Concurso PGE RS: Comissão formada, edital em breve | Nova Concursos

Concurso PGE RS: Comissão formada e expectativa de 90 vagas!

A Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul formou a comissão organizadora do novo Concurso PGE RS. A expectativa é de que sejam ofertadas 90 vagas para servidores. Dessas 90 oportunidades, serão 59 para Analistas e 31 para Técnicos Administrativos e em Informática. Os últimos aprovados da PGE RS provêm de seleções públicas de ...

Status do concurso: Previsto
BAIXE GRÁTIS: e-Book Oportunidades para Mudar de Vida em 2021
Cadastre-se e receba: e-Book Concursos 2021 + Guia Definitivo para montar um Plano de Estudos + Bônus Especiais!

A Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul formou a comissão organizadora do novo Concurso PGE RS. A expectativa é de que sejam ofertadas 90 vagas para servidores.

Dessas 90 oportunidades, serão 59 para Analistas e 31 para Técnicos Administrativos e em Informática. Os últimos aprovados da PGE RS provêm de seleções públicas de 2016 e 2014. 

No total, serão autorizadas pelo governo 3.429 vagas em concursos públicos e 259 nomeações em todo o Estado, em frentes fundamentais para a administração pública, que não podem sofrer interrupção.

 

 

 

 

 

 

Situação atual do concurso PGE RS

A PGE RS formou a comissão organizadora da nova seleção que vai ofertar vagas para servidores. Confira a seguir os membros da comissão:

  • Paula Ferreira Krieger
  • Fernanda Foernges Mentz
  • Marcelo Dos Santos Frizzo 
  • Adriana Gonçalves Porto
  • Ana Paula Salles 
  • Carlos Kaufmann Nogueira 

 

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, anunciou a necessidade de ofertar 90 oportunidades para servidores, das quais 59 para serão Analistas, e 31, para Técnicos Administrativos e em Informática.

O objetivo, segundo o Governador do Estado, Eduardo Leite é realizar novas seleções e nomeações para repor quadros em serviços essenciais ao cidadão e em estruturas de apoio que garantam, no futuro, planejamento, arrecadação, controle de gastos, gestão de despesas e apoio jurídico.

Segundo ele, “a situação fiscal delicada do Rio Grande do Sul e a crise que enfrentamos neste momento exigem que essas decisões sejam avaliadas com senso de urgência, responsabilidade fiscal e planejamento de longo prazo para que o poder público siga em condições de cumprir sua missão”.

A PGE RS responde por 1.040.086 de processos ativos, de acordo com relatório do Controle de Processos Judiciais (CPJ) de dezembro de 2019, que dependem do apoio dos servidores e membros para que possam ser acompanhados adequadamente.

Concurso PGE RS: salários e benefícios

Conforme dados de setembro de 2020 do Portal Transparência, as remunerações mínimas e máximas para os cargos de Técnico Administrativo, Técnico em Informática e Analista em diversas especialidades são as seguintes:

Última seleção PGE RS

O último concurso PGE RS para servidores aconteceu em 2014, a organização ficou sob a responsabilidade da FUNDATEC e ofertou 73 vagas para cargos de nível médio e superior. As taxas de inscrição variaram entre R$63,69 (para nível médio) e R$145,22 (para nível superior).

Cargos ofertados

Nível Médio

Nível Superior

 

Etapas de prova

O concurso foi composto das seguintes etapas:

  • 1ª Etapa – Provas Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos.
  • 2ª Etapa – Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, apenas para os cargos de Nível Superior.

Prova Objetiva

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, foi composta por 50 questões de múltipla escolha, com peso total de 100 pontos.

Para os cargos de nível médio tiveram duração de 4 horas e para os cargos de nível superior foram aplicadas em conjunto com a Prova Discursiva, tendo prazo total de 5 horas.

A divisão das disciplinas exigidas dependeu do cargo pretendido.

Agente Administrativo

Técnico em Informática

Assessor Jurídico

Demais cargos de nível superior

 

Para ser considerado aprovado, o candidato deveria fazer o mínimo total de acertos de 25 questões, totalizando 50 pontos.

Foram corrigidas somente as provas dos primeiros classificados na Prova Objetiva, de acordo com o resultado de 20 vezes o número de vagas.

Prova Discursiva

A Prova Discursiva para os cargos de nível superior teve como objetivo avaliar a experiência prévia do candidato e sua adequabilidade quanto às atribuições de seu cargo/área, considerando os conhecimentos específicos apresentados no programa contido deste Edital, e ainda a sua capacidade de expressão escrita com a demonstração do domínio correto do padrão culto da Língua Portuguesa e de suas estruturas.

A avaliação teve o total de 100 pontos, divididos em 40 pontos em Língua Portuguesa e 60 Pontos em Conhecimentos Específicos. Para ser aprovado, o candidato deveria fazer, no mínimo, 50 pontos.

Acompanhe nossas

redes sociais