Santo, que prestarem serviços no período eleitoral;
  • pessoas com deficiência;
  • doadores de sangue.

 

Vagas, cargos e remunerações

Nesse sentido, o novo concurso da Polícia Civil do Espírito Santo oferta 40 oportunidades para o cargo de Delegado, distribuídas conforme o indicado a seguir:

  • 28 vagas para ampla concorrência;
  • 04 vagas reservadas para candidatos com deficiência;
  • 07 vagas reservadas para candidatos negros; e
  • 01 vaga reservada para candidatos indígenas.

 

Além disso, os aprovados no concurso público e contratados pela corporação contarão com remunerações no valor de R$ 12.413,15 para as jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

Ademais, de acordo com o edital, para concorrer a uma das oportunidades é necessário que os concurseiros possuam os requisitos específicos a seguir:

  • diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de bacharelado em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de, no mínimo, três anos de prática forense, após a conclusão do curso de Direito, ou de, no mínimo, três anos de atividade policial, em qualquer instituição de segurança pública prevista no art. 144 da Constituição Federal, devidamente comprovada.

 

Quais são os requisitos básicos?

Portanto, também é de suma importância que os interessados na nova seleção conheçam os requisitos básicos que precisam ser cumpridos para a investidura no cargo, sendo eles:

  • Ser aprovado no concurso público.
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal.
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino.
  • Estar quite com as obrigações eleitorais.
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme o item 2 deste edital.
  • Estar em gozo dos direitos políticos.
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
  • Estar com situação regular junto à Secretaria da Receita Federal.
  • Possuir conduta moral, social e profissional compatível com o cargo.
  • Possuir saúde física, psiquiátrica e aptidão psicológica adequadas ao exercício das atividades inerentes ao cargo.
  • Não estar cumprindo sanção por inidoneidade ou indisciplina, aplicada por qualquer órgão público e(ou) entidade da esfera federal, estadual e(ou) municipal.
  • Apresentar as seguintes certidões:
    • antecedentes criminais da Justiça Federal, da Justiça Estadual, da Justiça Eleitoral;
    • quando for o caso, da Justiça Militar Estadual (artigo 125, § 3.º, da Constituição Federal);
    • da cidade/município e(ou) da jurisdição onde residiu nos últimos cinco anos, expedidas, no máximo, há seis meses, contados da data de apresentação dos documentos.
  • O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse.
  • Cumprir as determinações deste edital.

 

Quais são as atribuições do cargo?

É igualmente essencial que os candidatos do concurso PC ES conheçam as atribuições do cargo de Delegado, de maneira que são elas:

  • executar tarefas de polícia administrativa e judiciária, por meio de diligências e investigações para elucidação de infrações penais.

 

Concurso PC ES: provas

Por fim, é imprescindível que os inscritos no concurso PC ES saibam que serão avaliados por meio das etapas avaliativas abaixo:

  • provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório;
  • prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • teste de aptidão física, de caráter eliminatório;
  • exame de sanidade física e mental, de caráter eliminatório;
  • exame psicotécnico, de caráter eliminatório;
  • prova oral, de caráter eliminatório e classificatório;
  • avaliação de títulos, de caráter classificatório;
  • comprovação do cumprimento do tempo mínimo de prática forense ou em atividade policial, de caráter eliminatório;
  • sindicância de vida pregressa, de caráter eliminatório;
  • curso de formação profissional, de caráter eliminatório.

 

Nesse sentido, a etapa de prova objetiva já está prevista para serem aplicadas no dia 11 de setembro, no turno da tarde. Ademais, nesse dia os concurseiros deverão responder a 80 questões de múltipla escolha acerca das disciplinas a seguir:

  • Língua Portuguesa;
  • Informática;
  • Legislação Estadual;
  • Direito:
    • Penal;
    • Processual Penal;
    • Administrativo;
    • Constitucional;
    • Humanos;
    • Civil;
  • Medicina Legal;
  • Criminologia;
  • Legislação Especial.

 

Por outro lado, a prova discursiva está prevista para ocorrer no dia 06 de novembro, quando os candidatos responderão a 03 questões discursivas e uma questão envolvendo situação problema. Ademais, os conteúdos a serem cobrados são os de:

  • Direito:
    • Constitucional;
    • Penal;
    • Processual Penal; e
  • Legislação Extravagante

 

Teste de Aptidão Física

Por sua vez, para o teste de aptidão física os inscritos no concurso PC ES deverão passar pelos seguintes testes:

  • flexão de braço na barra fixa (sexo masculino) ou estático de barra (sexo feminino);
  • impulsão horizontal (sexos masculino e feminino);
  • flexão abdominal (sexos masculino e feminino);
  • corrida de 12 minutos (sexos masculino e feminino).

 

Prova Oral

É igualmente essencial mencionar que para a etapa de prova oral os candidatos terão 20 minutos para ler e responder às perguntas que lhe forem entregues por escrito, bem como responder às arguições da banca examinadora.

Além disso, os conteúdos cobrados serão de:

  • Direito:
    • Constitucional;
    • Penal;
    • Processual Penal; e
  • Legislação Extravagante

 

Sobre a PC ES

Os primeiros registros históricos que relatam sobre a criação da Instituição Polícia aparecem com a vinda da Família Real para o Brasil em 1808. Esse foi o momento em que deixamos de ser colônia para sermos sede administrativa, o marco inicial para a construção do aparato burocrático do qual necessita um Governo.

A Intendência Geral da Polícia foi criada através do alvará de 10 de maio de 1808 e tinha como base a polícia de Lisboa. Antes da criação desse órgão no Brasil, as funções policiais pertenciam e tramitavam entre as atribuições dos vice-reis e dos ouvidores gerais, sem uma organização policial efetiva.

O primeiro intendente geral de polícia foi o desembargador e ouvidor da Corte Paulo Fernandes Viana. O Intendente Geral de Polícia tinha como função controlar todos os órgãos policiais do Brasil. Com a evolução histórica, foi criada a Guarda Real de Polícia da Corte para auxiliar o intendente geral de polícia. Posteriormente, a Guarda Real se transformou em Corpo de Guardas Municipais.

Inicialmente com sede na rua Graciano Neves, centro de Vitória, não demorou muito para que a Polícia Civil capixaba necessitasse de uma nova localização. Foi então que o Governador do Estado da época, Christiano Dias Lopes Filho, desmembrou a Polícia Civil da Secretaria do Interior e criou através da Lei nº. 24 de 17 de novembro de 1967, a Secretaria de Segurança Publica, justificando que a instituição tivesse sua sede própria e adequada para atender às necessidades da população. A sede da Polícia passou então a ocupar três galpões do Porto de Vitória, localizados atrás do antigo DNER, no bairro Bento Ferreira.

Com a nomeação no ano de 1971 do Governador de Estado Arthur Carlos Gerhardt Santos, foi nomeado em 17 de março para Chefe de Polícia o delegado José Gilberto Barros Faria.

Missão

“Reduzir a impunidade, a criminalidade e a violência atuando por meio de uma investigação pautada na legalidade e na cientificidade, garantindo o bem-estar coletivo e o respeito à dignidade da pessoa humana.”

Visão

“Ser uma instituição policial de referência nacional, até 2025, em resolutividade de crimes, por meio de planejamento de excelência, gestão inovadora e valorização dos seus servidores.”

Valores

O principal Valor é: ÉTICA

Os outros valores são: COMPROMETIMENTO; TRANSPARÊNCIA; INOVAÇÃO; INTEGRAÇÃO, DIGNIDADE E PROATIVIDADE.

 

Histórico de Notícias

23/05/2022

Concurso PC ES: Delegado-geral estima edital em junho!

A banca do concurso PC ES já foi definida e o edital deve ser publicado até junho. Serão 40 vagas efetivas e imediatas para a carreira de Delegado.

Continuar lendo
19/11/2021

Concurso PC ES: Banca definida e edital ainda este ano!

Atenção, concurseiros! A banca organizadora que ficará responsável pelo próximo edital do concurso PC ES já foi definida. Saiba mais!

Continuar lendo
20/10/2021

Concurso PC ES: Confirmadas 40 vagas para Delegado!

Atenção, concurseiros! O Governo do Espírito Santo anunciou que o concurso PC ES foi autorizado e ofertará 40 vagas para Delegados. Saiba mais!

Continuar lendo
25/05/2021

Concurso PC ES: Comissão organizadora para Delegado é formada!

Atenção concurseiros! O edital do concurso PC ES para Delegado deve ser publicado ainda em 2021. A comissão organizadora já foi formada. Confira!

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais