PGE RS: Edital poderá ser publicado em breve | Nova Concursos

Concurso PGE RS: Edital poderá ser publicado em breve!

O novo concurso para a Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul - PGE RS, conta com regulamento publicado. A seleção ofertará 19 vagas para a carreira de Procurador. Do total de vagas a ser oferecido, 10% será destinado às pessoas com deficiência e 16% às pessoas negras. Situação atual do concurso PGE RS Comissão org...

Status do concurso: Previsto

O novo concurso para a Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul – PGE RS, conta com regulamento publicado. A seleção ofertará 19 vagas para a carreira de Procurador.

Do total de vagas a ser oferecido, 10% será destinado às pessoas com deficiência e 16% às pessoas negras.

Situação atual do concurso PGE RS

O regulamento do concurso PGE RS para Procurador, saiu nesta quarta-feira, 14. No total, a Procuradoria Geral do Rio Grande do Sul  tem 109 vagas autorizadas, sendo 19 para a carreira.

Conforme o documento, serão requisitos para participar da seleção:

  • ser brasileiro;
  • ter bacharel em Direito;
  • estar no gozo dos direitos políticos e quite com o serviço militar; e
  • não registrar antecedentes criminais.

 

Desse total de vagas a ser oferecido, 10% será destinado às pessoas com deficiência e 16% às pessoas negras. Quando abertas, as inscrições deverão ocorrer pelo prazo de, no mínimo, 20 dias, podendo ser reabertas por dez dias ou mais.

Comissões formadas

No mês de março de 2021 foram formadas as comissões do concurso PGE RS. As equipes trabalham na execução das seleções para procuradores e para a área de Apoio.

No total, a Procuradoria Geral do Rio Grande do Sul está autorizada a preencher 109 vagas, sendo 19 oportunidades para a carreira de procurador, 59 para analistas e 31 para técnicos administrativos e de informática.

Para a carreira de Procurador, a PGE exige bacharel em Direito. Os técnicos precisam ter o nível médio mais curso de aperfeiçoamento na área e experiência de, pelo menos, um ano, enquanto os cargos de analistas são voltados a candidatos com nível superior nas áreas a serem oferecidas.

comissão para a carreira de procurador é presidida por Luciana Mabila Martins (corregedora-geral) e conta ainda com os seguintes procuradores e membros: Diana Paula Sana; Nei Fernando Marques Brum; Marília Vieira Bueno; Aline Frare Armborst e Rodrigo Leal Rospa (advogado).

Já a comissão para o concurso do quadro de pessoal dos serviços auxiliares tem a procuradora Paula Ferreira Krieger como presidente e os seguintes membros:

Presidente substituta

Fernanda Foernges Ments (coordenadora setorial junto à Junta Comercial Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul).

Membros titulares

Marcelo dos Santos Frizzo (diretor do departamento de Administração); e Adriana Gonçalves Porto (chefe da seção de apoio a comissões da equipe de Gestão de Pessoas do departamento de Administração).

Suplentes

Ana Paula Salles (diretora adjunta do departamento de Administração); e Carlos Kaufmann Nogueira (chefe de assessoria da Corregedoria-Geral).

Atualmente, as equipes trabalham na elaboração do projeto básico do edital e na escolha e contratação das bancas organizadoras. Somente após a última etapa, os editais serão publicados.

Concurso PGE RS: carreira 

Vagas

No total, a Procuradoria Geral do Rio Grande do Sul  tem 109 vagas autorizadas, sendo 19 para a carreira.

Desse total de vagas a ser oferecido, 10% será destinado às pessoas com deficiência e 16% às pessoas negras. Quando abertas, as inscrições deverão ocorrer pelo prazo de, no mínimo, 20 dias, podendo ser reabertas por dez dias ou mais

salários e benefícios

Conforme dados de setembro de 2020 do Portal Transparência, as remunerações mínimas e máximas para os cargos de Técnico Administrativo, Técnico em Informática e Analista em diversas especialidades são as seguintes:

Como serão as provas do concurso PGE RS?

As avaliações do concurso   serão aplicadas em três fases, sendo todas de caráter eliminatório e classificatório. A primeira delas será a objetiva, contendo questões de Língua Portuguesa e disciplinas Jurídicas.

Para a segunda etapa, a fase escrita, serão aprovados os 200 primeiros candidatos que obtiverem, no mínimo, 50% de aproveitamento em cada uma das áreas de conhecimento da prova objetiva, sendo a nota igual ou superior a 60 pontos.

Para as vagas destinadas às pessoas com deficiência, serão habilitados os primeiros 28 candidatos. Já para as oportunidades reservadas aos negros, serão aprovados os 44 primeiros.

fase escrita compreenderá seis provas dissertativas e uma prova de elaboração de trabalho jurídico (parecer ou peça processual), envolvendo matérias pertinentes às disciplinas que serão indicadas no edital.

Nesta etapa, para ser aprovado será necessário obter, cumulativamente, no mínimo:

  • 50 pontos em cada uma das provas dissertativas e 60 pontos na média aritmética; e
  • 60 pontos no trabalho jurídico.

 

Por último, a terceira fase, denominada definitiva, compreenderá quatro provas orais e uma prova de sustentação oral, envolvendo matérias pertinentes às disciplinas indicadas no edital.

As provas orais serão realizadas em sessões públicas e consistirão na arguição de conhecimentos jurídicos, abrangendo, total ou parcialmente, as matérias e as disciplinas que constarão no edital.

Será aprovado, nas provas orais, o candidato que obtiver um mínimo de 50 pontos em cada prova e de 60 pontos na média aritmética.

Os aprovados serão avaliados ainda por meio da sindicância sobre a vida pregressa e uma prova de títulos, valendo de zero a 100 pontos.

A seleção terá validade de dois anos, após a homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Último concurso PGE RS

O último concurso PGE RS para servidores aconteceu em 2014, a organização ficou sob a responsabilidade da FUNDATEC e ofertou 73 vagas para cargos de nível médio e superior. As taxas de inscrição variaram entre R$63,69 (para nível médio) e R$145,22 (para nível superior).

Cargos ofertados

Nível Médio

Nível Superior

 

Prova Objetiva

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta por 50 questões de múltipla escolha, com peso total de 100 pontos.

Para os cargos de nível médio tiveram duração de 4 horas e para os cargos de nível superior foram aplicadas em conjunto com a Prova Discursiva, tendo prazo total de 5 horas.

A divisão das disciplinas exigidas dependeu do cargo pretendido.

Agente Administrativo

Técnico em Informática

Assessor Jurídico

Demais cargos de nível superior

 

Para ser considerado aprovado, o candidato deveria fazer o mínimo total de acertos de 25 questões, totalizando 50 pontos.

Foram corrigidas somente as provas dos primeiros classificados na Prova Objetiva, de acordo com o resultado de 20 vezes o número de vagas.

Prova Discursiva

A Prova Discursiva para os cargos de nível superior teve como objetivo avaliar a experiência prévia do candidato e sua adequabilidade quanto às atribuições de seu cargo/área, considerando os conhecimentos específicos apresentados no programa contido deste Edital, e ainda a sua capacidade de expressão escrita com a demonstração do domínio correto do padrão culto da Língua Portuguesa e de suas estruturas.

A avaliação teve o total de 100 pontos, divididos em 40 pontos em Língua Portuguesa e 60 Pontos em Conhecimentos Específicos. Para ser aprovado, o candidato deveria fazer, no mínimo, 50 pontos.

Histórico de Notícias

14/07/2021

Concurso PGE RS: Publicado regulamento do edital para Procurador!

Foi publicado o regulamento do próximo concurso PGE RS, que ofertará 19 vagas para a carreira de Procurador do Estado do Rio Grande do Sul. Confira!

Continuar lendo
Acompanhe nossas

redes sociais